Abrir menu principal

Campeonato Catarinense de Futebol de 2018 - Série A

Campeonato Catarinense de 2018 - Série A
Catarinense Sicoob 2018
Dados
Participantes 10
Organização FCF
Anfitrião Santa Catarina
Período 17 de janeiro8 de abril
Gol(o)s 212
Partidas 91
Média 2,33 gol(o)s por partida
Campeão Figueirense (18º título)
Vice-campeão Chapecoense
Rebaixado(s) Inter de Lages
Concórdia
Melhor marcador 9 gols:
Melhor ataque (fase inicial) Tubarão — 26 gols
Melhor defesa (fase inicial) Chapecoense — 8 gols
Maior goleada
(diferença)
Joinville 4–0 Inter de Lages
Arena JoinvilleJoinville
24 de janeiro, 3ª rodada (1º turno)
◄◄ 2017 Soccerball.svg 2019 ►►

O Campeonato Catarinense de Futebol da Série A de 2018, ou Catarinense Sicoob 2018,[1] por motivos de patrocínio, foi a 93ª edição da principal divisão do futebol catarinense. Houve uma mudança na fórmula de disputa em relação aos anos anteriores. O campeonato será disputado em duas fases. A primeira fase, será disputada por 10 equipes em pontos corridos com turno e returno. As duas equipe que somar mais pontos ao final das 18 rodadas estarão classificadas a final. Já a fase final, será disputada em jogo único sendo o mandante a equipe com melhor campanha na primeira fase.[2]

O Figueirense sagrou-se campeão e conquistou o título do Campeonato Catarinense pela 18ª vez em sua história, a primeira vez tendo como adversário a Chapecoense. No jogo único, na Arena Condá, o Figueirense venceu a partida contra a Chapecoense por 2–0.

Junto com os finalistas, o Tubarão classificou-se para a Copa do Brasil de 2019. Para a Série D de 2019, classificaram-se o Tubarão, Brusque e o Hercílio Luz. As equipes do Concórdia e Inter de Lages tiveram as piores campanhas e foram rebaixados á Série B de 2019.

RegulamentoEditar

 
Logo alternativo do Campeonato Catarinense de 2018, sem o patrocinador.

Nesta edição, o Campeonato Catarinense será disputado em duas fases. A primeira fase, será disputada por 10 clubes em dois turnos. Em cada turno, todos os times jogam entre si uma única vez. Os jogos do segundo turno serão realizados na mesma ordem do primeiro, apenas com o mando de campo invertido. Não há campeões por turnos, e os dois clubes com a maior pontuação, disputarão a final do campeonato.

A final será disputada entre os dois primeiros colocados da 1ª Fase (Inicial), que jogarão entre si, um único jogo, sendo mandante da única partida, o clube que obtiver a primeira colocação na 1ª Fase (Inicial), cujo vencedor da disputa será considerado o campeão da competição. Se o jogo terminar empatado, para se conhecer o vencedor da disputa, haverá a disputa de pênaltis, na forma estabelecida pela International Board.

Ao final da competição, os 3 primeiros times se classificarão à Copa do Brasil de 2019, os três melhores colocados que não disputam alguma divisão do Campeonato Brasileiro garantirão uma vaga na Série D de 2019, e os dois últimos serão rebaixados para a Série B de 2019.[3][4]

Critérios de desempateEditar

Em caso de empate por pontos entre dois ou mais clubes, os critérios de desempate são aplicados na seguinte ordem:

  1. Número de vitórias;
  2. Saldo de gols;
  3. Gols pró;
  4. Confronto direto;
  5. Menor número de cartões vermelhos;
  6. Menor número de cartões amarelos;
  7. Sorteio.

Com relação ao quarto critério (confronto direto), considera-se o resultado dos jogos somados, ou seja, o resultado de 180 minutos. Permanecendo o empate, o desempate se dará pelo maior número de gols marcados no campo do adversário. O quarto critério não será considerado no caso de empate entre mais de dois clubes.

