Copa do Mundo FIFA Sub-17 de 2019

copa do mundo 2024
Copa do Mundo FIFA Sub-17 de 2019
Brasil 2019
Logotipo oficial.
Dados
Participantes 24
Organização FIFA
Anfitrião Brasil
Período 26 de outubro – 17 de novembro
Gol(o)s 177
Partidas 52
Média 3,4 gol(o)s por partida
Campeão Brasil (4º título)
Vice-campeão México
3.º colocado França
4.º colocado Países Baixos
Melhor marcador Países Baixos Sontje Hansen – 6 gols
Melhor ataque (fase inicial) 9 gols:
Melhor defesa (fase inicial) Japão – nenhum gol
Maior goleada
(diferença)
México 8–0 Ilhas Salomão
Estádio Kleber AndradeCariacica
3 de novembro, Grupo F
Público 174 603
Média 3 357,8 pessoas por partida
Premiações
Melhor jogador
Brasil Gabriel Veron
Melhor goleiro Brasil Matheus Donelli
Fair play Equador
◄◄ Índia 2017 Soccerball.svg 2021 Peru ►►

A Copa do Mundo FIFA Sub-17 de 2019 foi a décima oitava edição da competição organizada pela Federação Internacional de Futebol (FIFA). Foi disputada no Brasil entre os dias 26 de outubro a 17 de novembro.[1]

O evento iria se realizar no Peru entre 5 e 27 de outubro, o que seria a segunda vez que o país receberia o torneio da categoria desde 2005.[2] No entanto em 22 de fevereiro de 2019 a Federação Peruana de Futebol anunciou sua desistência em sediar a competição por não conseguir cumprir com todos os requisitos exigidos pela FIFA.[3] O conselho da FIFA anunciou em 15 de março de 2019 o Brasil como substituto, marcando a primeira vez que o país recebeu uma edição da categoria.[4]

A Inglaterra era a atual campeã da categoria, mas não se classificou para defender o título. Na final, o Brasil derrotou o México por 2–1 e conquistou o título pela quarta vez, o primeiro desde 2003.[5]

CandidaturaEditar

O processo de candidatura para sediar a Copa do Mundo Sub-20 da FIFA 2019 e a Copa do Mundo Sub-17 de 2019 foi lançado pela FIFA em junho de 2017. Abaixo estão os dois únicos países a apresentarem a sua candidatura para o mundial sub-17:[6]

Em 8 de março de 2018, Ruanda anunciou a retirada de sua candidatura devido a diversas falhas em seu projeto e a insuficiência de fundos para a execução do mesmo.[9] Com isso a FIFA acabou proclamando a candidatura peruana como vencedora em 18 de março de 2018, durante um encontro executivo da entidade em Bogotá, na Colômbia.[10]

Com a desistência do Peru em 22 de fevereiro de 2019, a FIFA anunciou a transferência do torneio para um novo país sede.[11] No mesmo dia, a secretária-geral da FIFA, a senegalesa Fatma Samoura enviou uma carta para a Confederação Brasileira de Futebol para checar se o país teria interesse em sediar a competição, sendo prontamente aceito. A Confederação Sul-Americana de Futebol também reforçou a ideia, já que o país estava na fase final de preparação para a Copa América de 2019, que foi disputada entre 14 de junho a 7 de julho do mesmo ano. A indicação do Brasil se refletiu no fato do país ser o único em condições para sediar o evento de última hora.[12] A nova sede foi confirmada no conselho da FIFA em 15 de março de 2019.[4]

QualificaçãoEditar

Um total de 24 equipes participaram do torneio final. Além do país sede, que se qualificou automaticamente, outras 23 equipes se classificaram em seis competições continentais separadas.[13]

Confederação Torneio qualificatório Classificado(s)
AFC (Ásia) Campeonato Asiático Sub-16 de 2018   Japão
  Tajiquistão
  Coreia do Sul
  Austrália
CAF (África) Campeonato Africano Sub-17 de 2019   Camarões
  Angola
  Nigéria
  Senegal[a]
CONCACAF (América do Norte, Central e Caribe) Campeonato da CONCACAF Sub-17 de 2019   México
  Estados Unidos
  Haiti
  Canadá
CONMEBOL (América do Sul) Campeonato Sul-Americano Sub-17 de 2019   Argentina
  Chile
  Paraguai
  Equador
OFC (Oceania) Campeonato Sub-16 da OFC de 2018   Nova Zelândia
  Ilhas Salomão[b]
UEFA (Europa) Campeonato Europeu Sub-17 de 2019   Países Baixos
  Itália
  França
  Espanha
  Hungria
Anfitrião   Brasil

SedesEditar

Lima, Piura, Tacna e Trujillo foram indicados pela Federação Peruana de Futebol para sediar originalmente o torneio. Chiclayo, Ica, Tarapoto e Chimbote também seriam sedes, mas, diante da desistência peruana e da designação do Brasil como país sede, se iniciou uma corrida sobre novos cenários para abrigar a competição de base.

