Abrir menu principal

Campeonato Mundial de Handebol Feminino de 2011

XX Mundial Feminino de Handebol
Brasil 2011
Handebol Handball pictogram.svg
Informações gerais
País-sede  Brasil
Locais São Paulo
Santos
Barueri
São Bernardo do Campo
Organizador IHF
Sítio eletrônico handballbrazil2011.com
Período 2 a 18 de dezembro
Participantes 24
Premiações
Campeão Bandeira da Noruega Noruega (2º título)
Vice-campeão Bandeira da França França
Estatísticas
Artilheiro(a) Brasil Alexandra Nascimento (57 gols)
Número de jogos 88
Gols marcados 4643 (52.76 por partida)
◄◄ China 2009 China Handball.svg Sérvia Sérvia 2013 ►►

O Campeonato Mundial de Handebol/Andebol Feminino de 2011 foi a 20ª edição do principal evento organizado pela Federação Internacional de Handebol (IHF) e realizada entre 2 e 18 de dezembro, no Brasil. Foi o terceiro campeonato mundial organizado fora da Europa, depois da Coreia do Sul em 1990 e da China em 2009 e o primeiro no continente americano.

SedesEditar

O Brasil foi designado pela IHF como sede do mundial feminino em fevereiro de 2009, após ser o único país a apresentar candidatura.[1] Inicialmente, o mundial seria realizado em Santa Catarina, mas como o estado não apresentou as garantias necessárias para a realização do evento, foi movido para São Paulo.[2]

Quatro cidades foram selecionadas como sede: São Paulo, São Bernardo do Campo, Santos e Barueri.[3]

São Paulo São Bernardo do Campo
Ginásio do Ibirapuera Ginásio Adib Moyses Dib
Capacidade: 11 000 Capacidade: 7 000
Santos Barueri
Arena Santos Ginásio José Corrêa
Capacidade: 5 000 Capacidade: 5 000

Equipes qualificadasEditar

Um total de 24 seleções nacionais obtiveram qualificação para o torneio. A definição das equipes participantes aconteceu de acordo com os resultados nos campeonatos continetais do ano anterior.[4] Oito seleções europeias se classificaram através de play-offs realizados em junho de 2011.[5]

Primeira faseEditar

Nessa fase, as 24 equipes participantes foram divididas em quatro grupos com seis equipes cada. Após se enfrentarem no sistema de todos contra todos, dentro dos grupos, as quatro melhores equipes de cada grupo avançaram para a fase final, iniciando a partir das oitavas-de-final.

Equipes classificadas para a fase final
Equipes classificadas para jogos de classificação (President's Cup)

Todas as partidas seguem o fuso horário local (UTC-2).

Grupo AEditar

Seleção P J V E D GP GC SG
  Noruega 8 5 4 0 1 152 108 +44
  Angola 6 5 3 0 2 129 129 0
  Montenegro 6 5 3 0 2 143 115 +28
  Islândia 6 5 3 0 2 109 112 –3
  Alemanha 4 5 2 0 3 120 126 –6
  China 0 5 0 0 5 98 161 –63
3 de dezembro Montenegro   21 – 22   Islândia Arena Santos, Santos
15:00
Popović, Bulatović 6 (10–11)
Relatório
Knútsdóttir 6 Árbitro:  BRA Menezes e Pinto

3 de dezembro Noruega   28 – 31   Alemanha Arena Santos, Santos
17:15
Sulland 6 (14–13)
Relatório
Mietzner 8 Público: 1 200
Árbitro:  CRO Gubica e Milošević

3 de dezembro Angola   30 – 29   China Arena Santos, Santos
19:30
Viegas, Calandula, L. Kiala, M. Kiala 5 (10–12)
Relatório
Zhao Jiaqin 6 Público: 200
Árbitro:  SWE Johansson e Kliko

4 de dezembro Alemanha   24 – 25   Montenegro Arena Santos, Santos
14:30
Mietzner 8 (10–12)
Relatório
Bulatović 8 Público: 400
Árbitro:  SWE Johansson e Kliko