Equipes participantesEditar

EstádiosEditar

Chapecoense Joinville Criciúma Avaí
Arena Condá Arena Joinville Heriberto Hülse Ressacada
Capacidade: 20 089 Capacidade: 20 160 Capacidade: 19 900 Capacidade: 17 826
       
Figueirense
Localização da sede dos clubes no estado.
Hercílio Luz
Orlando Scarpelli Aníbal Costa
Capacidade: 19 584 Capacidade: 3 570
   
Brusque Tubarão
Augusto Bauer Domingos Silveira Gonzales
Capacidade: 5 000 Capacidade: 1 706
   
Inter de Lages Concórdia
Vidal Ramos Júnior Domingos Machado de Lima
Capacidade: 4 681 Capacidade: 3 161
   

Primeira faseEditar

 Ver artigo principal: Resultados da primeira fase

Desempenho por rodadaEditar

Clubes que lideraram o campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18
HER CHA FIG CHA FIG CHA

Clubes que ficaram na última posição do campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18
CRI CON TUB CON TUB CRI INT CON

FinalEditar

Jogo único
8 de abril Chapecoense   0 – 2   Figueirense Arena Condá, Chapecó
17:00
Gustavo Ferrareis   13'
Maikon Leite   84'
Público: 17 014
Renda: R$ 544.545,00
Árbitro:  SC Bráulio da Silva Machado

PremiaçãoEditar

Campeonato Catarinense de 2018
 
Figueirense
Campeão
(18º título)

Classificação geralEditar

Pos Times P J V E D GP GS SG % Classificação ou Rebaixamento
1   Figueirense 39 19 11 6 2 26 14 +12 68,4 Campeão e classificado para a Copa do Brasil de 2019
2   Chapecoense 41 19 12 5 2 25 10 +15 71,9 Vice-campeão e classificado para a Copa do Brasil de 2019
3   Tubarão 26 18 7 5 6 26 21 +5 48,1 Classificado para a Copa do Brasil de 2019 e Série D de 2019
4   Criciúma 26 18 7 5 6 20 18 2 48,1
5   Joinville 24 18 7 3 8 20 21 –1 44,4
6   Avaí 24 18 6 6 6 22 21 1 44,4
7   Brusque 20 18 4 8 6 20 23 –7 37 Classificados para a Série D de 2019
8   Hercílio Luz 17 18 4 5 9 16 23 –7 31,5
9   Inter de Lages 17 18 4 5 9 18 27 –9 31,5 Rebaixados à Série B de 2019
10   Concórdia 13 18 3 4 11 19 34 –15 24,1

EstatísticasEditar

ArtilhariaEditar

Hat-tricksEditar

Jogador Clube Adversário Placar Data Ref.
  Rafael Grampola Joinville Inter de Lages 4–0 24 de janeiro [7]

Maiores públicosEditar

Estes são os dez maiores públicos do Campeonato. Considera-se apenas o público pagante:[8]

Público[PP] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada
1 17 014 Chapecoense   0–2   Figueirense Arena Condá 8 de abril Final
2 13 215 Figueirense   1–1   Avaí Orlando Scarpelli 11 de março 13ª
3 10 030 Avaí   3–3   Figueirense Ressacada 28 de janeiro
4 8 979 Chapecoense   1–0   Criciúma Arena Condá 7 de março 12ª
5 6 844 Chapecoense   3–0   Concórdia Arena Condá 25 de fevereiro 10ª
6 6 768 Figueirense   0–0   Chapecoense Orlando Scarpelli 14 de fevereiro
7 6 695 Chapecoense   1–0   Avaí Arena Condá 18 de fevereiro
8 5 954 Chapecoense   1–0   Joinville Arena Condá 28 de janeiro
9 5 698 Figueirense   1–0   Joinville Orlando Scarpelli 4 de fevereiro
10 5 698 Chapecoense   2–0   Hercílio Luz Arena Condá 21 de março 15ª

Menores públicosEditar

Estes são os dez menores públicos do Campeonato. Considera-se apenas o público pagante:[8]