A CBF e a FIFA pretendiam que o torneio fosse realizado em uma única região do país, podendo privilegiar estádios em regiões mais distantes do eixo Rio-São Paulo.[14][15] Com isso, cidades do Centro-Oeste, Norte e Nordeste manifestaram formalmente o interesse em receber o evento, entre elas: Brasília,[15] Cuiabá,[14] Manaus,[16] Natal,[17] e Recife.[18] Em 3 de junho de 2019, o Comitê Organizador Local divulgou que as cidades sedes da competição seriam Cariacica, Gama e Goiânia.[19]

A escolha do Espírito Santo, Goiás e o Distrito Federal foi uma opção estratégica encontrada para fortalecer o futebol nesses estados que não contam com times na elite do futebol brasileiro, com exceção de Goiás, que é representado pelo Goiás Esporte Clube na Série A. Além disso, ao aceitar receber a competição, a CBF solicitou a não utilização de estádios usados pelos times nos campeonatos nacionais, cabendo aos organizadores a escolha de espaços alternativos.[19]

A principal sede do evento foi o Estádio Bezerrão, no Gama, sendo o palco da abertura e final. O Estádio Kleber Andrade, em Cariacica, e os estádios Olímpico e da Serrinha, em Goiânia, completaram as sedes do torneio. Inicialmente o Estádio Mané Garrincha, em Brasília, foi anunciado como uma das sedes, mas acabou descartado.[20][21]

Copa do Mundo FIFA Sub-17 de 2019 (Brasil)
Gama Cariacica
Estádio Bezerrão Estádio Kleber Andrade
Capacidade: 20 310 Capacidade: 21 000
   
Goiânia
Estádio Olímpico Estádio da Serrinha
Capacidade: 13 500 Capacidade: 9 900
   

ArbitragemEditar

Esta é a lista de árbitros e assistentes que atuaram no torneio:[22]

Confederação Árbitros Assistentes Árbitros de vídeo Árbitros reservas
AFC  QAT Khamis Al-Marri  QAT Mohammad Dharman
 QAT Ramzan Al-Naemi
 UAE Yaqoub Al-Hammadi
 QAT Abdulla Ali Al-Marri
 JPN Hiroyuki Kimura
 KOR Ko Hyung-jin
 AUS Chris Beath  AUS Anton Shchetinin
 AUS Ashley Beecham
 CHN Ma Ning  CHN Xiang Shi
 CHN Yi Cao
CAF  RSA Victor Gomes  LES Souru Phatsoane
 MAD Lionel Hasinjarasoa Andrianantenaina
 KEN Peter Waweru
 MAR Redouane Jiyed  MAR Lahcen Azgaou
 MAR Mustaph Akerkad
 EGY Omar Mohammed Amin  LBY Attia Amsaeed
 SUD Abdallah Ibrahim Mohammed
CONCACAF  SLV Iván Barton  SLV David Morán
 SUR Zachari Zeegelaar
 MEX Quetzalli Alvarado
 CAN Drew Fischer
 USA Armando Villarreal
 CRC Juan Gabriel Calderón
 GUA Mario Escobar  GUA Humberto Panjoj
 JAM Nicholas Andersson
 MEX Adonai Escobedo  CRC William Arrieta
 CAN Micheal Barwegen
CONMEBOL  PAR Mario Díaz de Vivar  PAR Milcíades Saldívar
 PAR Roberto Cañete
 ARG Germán Delfino
 COL Nicolás Gallo
 CHI Piero Maza
 BRA Bráulio Machado
 BRA Edina Alves Batista
 BOL Ivo Méndez
 ECU Guillermo Guerrero  ECU Juan Macías
 ECU Ricardo Baren
 PER Diego Haro  PER Víctor Ráez
 PER Michael Orué
 COL Andrés Rojas  COL Dionisio Ruiz
 COL John Alexander León
 URU Claudia Umpiérrez  URU Luciana Mascaraña
 ECU Mónica Amboya
OFC  NZL Nick Waldron  NZL Isaac Trevis
 VAN Jeremy Garae
UEFA  SWE Andreas Ekberg  SWE Mehmet Culum
 SWE Stefan Hallberg
 POR Luís Godinho
 ESP Ricardo de Burgos
 ITA Marco Di Bello
 POL Bartosz Frankowski
 NED Dennis Higler
 POL Paweł Raczkowski
 ENG Craig Pawson
 GER Bibiana Steinhaus
 SRB Srđan Jovanović  SRB Uros Stojković
 SRB Milan Mihajlović
 BUL Georgi Kabakov  BUL Martin Margaritov
 BUL Diyan Valkov
 ROU István Kovács  ROU Vasile Marinescu
 ROU Mihai Artene
 LVA Andris Treimanis  LVA Haralds Gudermanis
 LVA Aleksejs Spasjonnikovs