4 de dezembro China   16 – 43   Noruega Arena Santos, Santos
17:15
Lan Chunlei 7 (7–20)
Relatório
Løke 7 Público: 1 000
Árbitro:  FRA Bonaventura e Bonaventura

4 de dezembro Islândia   24 – 28   Angola Arena Santos, Santos
19:30
Sigurðardóttir 7 (12–15)
Relatório
M. Kiala 6 Público: 450
Árbitro:  CRO Gubica e Milošević

6 de dezembro Montenegro   28 – 26   Angola Arena Santos, Santos
15:00
Popović 6 (14–13)
Relatório
M. Kiala 7 Público: 350
Árbitro:  FRA Bonaventura e Bonaventura

6 de dezembro Noruega   27 – 14   Islândia Arena Santos, Santos
17:15
Sulland 6 (14–7)
Relatório
Sigurðardóttir 5 Público: 700
Árbitro:  SWE Johansson e Kliko

6 de dezembro Alemanha   23 – 22   China Arena Santos, Santos
19:30
Mietzner, Langkeit 4 (7–12)
Relatório
Li Yao 5 Público: 400
Árbitro:  BRA Menezes e Pinto

7 de dezembro Montenegro   42 – 15   China Arena Santos, Santos
15:00
Radičević 9 (19–7)
Relatório
Lan Chunlei 4 Público: 200
Árbitro:  CRO Gubica e Milošević

7 de dezembro Angola   20 – 26   Noruega Arena Santos, Santos
17:15
M. Kiala 7 (10–16)
Relatório
Sulland 10 Público: 800
Árbitro:  BRA Menezes e Pinto

7 de dezembro Islândia   26 – 20   Alemanha Arena Santos, Santos
19:30
Knútsdóttir 9 (13–12)
Relatório
Mietzner 8 Público: 500
Árbitro:  FRA Bonaventura e Bonaventura

9 de dezembro Angola   25 – 22   Alemanha Arena Santos, Santos
15:00
L. Kiala 8 (14–10)
Relatório
Mellbeck 7 Público: 400
Árbitro:  CRO Gubica e Milošević

9 de dezembro Noruega   28 – 27   Montenegro Arena Santos, Santos
17:15
Sulland 9 (15–11)
Relatório
Popović, Bulatović 7 Público: 800
Árbitro:  FRA Bonaventura e Bonaventura

9 de dezembro China   15 – 23   Islândia Arena Santos, Santos
19:30
Wu Yin 5 (9–12)
Relatório
Skúladóttir 8 Árbitro:  SWE Johansson e Kliko

Grupo BEditar

Seleção P J V E D GP GC SG
  Rússia 10 5 5 0 0 181 99 +82
  Espanha 8 5 4 0 1 151 108 +43
  Coreia do Sul 6 5 3 0 2 164 124 +40
  Países Baixos 4 5 2 0 3 164 142 +22
  Cazaquistão 2 5 1 0 4 114 133 –19
  Austrália 0 5 0 0 5 52 219 –167
3 de dezembro Cazaquistão   37 – 9   Austrália Ginásio José Corrêa, Barueri
15:45
Volnukhina 7 (20–6)
Relatório
Hudson-Gofers 3 Público: 200
Árbitro:  TUN Abid e Chaouch

3 de dezembro Rússia   39 – 24   Coreia do Sul Ginásio José Corrêa, Barueri
18:00
Bliznova, Khmyrova 6 (19–13)
Relatório
Woo Sun-Hee 7 Público: 300
Árbitro:  DEN Gjeding e Hansen

3 de dezembro Países Baixos   27 – 34   Espanha Ginásio José Corrêa, Barueri
20:15
van der Wissel 6 (15–18)
Relatório
Martín, Mangué, Aguilar 6 Público: 300
Árbitro:  CIV Diabate e Coulibaly

4 de dezembro Coreia do Sul   31 – 19   Cazaquistão Ginásio José Corrêa, Barueri
15:45
Woo Sun-Hee, Sim Hae-In, Choi Im-Jeong 4 (16–4)
Relatório
Nedopekina 5 Público: 300
Árbitro:  CIV Diabate e Coulibaly

