Campeonato Equatoriano de Futebol de 2019 – Primeira Divisão

A Primeira Divisão do Campeonato Equatoriano de Futebol de 2019, também conhecida como Primera División, Serie A ou LigaPro (oficialmente como LigaPro Banco Pichincha por conta do patrocínio),[1] é a 61.ª temporada da principal divisão do futebol equatoriano e a 1.ª como LigaPro. A liga que conta com a participação de 16 times é organizada pela Liga Profesional de Fútbol del Ecuador (LPFE, ou simplesmente, LigaPro), entidade esportiva independente formada por clubes profissionais e ligada à Federação Equatoriana de Futebol (FEF), órgão máximo do futebol no Equador. A temporada começou em 8 de fevereiro e terminará em 15 de dezembro de 2019. O certame é dividido em duas fases, uma classificatória de pontos corridos e por fim, uma no sistema de "mata-mata" com partidas eliminatórias.[2]

LigaPro
Campeonato Equatoriano de Futebol de 2019
LigaPro Banco Pichincha 2019
Ligaproecuatoriana.jpg
Dados
Participantes 16
Organização LigaPro (FEF)
Anfitrião Equador Equador
Período 8 de fevereiro15 de dezembro de 2019
Promovido(s) Copa Libertadores de 2020
Copa Sul-Americana de 2020
Rebaixado(s) Segunda Divisão de 2020
◄◄ 2018 2020 ►►
Dados até 30 de novembro de 2019.

Regulamento editar

Sistema de disputa editar

A Serie A (ou Primera A) de 2019 é disputada por dezesseis clubes e dividida em duas fases: uma classificatória e uma fase final. A primeira fase ocorre no sistema de pontos corridos com partidas de ida e volta, num total de 30 rodadas. Ao final da fase de pontos corridos, os oitos melhores avançam para a segunda fase do campeonato pelo título, enquanto que os dois piores pontuadores caem direto para a Segunda Divisão de 2020. Em caso de igualdade na pontuação, são critérios de desempate: 1) melhor saldo de gols, 2) mais gols pró, 3) mais gols pró como visitante, 4) confronto direto, 5) sorteio. A fase final (quartas de final, semifinal, final), também denominada play-offs, será disputada em jogos "mata-mata" de ida e volta até ser apurado o campeão equatoriano. Em caso de empate nos pontos e gols pró, paras as quartas de final e semifinal, são critérios de desempate: 1) melhor campanha na fase classificatória; e para as finais: 1) cobrança de pênaltis.[2][3]

Quanto à classificação aos torneios continentais, ao final da temporada, campeão e vice-campeão entram na fase de grupos da Copa Libertadores de 2020, enquanto os dois primeiros times (com exceção do campeão e do vice) da fase classificatória disputam as fases prévias da Copa Libertadores, os três clubes subsequentes se classificam à Copa Sul-Americana de 2020. O campeão da Copa do Equador de 2019, competição organizada pela Federação Equatoriana de Futebol, ficará com a quarta e última vaga para a Copa Sul-Americana de 2020.[2][3]

Participantes editar

Informações dos clubes editar

Equipe[4] Cidade[4] Província[4] Estádio (mando)[5] Capacidade[5] Título (último)[6]
América   Quito   Pichincha Olímpico Atahualpa 38 258 0 (nenhum)
Aucas   Quito   Pichincha Banco del Pacífico Gonzalo Pozo Ripalda 18 799 0 (nenhum)
Barcelona   Guayaquil   Guayas Monumental Banco Pichincha 57 267 15 (último em 2016)
Delfín Manta   Manabí Jocay 18 125 0 (nenhum)
Deportivo Cuenca   Cuenca   Azuay Alejandro Serrano Aguilar Banco del Austro 18 549 1 (em 2014)
El Nacional   Quito   Pichincha Olímpico Atahualpa 38 258 13 (último em 2006)
Emelec   Guayaquil   Guayas Banco del Pacífico-Capwell 39 059 14 (último em 2017)
Fuerza Amarilla   Machala   El Oro 9 de Mayo 16 456 0 (nenhum)
Guayaquil City   Guayaquil   Guayas Christian Benítez Betancourt 10 152 0 (nenhum)
Independiente del Valle Sangolquí   Pichincha General Rumiñahui 7 233 0 (nenhum)
LDU   Quito   Pichincha Estádio Rodrigo Paz Delgado 41 575 11 (atual campeão)
Macará   Ambato   Tungurahua Bellavista 16 467 0 (nenhum)
Mushuc Runa   Ambato   Tungurahua Mushuc Runa COAC 8 200 0 (nenhum)
Olmedo   Riobamba Chimborazo Olímpico de Riobamba 14 400 1 (em 2000)
Técnico Universitario   Ambato   Tungurahua Bellavista 16 467 0 (nenhum)
Universidad Católica   Quito   Pichincha Olímpico Atahualpa 38 258 0 (nenhum)

Fase classificatória editar

A primeira fase começou em 8 de fevereiro e terminou em 3 de novembro. Os oito times mais bem posicionados na tabela de classificação avançaram para a fase final (playoffs) do campeonato, enquanto que os dois últimos colocados foram rebaixados.