SorteioEditar

O sorteio foi realizado no dia 11 de julho de 2019 na sede da FIFA em Zurique, na Suíça.[1]

As 24 seleções classificadas foram divididas em quatro potes de acordo com um ranking baseado na performance das últimas cinco edições do mundial sub-17, definido da seguinte maneira:[23]

Pote 1 Pote 2 Pote 3 Pote 4
  Brasil (Grupo A)
  México
  Nigéria
  França
  Japão
  Espanha
  Argentina
  Estados Unidos
  Nova Zelândia
  Paraguai
  Equador
  Coreia do Sul
  Itália
  Camarões
  Austrália
  Chile
  Canadá
  Países Baixos
  Angola
  Haiti
  Hungria
  Senegal
  Ilhas Salomão
  Tajiquistão

Fase de gruposEditar

A tabela de jogos foi anunciada pela FIFA em 10 de julho, um dia antes do sorteio oficial.[24][25]

Equipes classificadas às oitavas de final
Equipes classificadas como melhores terceiros colocados
Equipes eliminadas

Todas as partidas seguiram o fuso horário local (UTC−3).

Grupo AEditar

Pos. Seleção P J V E D GP GC SG
1   Brasil 9 3 3 0 0 9 1 +8
2   Angola 6 3 2 0 1 4 4 0
3   Nova Zelândia 3 3 1 0 2 2 5 –3
4   Canadá 0 3 0 0 3 2 7 –5
26 de outubro Brasil   4 – 1   Canadá Estádio Bezerrão, Gama
17:00
Peglow   17',   46'
Franklin   45+1' (g.c.)
Veron   56'
Relatório Russell-Rowe   86' Público: 11 468
Árbitro:  SRB Srđan Jovanović
26 de outubro Nova Zelândia   1 – 2   Angola Estádio Bezerrão, Gama
20:00
Garbett   54' Relatório Zini   6'
Bark   60' (g.c.)
Público: 553
Árbitro:  CHN Ma Ning

29 de outubro Angola   2 – 1   Canadá Estádio Bezerrão, Gama
17:00
Zini   31'
David   90+4'
Relatório Russell-Rowe   49' Público: 1 232
Árbitro:  URU Claudia Umpiérrez
29 de outubro Brasil   3 – 0   Nova Zelândia Estádio Bezerrão, Gama
20:00
Kaio Jorge   20'
Talles Magno   81'
Diego   90+1'
Relatório Público: 14 158
Árbitro:  GUA Mario Escobar

1 de novembro Canadá   0 – 1   Nova Zelândia Estádio Bezerrão, Gama
20:00
Relatório Garbett   27' Público: 1 154
Árbitro:  PAR Mario Díaz de Vivar
1 de novembro Angola   0 – 2   Brasil Estádio Olímpico, Goiânia
20:00
Relatório Talles Magno   68'
Veron   77'
Público: 8 203
Árbitro:  SWE Andreas Ekberg