Público[PP] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada
1 84 Concórdia   0–3   Figueirense Domingos Machado de Lima 31 de março 18ª
2 407 Concórdia   1–1   Brusque Domingos Machado de Lima 11 de março 13ª
3 458 Concórdia   3–2   Tubarão Domingos Machado de Lima 24 de janeiro
4 560 Brusque   1–1   Inter de Lages Augusto Bauer 1º de abril 18ª
5 570 Concórdia   0–1   Joinville Domingos Machado de Lima 25 de março 16ª
6 625 Inter de Lages   1–0   Tubarão Vidal Ramos Júnior 28 de março 17ª
7 633 Brusque   2–3   Tubarão Augusto Bauer 22 de março 15ª
8 644 Inter de Lages   2–2   Criciúma Vidal Ramos Júnior 10 de fevereiro
9 741 Concórdia   2–2   Hercílio Luz Domingos Machado de Lima 14 de fevereiro
10 753 Hercílio Luz   3–3   Joinville Aníbal Torres Costa 17 de março 14ª

Média de públicoEditar

Estas são as médias de público dos clubes no Campeonato. Considera-se apenas os jogos da equipe como mandante:

Pos. Time Média Total Mandos Maior Menor
1   Chapecoense 6 862 68 620 10 17 014 3 749
2   Figueirense 5 213 46 917 9 13 215 2 706
3   Avaí 3 519 31 671 9 10 030 862
4   Criciúma 2 767 24 903 9 3 980 1 891
5   Joinville 2 646 23 814 9 4 419 1 366
6   Tubarão 2 015 18 135 9 2 984 964
7   Hercílio Luz 1 445 13 005 9 3 756 753
8   Brusque 1 119 10 071 9 1 420 560
9   Inter de Lages 1 008 9 072 9 1 576 625
10   Concórdia 917 8 253 9 3 079 84

Mudança de técnicosEditar

Clube Antecessor Motivo Data Última partida Rod Pos Sucessor Ref.
  Brusque   Picoli Demitido 25 de janeiro Figueirense 1–0 Brusque   Pingo [9][10]
  Criciúma   Lisca Resignado 29 de janeiro Tubarão 3–0 Criciúma   Argel Fucks [nota 1] [12][13]
  Inter de Lages   Leandro Niehues Remanejado 28 de fevereiro Avaí 3–2 Inter de Lages 10ª 10º   Rodrigo Fonseca [14]
  Hercílio Luz   Luiz Carlos Cruz Demitido 5 de março Hercílio Luz 1–2 Brusque 11ª   Nasareno Silva (interino)[nota 2] [16]
  Concórdia   Mauro Ovelha Demitido 12 de março Concórdia 1–1 Brusque 13ª 10º   Paulo César Moro [17][18]

Seleção do Campeonato CatarinenseEditar

TransmissãoEditar

A NSC TV (afiliada da Rede Globo) detém todos os direitos de transmissão para a temporada de 2018 pela TV aberta.

Jogos transmitidos pela NSC TVEditar

  • 1ª rodada - Figueirense 1–0 Criciúma - 17 de janeiro (Qua) - 21:45
  • 2ª rodada - Avaí 2–1 Joinville - 21 de janeiro (Dom) - 17:00
  • 3ª rodada - Criciúma 0–0 Chapecoense - 24 de janeiro (Qua) - 21:45
  • 4ª rodada - Avaí 3–3 Figueirense - 28 de janeiro (Dom) - 17:00
  • 5ª rodada - nenhum jogo foi transmitido pela tv aberta nessa rodada
  • 6ª rodada - Criciúma 0–1 Avaí - 4 de fevereiro (Dom) - 17:00
  • 7ª rodada - Hercílio Luz 1–1 Figueirense - 10 de fevereiro (Sáb) - 16:30
  • 8ª rodada - Figueirense 0–0 Chapecoense - 14 de fevereiro (Qua) - 21:45
  • 9ª rodada - Chapecoense 1–0 Avaí - 18 de fevereiro (Dom) - 17:00
  • 10ª rodada - Criciúma 0–1 Figueirense - 25 de fevereiro (Dom) - 17:00
  • 11ª rodada - Joinville 0–2 Avaí - 4 de março (Dom) - 17:00
  • 12ª rodada - Chapecoense 1–0 Criciúma - 7 de março (Qua) - 21:45
  • 13ª rodada - Figueirense 1–1 Avaí - 11 de março (Dom) - 17:00
  • 14ª rodada - Figueirense 1–0 Inter de Lages - 18 de março (Dom) - 16:00
  • 15ª rodada - Avaí 1–2 Criciúma - 21 de março (Qua) - 21:45
  • 16ª rodada - Figueirense 1–0 Hercílio Luz - 25 de março (Dom) - 16:00
  • 17ª rodada - Chapecoense 3–2 Figueirense - 28 de março (Qua) - 21:45
  • 18ª rodada - Avaí 2–2 Chapecoense - 1 de abril (Dom) - 16:00
  • Final - Chapecoense 0–2 Figueirense - 8 de abril (Dom) - 16:00