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG Classificação ou Rebaixamento
1 Macará 62 30 17 11 2 47 16 +31 Avançam à Fase final
2 Barcelona 55 30 17 4 9 55 38 +17
3 Universidad Católica 53 30 16 5 9 48 29 +19
4 Delfín 53 30 15 8 7 46 33 +13
5 Independiente del Valle 52 30 15 7 8 41 29 +12
6 LDU Quito 49 30 13 10 7 46 30 +16
7 Aucas 49 30 14 7 9 48 44 +4
8 Emelec 46 30 14 4 12 43 30 +13
9 El Nacional[a] 44 30 13 6 11 41 34 +7
10 Deportivo Cuenca[b] 42 30 12 7 11 44 46 −2
11 Olmedo 34 30 9 7 14 34 44 −10
12 Guayaquil City 31 30 8 7 15 35 48 −13
13 Mushuc Runa 30 30 8 6 16 36 58 −22
14 Técnico Universitario 29 30 8 5 17 40 60 −20
15 América de Quito (R) 25 30 6 7 17 26 41 −15 Rebaixados à Segunda Divisão de 2020
16 Fuerza Amarilla[c] (R) 6 30 2 5 23 24 74 −50
Fonte: LigaPro, FEF, CONMEBOL, Soccerway
Regras para classificação: 1) pontos, 2) melhor saldo de gols, 3) mais gols pró, 4) mais gols pró como visitante, 5) confronto direto, 6) sorteio.[2]
(R) Rebaixado.
Notas:
  1. O Nacional foi punido com a perda de 1 ponto devido à não conformidades nas contribuições ao IESS de agosto de 2019.[7]
  2. O Deportivo Cuenca foi punido com a perda de um ponto.[8]
  3. O Fuerza Amarilla foi punido com a perda de cinco pontos.[9][8]

Resultados editar

Casa \ Fora AME AUC BAR DEL CUE NAC EME FAM GUA IDV LDQ MAC MUS OLM TEC CAT
América de Quito 1–1 2–2 1–1 3–0[a] 1–3 1–2 3–0[b] 3–0 1–1 0–1 0–1 0–1 1–1 2–0 1–0
Aucas 3–0 3–4 4–2 1–0 0–0 0–2 2–1 4–2 2–1 2–1 0–0 1–1 1–0 1–0 3–1
Barcelona 4–0 2–1 3–1 6–2 5–2 0–3 2–1 1–0 4–1 1–1 0–2 2–0 2–0 0–1 1–2
Delfín 2–1 4–2 1–2 2–0 1–1 0–0 1–0 0–1 0–1 2–1 1–1 1–0 4–0 4–2 2–1
Deportivo Cuenca 2–0 1–2 1–1 2–3 2–2 1–0 3–0 2–0 3–2 1–0 1–2 3–1 2–1 4–3 1–2
El Nacional 0–1 1–3 1–0 0–1 1–1 1–0 3–0 2–1 4–2 2–2 1–2 2–0 1–1 1–2 0–1
Emelec 3–0[c] 2–1 0–1 0–1 0–1 2–1 1–2 2–1 1–3 1–1 1–0 6–1 3–1 1–0 1–0
Fuerza Amarilla 3–0 3–3 0–3 0–2 2–2 0–4 1–4 0–1 0–1 1–1 0–3 1–2 1–4 2–2 1–2
Guayaquil City 1–1 1–1 0–2 1–3 1–2 0–1 1–0 1–1 0–1 1–0 1–1 4–2 3–0 3–1 2–1
Independiente del Valle 0–0 4–0 3–0 0–0 2–0 1–0 1–0 2–0 2–2 0–1 0–2 2–3 2–1 1–0 2–1
LDU Quito 1–0 0–1 2–0 1–1 2–2 2–0 2–1 5–2 4–0 1–1 1–1 4–0 3–2 0–0 1–5
Macará 1–0 3–0 0–0 1–1 1–1 0–1 2–1 5–1 2–0 1–1 3–0 1–1 1–1 2–0 1–0
Mushuc Runa 2–1 1–2 5–1 2–0 1–1 0–1 0–2 3–0 3–2 0–2 0–4 1–1 1–4 3–4 1–1
Olmedo 1–0 2–1 1–2 2–2 2–1 0–2 3–1 1–0 1–1 1–0 0–2 0–2 1–1 0–2 0–0
Técnico Universitario 3–2 3–2 0–3 1–2 1–2 0–2 2–2 2–1 4–4 1–1 0–2 0–2 3–0 0–3 1–2
Universidad Católica 1–0 1–1 2–1 2–1 2–0 3–1 1–1 6–0 1–0 0–1 0–0 1–3 1–0 2–0 6–2
Fonte: LigaPro, Soccerway
Cores: Azul = vitória do clube mandante; Amarelo = empate; Vermelho = vitória do clube visitante.