Grupo BEditar

Pos. Seleção P J V E D GP GC SG
1   Nigéria 6 3 2 0 1 8 6 +2
2   Equador 6 3 2 0 1 7 6 +1
3   Austrália 4 3 1 1 1 5 5 0
4   Hungria 1 3 0 1 2 6 9 −3
26 de outubro Nigéria   4 – 2   Hungria Estádio Olímpico, Goiânia
17:00
Tijani   20' (pen),   85'
Ibrahim   79'
Adeniyi   81'
Relatório Komáromi   3'
Major   28'
Público: 944
Árbitro:  PER Diego Haro
26 de outubro Equador   2 – 1   Austrália Estádio Olímpico, Goiânia
20:00
Plúas   4'
Mlinaric   9' (g.c.)
Relatório Botic   90' Público: 337
Árbitro:  SWE Andreas Ekberg

29 de outubro Nigéria   3 – 2   Equador Estádio Olímpico, Goiânia
17:00
Saïd   5',   85',   89' Relatório Jinadu   10' (g.c.)
Mina   56' (pen)
Público: 311
Árbitro:  QAT Khamis Al-Marri
29 de outubro Austrália   2 – 2   Hungria Estádio Olímpico, Goiânia
20:00
Botic   69' (pen)
Watts   74'
Relatório Baráth   14'
Zuigeber   20' (pen)
Público: 233
Árbitro:  EGY Omar Mohammed Amin

1 de novembro Austrália   2 – 1   Nigéria Estádio Bezerrão, Gama
17:00
Botic   13',   54' (pen) Relatório Olawale   21' Público: 851
Árbitro:  ROU István Kovács
1 de novembro Hungria   2 – 3   Equador Estádio Olímpico, Goiânia
17:00
Németh   50',   73' Relatório Vite   66'
Mercado   68'
Mina   86'
Público: 890
Árbitro:  CHN Ma Ning

Grupo CEditar

Pos. Seleção P J V E D GP GC SG
1   França 9 3 3 0 0 7 1 +6
2   Coreia do Sul 6 3 2 0 1 5 5 0
3   Chile 3 3 1 0 2 5 6 −1
4   Haiti 0 3 0 0 3 3 8 −5
27 de outubro França   2 – 0   Chile Estádio da Serrinha, Goiânia
17:00
Agoumé   63' (pen)
Lihadji   64'
Relatório Público: 1 469
Árbitro:  SLV Iván Barton
27 de outubro Coreia do Sul   2 – 1   Haiti Estádio da Serrinha, Goiânia
20:00
Eom Ji-sung   26'
Choi Min-seo   41'
Relatório Sainte   88' Público: 1 433
Árbitro:  RSA Victor Gomes

30 de outubro Coreia do Sul   1 – 3   França Estádio da Serrinha, Goiânia
17:00
Jeong Sang-bin   89' Relatório Kalimuendo   17'
Pembele   42'
Lihadji   78'
Público: 696
Árbitro:  MEX Adonai Escobedo
30 de outubro Chile   4 – 2   Haiti Estádio da Serrinha, Goiânia
20:00
Rojas   11'
Ceneus   45' (g.c.)
Tapia   52'
Tati   89'
Relatório Jeanty   37' (pen)
Jolicoeur   55'
Público: 759
Árbitro:  LVA Andris Treimanis

2 de novembro Haiti   0 – 2   França Estádio da Serrinha, Goiânia
17:00
Relatório Rutter   78' (pen),   79' Público: 1 016
Árbitro:  NZL Nick Waldron
2 de novembro Chile   1 – 2   Coreia do Sul Estádio Kleber Andrade, Cariacica
17:00
Oroz   41' Relatório Paik Sang-hoon   1'
Hong Sung-wook   30'
Público: 4 686
Árbitro:  BUL Georgi Kabakov

Grupo DEditar

Pos. Seleção P J V E D GP GC SG
1   Japão 7 3 2 1 0 4 0 +4
2   Senegal 6 3 2 0 1 7 3 +4
3   Países Baixos 3 3 1 0 2 5 6 −1
4   Estados Unidos 1 3 0 1 2 1 8 −7
27 de outubro Estados Unidos   1 – 4   Senegal Estádio Kleber Andrade, Cariacica
17:00
Busio   3' Relatório S. Faye   45+3'
Balde   72'
A. Faye   76'
Sarr   88'
Público: 4 266
Árbitro:  ROU István Kovács
27 de outubro Japão   3 – 0   Países Baixos Estádio Kleber Andrade, Cariacica
20:00
Wakatsuki   36',   69'
Nishikawa   77' (pen)
Relatório Público: 5 125
Árbitro:  PAR Mario Díaz de Vivar