4 de dezembro Espanha   22 – 28   Rússia Ginásio José Corrêa, Barueri
18:00
Martín 5 (9–14)
Relatório
Levina 7 Público: 300
Árbitro:  ARG Marina e Minore

4 de dezembro Austrália   15 – 53   Países Baixos Ginásio José Corrêa, Barueri
20:15
Fletcher 4 (6–27)
Relatório
Polman 11 Público: 300
Árbitro:  DEN Gjeding e Hansen

6 de dezembro Rússia   45 – 8   Austrália Ginásio José Corrêa, Barueri
15:45
Bliznova 8 (21–4)
Relatório
Cook 2 Público: 500
Árbitro:  CIV Diabate e Coulibaly

6 de dezembro Cazaquistão   20 – 32   Países Baixos Ginásio José Corrêa, Barueri
18:00
Baranovskaya 6 (8–18)
Relatório
Abbingh 7 Público: 200
Árbitro:  ARG Marina e Minore

6 de dezembro Coreia do Sul   26 – 29   Espanha Ginásio José Corrêa, Barueri
20:15
Choi Im-Jeong 8 (12–13)
Relatório
Mangué 6 Público: 200
Árbitro:  DEN Gjeding e Hansen

7 de dezembro Países Baixos   26 – 35   Rússia Ginásio José Corrêa, Barueri
15:45
van der Wissel 7 (10–18)
Relatório
Bodnieva 7 Público: 400
Árbitro:  DEN Gjeding e Hansen

7 de dezembro Cazaquistão   18 – 27   Espanha Ginásio José Corrêa, Barueri
18:00
Volnukhina 6 (8–11)
Relatório
Alonso 6 Público: 450
Árbitro:  CIV Diabate e Coulibaly

7 de dezembro Austrália   11 – 45   Coreia do Sul Ginásio José Corrêa, Barueri
20:15
Cook 5 (3–24)
Relatório
Yoon Hyun-Kyung 7 Público: 200
Árbitro:  TUN Abid e Chaouch

9 de dezembro Espanha   39 – 9   Austrália Ginásio José Corrêa, Barueri
15:45
Alonso 7 (18–5)
Relatório
Fletcher, Cook, Boyd 3 Público: 300
Árbitro:  CIV Diabate e Coulibaly

9 de dezembro Países Baixos   26 – 38   Coreia do Sul Ginásio José Corrêa, Barueri
18:00
Abbingh 4 (10–18)
Relatório
Kim Cha-Youn, Choi Im-Jeong 8 Público: 300
Árbitro:  ARG Marina e Minore

9 de dezembro Rússia   34 – 19   Cazaquistão Ginásio José Corrêa, Barueri
20:15
Turey 7 (13–13)
Relatório
Volnukhina 6 Público: 200
Árbitro:  TUN Abid e Chaouch

Grupo CEditar

Seleção P J V E D GP GC SG
  Brasil 10 5 5 0 0 162 128 +34
  França 8 5 4 0 1 165 103 +62
  Roménia 5 5 2 1 2 139 155 –16
  Japão 5 5 2 1 2 138 156 –18
  Tunísia 2 5 1 0 4 141 150 –9
  Cuba 0 5 0 0 5 119 172 –53
2 de dezembro Brasil   37 – 21   Cuba Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
21:00
da Silva 8 (14–7)
Relatório
Ramírez 9 Público: 3 000
Árbitro:  NOR Arntsen e Gullaksen

3 de dezembro Romênia   30 – 28   Tunísia Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
15:00
Fiera 8 (14–15)
Relatório
Marzouk, Chebbah, Khouildi 5 Público: 500
Árbitro:  QAT Al Suwaidi e Bamatraf

3 de dezembro França   41 – 22   Japão Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
17:15
Ayglon 6 (18–13)
Relatório
Fujii 6 Público: 500
Árbitro:  ISR Cohen e Peretz