Notas:

[a] ^ Partida teve placar de 3 a 0 atribuído em favor do América de Quito devido a suspensão do Deportivo Cuenca pelo FEF.[10]
[b] ^ Partida teve placar de 3 a 0 atribuído em favor do América de Quito devido a suspensão do Fuerza Amarilla pelo FEF.[11]
[c] ^ A partida, que originalmente terminou 0 a 0, teve um placar de 3 a 0 atribuído em favor do Emelec, pois, o América de Quito escalou o jogador Onofre Mejía que estava suspenso.[12] Embora uma decisão do Comitê de Apelações da LigaPro tenha anulado essa decisão e restaurado a pontuação original,[13] em 10 de setembro de 2019, o Tribunal Arbitral do Esporte aceitou o recurso interposto pelo Emelec, restabelecendo o placar de 3 a 0 em favor do clube.[14]

Fase final editar

Tabelão editar

  Quartas de final Semifinais Final
                                         
1 Macará (m.c.) 2 1 3  
8 Emelec 1 2 3  
  1 Macará 1 1 2  
  4 Delfín 2 1 3  
4 Delfín (m.c.) 0 2 2
5 Independiente del Valle 0 2 2  
  4 Delfín (pen) 0 0 0
  6 LDU Quito 0 0 0
2 Barcelona 0 0 0  
7 Aucas 1 0 1  
  6 LDU Quito 3 0 3
  7 Aucas 1 0 1  
3 Universidad Católica 3 0 3
6 LDU Quito 2 2 4  


Quartas de final editar

Equipe 1   Total   Equipe 2   1.º jogo   2.º jogo
Macará 3–3 (m.c.) Emelec 2–1 1–2
Barcelona 0–1 Aucas 0–1 0–0
Universidad Católica 3–4 LDU Quito 3–2 0–2
Delfín 2–2 (m.c.) Independiente del Valle 0–0 2–2

Jogos de ida editar

Jogos de volta editar

Semifinais editar

Equipe 1   Total   Equipe 2   1.º jogo   2.º jogo
Macará 2–3 Delfín 1–2 1–1
LDU Quito 3–1 Aucas 3–1 0–0

Jogos de ida editar

Jogos de volta editar


Finais editar

    Penalidades  
López  
Piñatares  
Cangá  
Noboa  
Garcés  
2 − 1   Alcivar
  Valencia
  Caicedo
  Ayoví
  Martínez
 

Classificação geral editar

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG Classificação
1 Macará (T) 62 30 17 11 2 47 16 +31 Segunda fase da Taça Libertadores de 2020
2 Barcelona (T) 55 30 17 4 9 55 38 +17 Primeira fase da Taça Libertadores de 2020
3 Universidad Católica (X) 53 30 16 5 9 48 29 +19 Primeira fase da Copa Sul-Americana de 2020
4 Delfín (X) 53 30 15 8 7 46 33 +13
5 Independiente del Valle (Q) 52 30 15 7 8 41 29 +12 Fase de grupos da Taça Libertadores de 2020[a]
6 LDU Quito (X) 49 30 13 10 7 46 30 +16 Primeira fase da Copa Sul-Americana de 2020
7 Aucas (X) 49 30 14 7 9 48 44 +4
8 Emelec (X) 46 30 14 4 12 43 30 +13
9 El Nacional[b] (Q) 44 30 13 6 11 41 34 +7 Primeira fase da Copa Sul-Americana de 2020[c]
10 Deportivo Cuenca[d] 42 30 12 7 11 44 46 −2
11 Olmedo 34 30 9 7 14 34 44 −10
12 Guayaquil City 31 30 8 7 15 35 48 −13
13 Mushuc Runa 30 30 8 6 16 36 58 −22
14 Técnico Universitario 29 30 8 5 17 40 60 −20
15 América de Quito 25 30 6 7 17 26 41 −15
16 Fuerza Amarilla[e] 6 30 2 5 23 24 74 −50
Fonte: LigaPro, FEF, CONMEBOL, Soccerway
Regras para classificação: 1) pontos, 2) melhor saldo de gols, 3) mais gols pró, 4) mais gols pró como visitante, 5) confronto direto, 6) sorteio.
(Q) Qualificado para a fase indicada; (T) Qualificado, mas não exatamente para a fase indicada; (X) Assegurado pelo menos na Copa Sul-Americana de 2020.
Notas:
  1. O Independiente del Valle classificou-se para fase de grupos da Taça Libertadores de 2020 como campeão da Copa Sul-Americana de 2019.
  2. O Nacional foi punido com a perda de 1 ponto devido à não conformidades nas contribuições ao IESS de agosto de 2019.[7]
  3. O El Nacional classificou-se para primeira fase da Copa Sul-Americana de 2020 já que os semifinalista da Copa do Equador de 2019 e os oitos primeiros colocados da liga já se classificaram para competições internacionais.
  4. O Deportivo Cuenca foi punido com a perda de um ponto.[8]
  5. O Fuerza Amarilla foi punido com a perda de cinco pontos.[9][8]