30 de outubro Países Baixos   1 – 3   Senegal Estádio Kleber Andrade, Cariacica
17:00
Bannis   10' Relatório Sarr   46',   87' (pen)
Balde   90+5'
Público: 2 492
Árbitro:  COL Andrés Rojas
30 de outubro Estados Unidos   0 – 0   Japão Estádio Kleber Andrade, Cariacica
20:00
Relatório Público: 3 878
Árbitro:  ECU Guillermo Guerrero

2 de novembro Países Baixos   4 – 0   Estados Unidos Estádio da Serrinha, Goiânia
20:00
Hansen   42',   51'
Taabouni   70'
Braaf   86'
Relatório Público: 1 305
Árbitro:  EGY Omar Mohammed Amin
2 de novembro Senegal   0 – 1   Japão Estádio Kleber Andrade, Cariacica
20:00
Relatório Nishikawa   83' Público: 5 984
Árbitro:  URU Claudia Umpiérrez

Grupo EEditar

Pos. Seleção P J V E D GP GC SG
1   Espanha 7 3 2 1 0 7 1 +6
2   Argentina 7 3 2 1 0 6 2 +4
3   Tajiquistão 3 3 1 0 2 3 8 −5
4   Camarões 0 3 0 0 3 1 6 −5
28 de outubro Espanha   0 – 0   Argentina Estádio Kleber Andrade, Cariacica
17:00
Relatório Público: 6 845
Árbitro:  AUS Chris Beath
28 de outubro Tajiquistão   1 – 0   Camarões Estádio Kleber Andrade, Cariacica
20:00
Rahmatov   51' (pen) Relatório Público: 5 934
Árbitro:  NZL Nick Waldron

31 de outubro Espanha   5 – 1   Tajiquistão Estádio Kleber Andrade, Cariacica
17:00
Valera   4'
Navarro   20',   64'
Moreno   35'
Larrubia   45+1'
Relatório Carrillo   37' (g.c.) Público: 1 589
Árbitro:  SLV Iván Barton
31 de outubro Camarões   1 – 3   Argentina Estádio Kleber Andrade, Cariacica
20:00
Bere   10' Relatório Flores   58'
Krilanovich   63'
Godoy   88'
Público: 3 521
Árbitro:  SRB Srđan Jovanović

3 de novembro Camarões   0 – 2   Espanha Estádio Bezerrão, Gama
17:00
Relatório Escobar   21'
Ilaix   42'
Público: 1 415
Árbitro:  MEX Adonai Escobedo
3 de novembro Argentina   3 – 1   Tajiquistão Estádio Kleber Andrade, Cariacica
17:00
Orozco   38',   78'
Godoy   89'
Relatório Soirov   81' (pen) Público: 3 419
Árbitro:  MAR Redouane Jiyed

Grupo FEditar

Pos. Seleção P J V E D GP GC SG
1   Paraguai 7 3 2 1 0 9 1 +8
2   Itália 6 3 2 0 1 8 3 +5
3   México 4 3 1 1 1 9 2 +7
4   Ilhas Salomão 0 3 0 0 3 0 20 −20
28 de outubro Ilhas Salomão   0 – 5   Itália Estádio Bezerrão, Gama
17:00
Relatório Gnonto   24',   34'
Cudrig   29'
Tongya   75'
Capone   81'
Público: 859
Árbitro:  MAR Redouane Jiyed
28 de outubro Paraguai   0 – 0   México Estádio Bezerrão, Gama
20:00
Relatório Público: 710
Árbitro:  BUL Georgi Kabakov

31 de outubro Ilhas Salomão   0 – 7   Paraguai Estádio Bezerrão, Gama
17:00
Relatório Noguera   3'
Segovia   43'
Torres   65',   89'
Presentado   68'
Barrios   78'
D. Duarte   88'
Público: 571
Árbitro:  RSA Victor Gomes
31 de outubro México   1 – 2   Itália Estádio Bezerrão, Gama
20:00
Álvarez   90+2' Relatório Gnonto   74'
Udogie   90+4'
Público: 1 611
Árbitro:  PER Diego Haro

3 de novembro Itália   1 – 2   Paraguai Estádio Bezerrão, Gama
20:00
Pirola   3' Relatório D. Duarte   37'
Quiñónez   52'
Público: 824
Árbitro:  QAT Khamis Al-Marri
3 de novembro México   8 – 0   Ilhas Salomão Estádio Kleber Andrade, Cariacica
20:00
Álvarez   2',   63'
A. Gómez   33',   80'
Puente   44'
Luna   58',   90'
Ávila   72'
Relatório Público: 1 916
Árbitro:  COL Andrés Rojas

Melhores terceiros classificadosEditar

As melhores quatro seleções terceiro colocadas nos grupos também avançam para as oitavas de final.