5 de dezembro Cuba   27 – 33   Roménia Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
15:00
Lusson 8 (14–20)
Relatório
Farcău, Vărzaru, Chirilă, Băbeanu 5 Público: 300
Árbitro:  CHN Liu e Liu

5 de dezembro Tunísia   17 – 25   França Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
17:15
Chebbah 6 (9–12)
Relatório
Deroin 6 Público: 500
Árbitro:  ESP García e Marín

5 de dezembro Japão   24 – 32   Brasil Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
19:45
Kamimachi 7 (12–16)
Relatório
Nascimento 7 Público: 1 500
Árbitro:  LTU Gatelis e Mazeika

6 de dezembro Tunísia   32 – 29   Cuba Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
15:00
Khouildi 8 (18–11)
Relatório
Gómez 9 Público: 200
Árbitro:  NOR Arntsen e Gullaksen

6 de dezembro Romênia   28 – 28   Japão Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
17:15
Ardean-Elisei 9 (13–12)
Relatório
Fujii 11 Público: 600
Árbitro:  ESP García e Marín

6 de dezembro França   22 – 26   Brasil Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
19:45
Pineau 5 (17–10)
Relatório
Rodrigues 6 Público: 3 500
Árbitro:  QAT Al Suwaidi e Bamatraf

8 de dezembro Japão   32 – 31   Tunísia Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
15:00
Fujii 11 (16–16)
Relatório
Toumi 12 Público: 500
Árbitro:  LTU Gatelis e Mazeika

8 de dezembro França   38 – 18   Cuba Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
17:15
Spincer 6 (17–8)
Relatório
Ramírez 5 Público: 1 000
Árbitro:  JPN Hizaki e Ikebuchi

8 de dezembro Brasil   33 – 28   Roménia Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
19:45
Nascimento 8 (14–11)
Relatório
Brădeanu, Curea 5 Público: 3 000
Árbitro:  ISR Cohen e Peretz

9 de dezembro Cuba   24 – 32   Japão Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
15:00
Fernández 9 (9–16)
Relatório
Kamimachi 10 Público: 200
Árbitro:  CHN Liu e Liu

9 de dezembro Romênia   20 – 39   França Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
17:15
Manea 4 (12–20)
Relatório
Baudouin 10 Público: 600
Árbitro:  ESP García e Marín

9 de dezembro Brasil   34 – 33   Tunísia Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
19:45
Cararo 8 (16–20)
Relatório
Marzouk 10 Público: 1 500
Árbitro:  QAT Al Suwaidi e Bamatraf

Grupo DEditar

Seleção P J V E D GP GC SG
  Dinamarca 10 5 5 0 0 148 78 +70
  Croácia 8 5 4 0 1 150 112 +38
  Suécia 6 5 3 0 2 141 97 +44
  Costa do Marfim 4 5 2 0 3 118 145 –27
  Uruguai 2 5 1 0 4 82 159 –77
  Argentina 0 5 0 0 5 77 135 –58
3 de dezembro Suécia   37 – 11   Argentina Ginásio Adib Moyses Dib, São Bernardo do Campo
13:00
Boson, Fogelström 5 (19–17)
Relatório
Mendoza 3 Árbitro:  JPN Hizaki e Ikebuchi

3 de dezembro Dinamarca   36 – 10   Uruguai Ginásio Adib Moyses Dib, São Bernardo do Campo
15:15
Kristiansen 7 (20–6)
Relatório
Falco 3 Público: 400
Árbitro:  CHN Liu e Liu

3 de dezembro Croácia   36 – 20   Costa do Marfim Ginásio Adib Moyses Dib, São Bernardo do Campo
17:30
Penezić 7 (20–10)
Relatório
Mambo 5 Público: 400
Árbitro:  LTU Gatelis e Mazeika

5 de dezembro Costa do Marfim   25 – 28   Suécia Ginásio Adib Moyses Dib, São Bernardo do Campo
15:15
Mambo 8 (14–15)
Relatório
Gulldén 5 Público: 500
Árbitro:  QAT Al Suwaidi e Bamatraf