Transmissões por clubesEditar

Clube 1ª Fase Final Total
Figueirense 9 1 10
Avaí 8 0 8
Chapecoense 6 1 7
Criciúma 6 0 6
Hercílio Luz 2 0 2
Joinville 2 0 2
Inter de Lages 1 0 1

Ver tambémEditar

Notas e referências

Notas

  1. Grizzo comandou o Criciúma interinamente da 6ª à 9ª rodada.[11]
  2. Nasareno Silva comandou o Hercílio Luz interinamente da 12ª à 18ª rodada.[15]

Referências

  1. «Chape anuncia cooperativa de crédito como nova patrocinadora para 2018». Globo Esporte. 10 de janeiro de 2018. Consultado em 13 de janeiro de 2018 
  2. «Federação consegue data, e Catarinense 2018 terá final em jogo único». Jornal de Santa Catarina. 4 de dezembro de 2017. Consultado em 15 de dezembro de 2017 
  3. «Catarinense Série A 2018 será em pontos corridos com possibilidade de final e semifinal em partidas únicas». FCF. 6 de novembro de 2017. Consultado em 6 de novembro de 2017 
  4. «Regulamento Série A 2018» (PDF). FCF. 5 de dezembro de 2017. Consultado em 5 de dezembro de 2017 
  5. «Cadastro Nacional de Estádios de Futebol» (PDF). CBF. Consultado em 17 de outubro de 2017 
  6. «Competições profissionais 2018 - Artilharia». FCF. Consultado em 24 de janeiro de 2018 
  7. «Com hat-trick de Grampola e grande atuação coletiva, Joinville bate o Inter de Lages e sobe na tabela». Globo Esporte. 24 de janeiro de 2018. Consultado em 24 de janeiro de 2017 
  8. a b «Público Campeonato Catarinense 2018». Globo Esporte. 30 de junho de 2017. Consultado em 19 de fevereiro de 2018 
  9. «Brusque anuncia demissão do técnico Picoli». Diário Catarinense. 25 de janeiro de 2018. Consultado em 30 de janeiro de 2018 
  10. «Pingo é o novo técnico do Brusque para o Catarinense 2018». Diário Catarinense. 25 de janeiro de 2018. Consultado em 30 de janeiro de 2018 
  11. «Com Grizzo no comando, Criciúma treina e tem novidades entre os titulares». Diário Catarinense. 16 de novembro de 2017. Consultado em 3 de fevereiro de 2018 
  12. «Lisca pede demissão e Criciúma fica sem técnico». Diário Catarinense. 29 de janeiro de 2018. Consultado em 30 de janeiro de 2018 
  13. «Técnico Argel Fucks chega para dar novo gás ao Criciúma». Diário Catarinense. 23 de fevereiro de 2018. Consultado em 23 de fevereiro de 2018 
  14. «Inter de Lages anuncia Rodrigo Fonseca como novo treinador no Estadual». Diário Catarinense. 28 de fevereiro de 2018. Consultado em 5 de março de 2018 
  15. «Leão do Sul perde para o Inter de Lages em casa». Engeplus. 12 de março de 2018. Consultado em 13 de março de 2018 
  16. «Após nova derrota, técnico Luis Carlos Cruz é demitido do Hercílio Luz». Diário Catarinense. 5 de março de 2018. Consultado em 5 de março de 2018 
  17. «Na zona de rebaixamento, Concórdia anuncia saída do técnico Mauro Ovelha». Diário Catarinense. 12 de março de 2018. Consultado em 13 de março de 2018 
  18. «Treinador emprestado? CBF veta, e Concórdia fica sem Emerson Cris». Globo Esporte. 16 de março de 2018. Consultado em 18 de março de 2018 
  19. «Em noite de premiação, Jorge Henrique é eleito o craque do Catarinense; veja a seleção». GE. 9 de abril de 2018. Consultado em 12 de abril de 2018 

Ligações externasEditar