Pos. Seleção P J V E D GP GC SG Grupo
1   México 4 3 1 1 1 9 2 +7 F
2   Austrália 4 3 1 1 1 5 5 0 B
3   Chile 3 3 1 0 2 5 6 −1 C
4   Países Baixos 3 3 1 0 2 5 6 −1 D
5   Nova Zelândia 3 3 1 0 2 2 5 –3 A
6   Tajiquistão 3 3 1 0 2 3 8 −5 E

Fase finalEditar

EsquemaEditar

Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
                           
5 de novembro – Goiânia (Olímpico)            
   Angola  0
10 de novembro – Cariacica
   Coreia do Sul  1  
   Coreia do Sul  0
6 de novembro – Gama
     México  1  
   Japão  0
14 de novembro – Gama
   México  2  
   México (pen)  1 (4)
5 de novembro – Goiânia (Olímpico)
     Países Baixos  1 (3)  
   Nigéria  1
10 de novembro – Cariacica
   Países Baixos  3  
   Países Baixos  4
7 de novembro – Cariacica
     Paraguai  1  
   Paraguai  3
17 de novembro – Gama
   Argentina  2  
   México  1
6 de novembro – Goiânia (Serrinha)
     Brasil  2
   Espanha  2
11 de novembro – Goiânia (Olímpico)
   Senegal  1  
   Espanha  1
6 de novembro – Goiânia (Serrinha)
     França  6  
   França  4
14 de novembro – Gama
   Austrália  0  
   França  2
7 de novembro – Cariacica
     Brasil  3   Terceiro lugar
   Equador  0
11 de novembro – Goiânia (Olímpico) 17 de novembro – Gama
   Itália  1  
   Itália  0    Países Baixos  1
6 de novembro – Gama
     Brasil  2      França  3
   Brasil  3
   Chile  2  

Oitavas de finalEditar

5 de novembro Angola   0 – 1   Coreia do Sul Estádio Olímpico, Goiânia
16:30
Relatório Choi Min-seo   33' Público: 390
Árbitro:  SRB Srđan Jovanović

5 de novembro Nigéria   1 – 3   Países Baixos Estádio Olímpico, Goiânia
20:00
Olusegun   12' Relatório Hansen   4',   15',   80' (pen) Público: 664
Árbitro:  GUA Mario Escobar

6 de novembro Espanha   2 – 1   Senegal Estádio da Serrinha, Goiânia
16:30
Navarro   27'
Valera   59'
Relatório S. Faye   85' Público: 483
Árbitro:  ECU Guillermo Guerrero

6 de novembro Japão   0 – 2   México Estádio Bezerrão, Gama
16:30
Relatório Pizzuto   57'
Muñóz   74'
Público: 545
Árbitro:  EGY Omar Mohammed Amin

6 de novembro Brasil   3 – 2   Chile Estádio Bezerrão, Gama
20:00
Kaio Jorge   8',   45+2' (pen)
Diego   65'
Relatório Cruz   25',   41' Público: 12 534
Árbitro:  LVA Andris Treimanis

6 de novembro França   4 – 0   Austrália Estádio da Serrinha, Goiânia
20:00
Mbuku   6',   74',   82'
Millot   87'
Relatório Público: 814
Árbitro:  URU Claudia Umpiérrez

7 de novembro Equador   0 – 1   Itália Estádio Kleber Andrade, Cariacica
16:30
Relatório Oristanio   76' Público: 2 014
Árbitro:  AUS Chris Beath

7 de novembro Paraguai   3 – 2   Argentina Estádio Kleber Andrade, Cariacica
20:00
Cano   58' (g.c.)
Torres   73'
D. Duarte   86'
Relatório Zeballos   27'
Godoy   42'
Público: 3 957
Árbitro:  BUL Georgi Kabakov