5 de dezembro Argentina   13 – 31   Dinamarca Ginásio Adib Moyses Dib, São Bernardo do Campo
17:45
Salvado 4 (5–18)
Relatório
Kristiansen 6 Público: 500
Árbitro:  NOR Arntsen e Gullaksen

5 de dezembro Uruguai   15 – 45   Croácia Ginásio Adib Moyses Dib, São Bernardo do Campo
20:00
Castro 5 (9–21)
Relatório
Jovetić 6 Público: 500
Árbitro:  JPN Hizaki e Ikebuchi

6 de dezembro Suécia   31 – 14   Uruguai Ginásio Adib Moyses Dib, São Bernardo do Campo
15:15
Roberts 6 (13–7)
Relatório
Palla, Fynn, Castro 3 Público: 400
Árbitro:  JPN Hizaki e Ikebuchi

6 de dezembro Dinamarca   23 – 19   Croácia Ginásio Adib Moyses Dib, São Bernardo do Campo
17:45
Troelsen 6 (10–8)
Relatório
Penezić 9 Público: 500
Árbitro:  LTU Gatelis e Mazeika

6 de dezembro Argentina   19 – 25   Costa do Marfim Ginásio Adib Moyses Dib, São Bernardo do Campo
20:00
Decilio, Mendoza 5 (8–14)
Relatório
Gondo, Toualy 5 Público: 500
Árbitro:  ISR Cohen e Peretz

8 de dezembro Croácia   27 – 26   Suécia Ginásio Adib Moyses Dib, São Bernardo do Campo
15:00
Franić 7 (14–12)
Relatório
Torstenson 10 Público: 500
Árbitro:  ESP García e Marín

8 de dezembro Dinamarca   38 – 17   Costa do Marfim Ginásio Adib Moyses Dib, São Bernardo do Campo
17:15
Bille 8 (22–7)
Relatório
Mambo, Courcelles 3 Público: 300
Árbitro:  NOR Arntsen e Gullaksen

8 de dezembro Uruguai   19 – 16   Argentina Ginásio Adib Moyses Dib, São Bernardo do Campo
19:30
Castro 6 (11–11)
Relatório
Mendoza 6 Público: 200
Árbitro:  CHN Liu e Liu

9 de dezembro Costa do Marfim   31 – 24   Uruguai Ginásio Adib Moyses Dib, São Bernardo do Campo
15:00
Mambo 9 (12–12)
Relatório
Castro 8 Público: 300
Árbitro:  JPN Hizaki e Ikebuchi

9 de dezembro Suécia   19 – 20   Dinamarca Ginásio Adib Moyses Dib, São Bernardo do Campo
17:15
Ahlm 8 (8–9)
Relatório
Jørgensen, Nørgaard 4 Público: 1 500
Árbitro:  LTU Gatelis e Mazeika

9 de dezembro Croácia   23 – 18   Argentina Ginásio Adib Moyses Dib, São Bernardo do Campo
19:30
Zebić 6 (9–11)
Relatório
Decilio 4 Público: 400
Árbitro:  ISR Cohen e Peretz

President's CupEditar

As equipes colocadas no quinto e sexto lugares ao final da primeira fase disputaram a President's Cup para determinar as posições entre o 17º e 24º lugares.

Disputa de 17º ao 20º lugarEditar

11 de dezembro Alemanha   37 – 14   Cazaquistão Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
11:45
Nadgornaja 6 (15–6)
Relatório
Volnukhina 6 Público: 100
Árbitro:  NOR Arntsen e Gullaksen

11 de dezembro Tunísia   34 – 17   Uruguai Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
14:30
Elghaoui 9 (14–10)
Relatório
Palla 4 Público: 100
Árbitro:  ESP García e Marín

Disputa de 21º ao 24º lugarEditar

11 de dezembro China   45 – 11   Austrália Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
17:15
Lan Chunlei 11 (22–4)
Relatório
Cook 4 Público: 100
Árbitro:  JPN Hizaki e Ikebuchi

11 de dezembro Cuba   25 – 20   Argentina Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
19:30
Gómez 9 (12–11)
Relatório
Mendoza 4 Público: 100
Árbitro:  QAT Al Suwaidi e Bamutraf