Estatísticas editar

Artilharia editar

Gols[19] Jogador Time
19   Luis Amarilla Universidad Católica
18   Raúl Becerra Deportivo Cuenca
17   Michael Estrada Macará
16   Fidel Martínez Barcelona
15   Carlos Garcés Delfín
14   Gonzalo Mastriani Guayaquil
14   Bruno Vides Universidad Católica
12   Rodrigo Aguirre LDU Quito
11   Jonathan Borja El Nacional
10   Muriel Orlando Olmedo

Premiação editar

Campeonato Equatoriano de 2019
Primeira Divisão
 
A definir
Campeão
(?º título)

Notas e referências

Notas

Referências

  1. «Banco Pichincha, nuevo auspiciante de la LigaPro de Ecuador». El Universo (em espanhol). 20 de fevereiro de 2019. Consultado em 10 de agosto de 2019 
  2. a b c d «Liga Pro - Normativa» (PDF). www.ligapro.ec. Consultado em 10 de agosto de 2019 
  3. a b «LigaPro: Así se repartirán los cupos para los torneos internacionales». El Universo (em espanhol). 18 de fevereiro de 2019. Consultado em 10 de agosto de 2019 
  4. a b c «Sitio Oficial de la Federación Ecuatoriana de Fútbol, el portal del fútbol ecuatoriano». www.ecuafutbol.org. Consultado em 10 de agosto de 2019 
  5. a b «Sitio Oficial de la Federación Ecuatoriana de Fútbol, el portal del fútbol ecuatoriano». www.ecuafutbol.org. Consultado em 10 de agosto de 2019 
  6. «Campeões do Equador». www.campeoesdofutebol.com.br. Consultado em 10 de agosto de 2019 
  7. a b «Comunicado oficial: Club Deportivo El Nacional». www.ligapro.ec (em inglês). Consultado em 12 de novembro de 2019 
  8. a b c d «Sanciones a clubes». www.ligapro.ec (em inglês). Consultado em 10 de agosto de 2019 
  9. a b «Comunicado oficial: Clubes Sancionados». ligapro.ec (em inglês). Consultado em 10 de agosto de 2019 
  10. «Comunicado: Suspendido Deportivo Cuenca». www.ligapro.ec (em inglês). Consultado em 12 de novembro de 2019 
  11. «Comunicado: Suspendido Deportivo Cuenca». www.ligapro.ec (em inglês). Consultado em 12 de novembro de 2019 
  12. «Comunicado oficial: América pierde compromiso ante el C.S.Emelec». www.ligapro.ec (em inglês). Consultado em 12 de novembro de 2019 
  13. «Comité de Apelaciones de LigaPro elimina el 3-0 a favor de Emelec contra el CD América». El Universo (em espanhol). 14 de maio de 2019. Consultado em 12 de novembro de 2019 
  14. «El TAS le da la razón a Emelec y le devuelve 2 puntos por el partido ante América». El Universo (em espanhol). 10 de setembro de 2019. Consultado em 12 de novembro de 2019 
  15. «Artilheiros - HTML Center». estadisticas.conmebol.com. Consultado em 12 de agosto de 2019 
  16. «Sitio Oficial de la Federación Ecuatoriana de Fútbol, el portal del fútbol ecuatoriano». www.ecuafutbol.org. Consultado em 10 de agosto de 2019 
  17. «Jogadores - Primera A - Equador - Results, fixtures, tables and news - Soccerway». br.soccerway.com. Consultado em 10 de agosto de 2019 
  18. «Sitio Oficial de la Federación Ecuatoriana de Fútbol, el portal del fútbol ecuatoriano». www.ecuafutbol.org. Consultado em 1 de dezembro de 2019 
  19. «LigaPro Ecuador». www.ligapro.ec. Consultado em 1 de dezembro de 2019 

Ligações externas editar