Quartas de finalEditar

10 de novembro Países Baixos   4 – 1   Paraguai Estádio Kleber Andrade, Cariacica
16:30
Hoever   30'
Hansen   40'
Braaf   78'
Ünüvar   86'
Relatório D. Duarte   45+1' Público: 5 882
Árbitro:  QAT Khamis Al-Marri

10 de novembro Coreia do Sul   0 – 1   México Estádio Kleber Andrade, Cariacica
20:00
Relatório Ávila   77' Público: 5 087
Árbitro:  PER Diego Haro

11 de novembro Espanha   1 – 6   França Estádio Olímpico, Goiânia
16:30
Valera   9' Relatório Kouassi   21'
Mbuku   36'
Lihadji   46'
Pembele   54'
Rutter   59'
Aouchiche   90+3'
Público: 1 049
Árbitro:  ROU István Kovács

11 de novembro Itália   0 – 2   Brasil Estádio Olímpico, Goiânia
20:00
Relatório Patryck   6'
Peglow   40'
Público: 8 743
Árbitro:  MEX Adonai Escobedo

SemifinaisEditar

14 de novembro México   1 – 1   Países Baixos Estádio Bezerrão, Gama
16:30
Álvarez   79' Relatório Regeer   74' Público: 1 122
Árbitro:  ECU Guillermo Guerrero
    Penalidades  
Álvarez  
Muñoz  
A. Gómez  
Pizzuto  
J. Gómez  
Guzmán  
4 – 3   Maatsen
  Ünüvar
  Taabouni
  Braaf
  Hansen
  Regeer
 

14 de novembro França   2 – 3   Brasil Estádio Bezerrão, Gama
20:00
Kalimuendo   7'
Mbuku   13'
Relatório Kaio Jorge   62'
Veron   76'
Lázaro   89'
Público: 13 587
Árbitro:  SLV Iván Barton

Disputa pelo terceiro lugarEditar

17 de novembro Países Baixos   1 – 3   França Estádio Bezerrão, Gama
15:00
Taabouni   15' Relatório Kalimuendo   22',   54',   62' Público: 1 232
Árbitro:  SWE Andreas Ekberg

FinalEditar

17 de novembro México   1 – 2   Brasil Estádio Bezerrão, Gama
19:00
González   66' Relatório Kaio Jorge   84' (pen)
Lázaro   90+3'
Público: 13 843
Árbitro:  LVA Andris Treimanis

PremiaçãoEditar

Copa do Mundo FIFA Sub-17 de 2019
 
BRASIL
Campeão
(4º título)

Os seguintes prêmios individuais foram atribuídos após a conclusão do torneio. Com exceção do Troféu FIFA Fair Play, todos são patrocinados pela Adidas:[26]

Chuteira de Ouro Chuteira de Prata Chuteira de Bronze
 NED Sontje Hansen  FRA Nathanaël Mbuku  BRA Kaio Jorge
Bola de Ouro Bola de Prata Bola de Bronze
 BRA Gabriel Veron  FRA Adil Aouchiche  MEX Eugenio Pizzuto
Luva de Ouro
 BRA Matheus Donelli
Troféu FIFA Fair Play
  Equador

ArtilhariaEditar

6 gols (1)
5 gols (3)
4 gols (3)
3 gols (11)
2 gols (22)
1 gol (60)
Gols contra (7)

NotasEditar

  • A. ^ Originalmente a Guiné terminou em segundo lugar no Campeonato da CAF, mas foi desclassificada por utilização de jogador com idades falsificadas durante o torneio. Senegal foi indicado como substituto por ter ficado atrás da Guiné na fase de grupos.[27]
  • B. ^ Originalmente as Ilhas Salomão terminaram em segundo lugar no Campeonato da OFC, mas foram desclassificadas por utilizar um jogador irregular durante o torneio.[28] A Federação de Futebol das Ilhas Salomão apelou da decisão no comitê executivo da OFC após comprovação de que o jogador estava regularizado para participar do torneio continental.[29]