Disputa pelo 23º lugarEditar

12 de dezembro Austrália   12 – 30   Argentina Ginásio Adib Moyses Dib, São Bernardo do Campo
11:45
Hudson-Gofers 4 (4–12)
Relatório
Ferrea 7 Público: 100
Árbitro:  CHN Liu e Liu

Disputa pelo 21º lugarEditar

12 de dezembro China   30 – 29   Cuba Ginásio Adib Moyses Dib, São Bernardo do Campo
20:00
Li Yao 8 (15–13)
Relatório
Lusson 10 Público: 200
Árbitro:  TUN Abid e Chaouch

Disputa pelo 19º lugarEditar

12 de dezembro Cazaquistão   31 – 22   Uruguai Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
11:45
Volnukhina 12 (17–9)
Relatório
Castro 8 Público: 100
Árbitro:  BRA Menezes e Pinto

Disputa pelo 17º lugarEditar

12 de dezembro Alemanha   33 – 25   Tunísia Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
17:15
Nadgornaja 11 (16–14)
Relatório
Chebbah 5 Público: 800
Árbitro:  ARG Marina e Minore

Fase finalEditar

Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
                           
11 de dezembro – Barueri            
   Rússia  30
14 de dezembro – São Paulo
   Islândia  19  
   Rússia  23
12 de dezembro – São Paulo
     França  25  
   Suécia  23
16 de dezembro – São Paulo
   França  26  
   França  28
11 de dezembro – Santos
     Dinamarca  23  
   Coreia do Sul  29
14 de dezembro – São Paulo
   Angola  30  
   Angola  23
12 de dezembro – São Bernardo
     Dinamarca  28  
   Dinamarca (pro)  23
18 de dezembro – São Paulo
   Japão  22  
   França  24
11 de dezembro – Santos
     Noruega  32
   Noruega  34
14 de dezembro – São Paulo
   Países Baixos  22  
   Noruega  30
12 de dezembro – São Bernardo
     Croácia  25  
   Roménia  27
16 de dezembro – São Paulo
   Croácia  28  
   Noruega  30
11 de dezembro – Barueri
     Espanha  22   Terceiro lugar
   Montenegro  19
14 de dezembro – São Paulo 18 de dezembro – São Paulo
   Espanha  23  
   Espanha  27    Dinamarca  18
12 de dezembro – São Paulo
      Brasil  26      Espanha  24
    Brasil  35
   Costa do Marfim  22  

Oitavas-de-finalEditar

11 de dezembro Coreia do Sul   29 – 30   Angola Arena Santos, Santos
14:30
Choi Im-Jeong 10 (13–13)
Relatório
L. Kiala 7 Público: 600
Árbitro:  FRA Bonaventura e Bonaventura

11 de dezembro Rússia   30 – 19   Islândia Ginásio José Corrêa, Barueri
14:30
Postnova 7 (15–12)
Relatório
Knútsdóttir 4 Público: 400
Árbitro:  ARG Marina e Minore

11 de dezembro Noruega   34 – 22   Países Baixos Arena Santos, Santos
17:15
Løke 8 (15–11)
Relatório
van der Heijden, Bont 5 Público: 700
Árbitro:  BRA Menezes e Pinto

11 de dezembro Montenegro   19 – 23   Espanha Ginásio José Corrêa, Barueri
17:15
Jovanović 5 (9–11)
Relatório
E. Pinedo 7 Público: 400
Árbitro:  DEN Gjeding e Hansen

12 de dezembro Suécia   23 – 26   França Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
14:30
Torstenson, Gulldén 5 (15–12)
Relatório
Baudouin 6 Público: 400
Árbitro:  CRO Gubica e Milošević

12 de dezembro Romênia   27 – 28   Croácia Ginásio Adib Moyses Dib, São Bernardo do Campo
14:30
Chirilă 6 (18–15)
Relatório
Penezić 6 Público: 300
Árbitro:  SWE Kliko e Johansson

