Campeonato Europeu de Handebol Masculino

Campeonato Europeu de Handebol Masculino
Andebol Handball pictogram.svg
Dados Gerais
Organização União Europeia EHF
Edições 13 (2018)
Outros nomes Europeu
Local de disputa União Europeia Europa
Sistema Pontos Corridos
Eliminatórias
Dados Históricos
Primeiro vencedor Bandeira da Suécia Suécia
Último vencedor Bandeira da Espanha Espanha
Maior vencedor Bandeira da Suécia Suécia (4 títulos)
Handball current event 2.svg Edição atual
Página oficial da competição

O Campeonato Mundial de Handebol (pt-BR) ou Andebol (pt) Masculino é o principal campeonato de andebol entre seleções dos países da EHF. Acontece a cada dois anos desde 1994 e, além de determinar o campeão europeu, serve como qualificação para a Campeonato Mundial e, quadrienalmente, para os Jogos Olímpicos. Os países participantes são escolhidos após uma série de jogos de qualificação.

A Suécia conquistou três das primeiras quatro edições da competição, incluíndo a inaugural. A França triunfou por três vezes enquanto Espanha e Dinamarca triunfaram por duas vezes. Rússia e Alemanha também contam com um título.

A edição de 2018 decorreu na Croáicia e foi ganha pela Espanha após derrotar a Suécia por 29 – 23.

HistóricoEditar

Em 1946, a Federação Internacional de Handebol foi fundada por oito países europeus e desde então outras nações sempre competiram nos campeonatos da mundiais da modalidade, porém as medalhas sempre foram conquistadas por nações europeias.[carece de fontes?] A Federação Europeia de Andebol foi fundada em 1991. Tempos depois, em 1995, o campeonato mundial foi modificado de um evento quadrianual para bianual, e a federação do continente deu início ao seu torneio cujo servia também de qualificatório para o campeonato do mundo.[1]

EdiçõesEditar

CAMPEONATO EUROPEU DE ANDEBOL MASCULINO
Ano Sede Disputa do ouro Disputa do bronze
Campeão Placar Vice-campeão Terceiro lugar Placar Quarto lugar
1994
Detalhes
 
Portugal
 
Suécia
34 – 21  
Rússia
 
Croácia
24 – 23  
Dinamarca
1996
Detalhes
 
Espanha
 
Rússia
23 – 22  
Espanha
 
Iugoslávia
26 – 25  
Suécia
1998
Detalhes
 
Itália
 
Suécia
25 – 23  
Espanha
 
Alemanha
30 – 28
prorrogação
 
Rússia
2000
Detalhes
 
Croácia
 
Suécia
32 – 31  
Rússia
 
Espanha
24 – 23  
França
2002
Detalhes
 
Suécia
 
Suécia
33 – 31  
Alemanha
 
Dinamarca
29 – 22  
Islândia
2004
Detalhes
 
Eslovênia
 
Alemanha
30 – 25  
Eslovênia
 
Dinamarca
31 – 27  
Croácia
2006
Detalhes
 
Suíça
 
França
31 – 23  
Espanha
 
Dinamarca
32 – 27  
Croácia
2008
Detalhes
 
Noruega
 
Dinamarca
24 – 20  
Croácia
 
França
36 – 26  
Alemanha
2010
Detalhes
 
Áustria
 
França
25 – 21  
Croácia
 
Islândia
29 – 26  
Polônia
2012
Detalhes
 
Sérvia
 
Dinamarca
21 – 19  
Sérvia
 
Croácia
31 – 27  
Espanha
2014
Detalhes
 
Dinamarca
 
França
41 – 32  
Dinamarca
 
Espanha
29 – 28  
Croácia
2016
Detalhes
 
Polónia
 
Alemanha
24 – 17  
Espanha
 
Croácia
31–24  
Noruega
2018
Detalhes
 
Croácia
 
Espanha
29 – 23  
Suécia
 
França
32 – 29  
Dinamarca

Conquistas por paísEditar

 Ordem  País        
1   Suécia 4 1 0 5
2   França 3 0 2 5
3   Dinamarca 2 1 3 6
4   Alemanha 2 1 1 4
5   Espanha 1 4 2 7
6   Rússia 1 2 0 3
7   Croácia 0 2 3 5
8   Sérvia 0 1 0 1
8   Eslovênia 0 1 0 1
10   Islândia 0 0 1 1
10   Iugoslávia 0 0 1 1

Ver tambémEditar


Ligações externasEditar

Referências

  1. Erik Eggers (30 de janeiro de 2006). «Handball-Bundesliga diskutiert Reduzierung auf 16 Teams» (em alemão). Spiegel Online. Consultado em 22 de fevereiro de 2014