Referências

  1. a b «FIFA U-17 World Cup Brazil 2019 to kick off on 26 October» (em inglês). FIFA. 1 de junho de 2019. Consultado em 6 de junho de 2019 
  2. «FIFA Council decides on key steps for the future of international competitions» (em inglês). FIFA. 16 de Março de 2018 
  3. «Update on the FIFA U-17 World Cup 2019» (em inglês). FIFA. 22 de fevereiro de 2019. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  4. a b «FIFA Council decides on key steps for upcoming international tournaments» (em inglês). FIFA. 15 de março de 2019. Consultado em 15 de março de 2019 
  5. «É tetra! Estrela de Lázaro brilha novamente, Brasil vira sobre o México e é campeão do Mundial Sub-17». GloboEsporte.com. 17 de novembro de 2019. Consultado em 18 de novembro de 2019 
  6. «Bidding for the following FIFA World Cups: FIFA U-17 World Cup 2019 and FIFA U-20 World Cup 2019» (PDF) (em inglês). FIFA. 7 de junho de 2017 
  7. «FPF propone a la FIFA ser sede del Mundial juvenil Sub 17» (em espanhol). CONMEBOL. 13 de março de 2018 
  8. «Rwanda Applies to Host U-17 World Cup» (em inglês). KTPress. 28 de julho de 2017 
  9. «Rwanda withdraws bid to host the 2019 U-17 World Cup» (em inglês). BBC. 9 de março de 2018 
  10. «El Consejo de la FIFA adopta decisiones trascendentales para el futuro de las competiciones internacionales» (em espanhol). FIFA. 16 de março de 2018 
  11. «FIFA strips Peru of U17 World Cup hosting rights» (em inglês). Sky Sports. 23 de Fevereiro de 2019. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  12. «Fifa retira Mundial Sub-17 do Peru, e Brasil vai sediar a competição este ano». GloboEsporte.com. 23 de fevereiro de 2019 
  13. «FIFA U-17 World Cup Peru 2019 – slot allocation and tournament dates» (PDF) (em inglês). FIFA.com. 14 de Junho de 2018 
  14. a b O Globo (15 de março de 2019). «Fifa aprova Brasil como sede do Mundial Sub-17 neste ano». Consultado em 8 de maio de 2019 
  15. a b Futebol Latino (3 de abril de 2019). «CBF cogita organizar Mundial Sub-17 em uma única região do país». Consultado em 8 de maio de 2019 
  16. Antônio Barros Jr. (15 de março de 2019). «Manaus se candidata para ser cidade-sede do Mundial Sub-17». D24am. Consultado em 8 de maio de 2019 
  17. Tribuna do Norte (17 de março de 2019). «FNF Lançará Natal Como Sede da Copa do Mundo Sub-17». Consultado em 8 de maio de 2019 
  18. Diário de Pernambuco (5 de abril de 2019). «Arena de Pernambuco quer receber jogos do Mundial sub-17 de futebol». Consultado em 8 de maio de 2019 
  19. a b «Brasília, Goiânia e Cariacica-ES serão as sedes da Copa do Mundo Sub-17». GloboEsporte.com. Consultado em 3 de julho de 2019 
  20. «Fifa define os quatro estádios que receberão os jogos do Mundial Sub-17 do Brasil». GloboEsporte.com. Consultado em 9 de julho de 2019 
  21. «Mané Garrincha fica fora do Mundial sub-17, e Bezerrão sediará final e abertura». Extra Online. Consultado em 9 de julho de 2019 
  22. «List of appointed FIFA Match Officials» (PDF) (em inglês). FIFA. 9 de abril de 2019. Consultado em 21 de agosto de 2019 
  23. «All you need to know about the Brazil 2019 draw» (em inglês). FIFA. 10 de julho de 2019. Consultado em 10 de julho de 2019 
  24. «Four venues appointed for historic FIFA U-17 World Cup Brazil 2019» (em inglês). FIFA. 10 de julho de 2019. Consultado em 10 de julho de 2019 
  25. «FIFA U-17 World Cup Brazil 2019 – Match schedule» (PDF) (em inglês). FIFA. 10 de julho de 2019. Consultado em 10 de julho de 2019 
  26. «Brazilians headline list of award winners» (em inglês). FIFA. 18 de novembro de 2019. Consultado em 18 de novembro de 2019 
  27. «Guinea found guilty of age-cheating and disqualified from U-17 World Cup» (em inglês). BBC. 18 de maio de 2019. Consultado em 20 de maio de 2019 
  28. «OFC Disciplinary Committee releases decision on eligibility» (em inglês). OFC. 16 de fevereiro de 2019. Consultado em 10 de maio de 2019 
  29. «Solomon Islands player eligibility appeal upheld» (em inglês). OFC. 4 de maio de 2019. Consultado em 10 de maio de 2019 

Ligações externasEditar