12 de dezembro Dinamarca   23 – 22 (pro)   Japão Ginásio Adib Moyses Dib, São Bernardo do Campo
17:15
Troelsen 6 (9–11; 19–19)
Relatório
Fujii 8 Público: 500
Árbitro:  ISR Cohen e Peretz

12 de dezembro Brasil   35 – 22   Costa do Marfim Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
20:00
Nascimento 10 (15–8)
Relatório
Mambo 8 Público: 4 000
Árbitro:  JPN Hizaki e Ikebuchi

Quartas-de-finalEditar

14 de dezembro Rússia   23 – 25   França Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
11:45
Turey 7 (12–13)
Relatório
Lacrabère 5 Público: 2 000
Árbitro:  ESP García e Marín

14 de dezembro Angola   23 – 28   Dinamarca Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
14:30
Carlos 7 (11–15)
Relatório
Nørgaard 7 Público: 2 000
Árbitro:  LTU Gatelis e Mazeika

14 de dezembro Croácia   25 – 30   Noruega Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
17:15
Penezić 4 (12–16)
Relatório
Løke 8 Público: 1 300
Árbitro:  QAT Al Suwaidi e Bumatraf

14 de dezembro Espanha   27 – 26   Brasil Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
20:00
Martín 8 (19–17)
Relatório
Nascimento, Cavaleiro 7 Público: 6 000
Árbitro:  DEN Gjeding e Hansen

Disputa de 5º ao 8º lugarEditar

16 de dezembro Rússia   41 – 31   Angola Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
11:45
Shipilova 6 (17–18)
Relatório
Calandula 5 Público: 200
Árbitro:  CIV Coulibaly, Diabaté

16 de dezembro Croácia   31 – 32   Brasil Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
14:30
Penezić 10 (15–14)
Relatório
Nascimento 7 Público: 200
Árbitro:  SWE Kliko e Johansson

SemifinalEditar

16 de dezembro França   28 – 23   Dinamarca Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
17:15
Lacrabère 10 (14–12)
Relatório
Jørgensen 7 Público: 1 500
Árbitro:  CRO Gubica e Milošević

16 de dezembro Noruega   30 – 22   Espanha Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
20:00
Løke 7 (16–9)
Relatório
Aguilar 6 Público: 2 500
Árbitro:  LTU Gatelis e Mazeika

Disputa pelo 7º lugarEditar

18 de dezembro Angola   29 – 32   Croácia Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
11:45
L. Kiala, Carlos 7 (12–14)
Relatório
Zebić 11 Público: 500
Árbitro:  NOR Arntsen e Gullaksen

Disputa pelo 5º lugarEditar

18 de dezembro Rússia   20 – 36   Brasil Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
09:00
Bliznova 5 (11–18)
Relatório
Nascimento 8 Público: 1 500
Árbitro:  FRA Bonaventura e Bonaventura

Disputa pelo 3º lugarEditar

18 de dezembro Dinamarca   18 – 24   Espanha Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
14:30
Nørgaard 4 (9–9)
Relatório
Martín 10 Público: 2 000
Árbitro:  ISR Cohen e Peretz

FinalEditar

18 de dezembro França   24 – 32   Noruega Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
17:15
Spincer, Mendy 4 (13–19)
Relatório
Lunde-Borgersen 6 Público: 4 000
Árbitro:  CRO Gubica e Milošević

Classificação finalEditar

Referências

  1. «2011 Women's World Championships awarded to Brazil». teamhandballnews.com. 8 de fevereiro de 2009. Consultado em 6 de dezembro de 2011 
  2. «São Paulo será sede do Mundial Feminino de Handebol». Esportesite. 25 de maio de 2011. Consultado em 6 de dezembro de 2011 
  3. «Cidades-Sede». handballbrazil2011.com. Consultado em 6 de dezembro de 2011 
  4. «2011 2011 WC Qual (Women)». teamhandballnews.com. Consultado em 6 de dezembro de 2011 
  5. «2011 Women's World Championship, Play-off Europe Draw». EHF. 19 de dezembro de 2010. Consultado em 6 de dezembro de 2011 

Ligações externasEditar