Campeonato Paraibano de Futebol de 2019 - Primeira Divisão

Campeonato Paraibano de Futebol de 2019
Paraibano 2019
Dados
Participantes 10
Organização FPF
Período 12 de janeiro20 de abril
Gol(o)s 136
Partidas 56
Média 2,43 gol(o)s por partida
Campeão Bandeira de João Pessoa.svg Botafogo-PB
Vice-campeão Flag campina grande.svg Campinense
Rebaixado(s) Esporte de Patos e Serrano
Melhor marcador Clayton (Botafogo-PB) - 7 gols
Melhor ataque (fase inicial) Botafogo-PB e Atlético Cajazeirense (17 gols)
Melhor defesa (fase inicial) Botafogo-PB (5 gols)
Maior goleada
(diferença)
Campinense 4 - 0 Serrano
AmigãoCampina Grande
10 de março de 2019
◄◄ 2018 Soccerball.svg 2020 ►►

O Campeonato Paraibano de Futebol de 2019 foi a 109ª edição da principal divisão do futebol na Paraíba. A disputa será organizada pela Federação Paraibana de Futebol (FPF).

RegulamentoEditar

Parecida com a fórmula de disputa da temporada anterior, o certame será composto por dois grupos de cinco participantes, com os quatro cabeças de chave (dois em cada grupo) estabelecidos já estabelecidos: Botafogo-PB, Campinense, Sousa e Treze.

Os demais clubes serão escolhidos por meio de sorteio a ser realizado em um evento de lançamento.

Os dois melhores de cada grupo estarão classificados para as semifinais do torneio.

Na primeira fase, as equipes do Grupo A jogarão contra as equipes do Grupo B em jogos de ida e volta. O primeiro da chave A enfrenta o segundo da B nas semi, enquanto o primeiro da B pega o segundo da A. Quem avançar nos confrontos garante vaga na grande final, que também será disputada em duas partidas. Não haverá gol qualificado como critério de desempate. Diferentemente do estadual deste ano, apesar da divisão em grupos, não haverá quadrangular do rebaixamento. Os dois últimos colocados de cada chave já confirmam o descenço.[1]

O campeão vai garantir a vaga direta para a fase de grupos da Copa do Nordeste do ano seguinte. E, além disso, o primeiro e o segundo colocados do estadual também vão se classificar para a Copa do Brasil de 2020.

As duas vagas na Série D do Campeonato Brasileiro de 2020 vão para os melhores ranqueados na competição estadual, com exceção dos que já disputam o Brasileirão em divisões superiores, como, por exemplo, Botafogo-PB e Treze, que vão disputar a Série C em 2019. Por sinal, além da dupla alvinegra, Campinense e Serrano-PB são os representantes paraibanos na quarta divisão de 2019.[2]

ParticipantesEditar

Localização das equipes do Paraibano 2019. Grupos:  A /  B
Equipe Cidade Estádio Capacidade Títulos (Último)
Atlético   Cajazeiras Perpetão 7 000 (2002)
Botafogo   João Pessoa Almeidão 25 770 30 (2019)
Campinense   Campina Grande Amigão 23 000 20 (2016)
CSP   João Pessoa Almeidão 25 770 (não possui)
Esporte de Patos   Patos José Cavalcanti 11 000 (não possui)
Perilima   Campina Grande Amigão 23 000 0 (não possui)
Nacional de Patos   Patos José Cavalcanti 4 500 (2007)
Serrano   Campina Grande Amigão 23 000 (não possui)
Sousa   Sousa Marizão 9 500 2 (2009)
Treze   Campina Grande Presidente Vargas 6 500 15 (2011)

TécnicosEditar

Mudança de TécnicosEditar

Clube Antecessor Motivo Data Última partida Rod Pos Sucessor Ref.
Sousa   Jazon Vieira Resignado 20 de janeiro Perilima 0–0 Sousa 5º - Gr. A   Roberto Carlos [3]
Serrano-PB   Luciano Silva Demitido 4 de fevereiro Esporte de Patos 2–0 Serrano-PB 5º - Gr. A   Evandro Júlio (interino)[4]
  Celso Teixeira[nota 1][5]
  Arthur Cabral
[6]
Treze   Maurílio Silva Demitido 4 de fevereiro Treze 0–1 Perilima 2º - Gr. A   Marcinho Guerreiro [7]
Nacional de Patos   Índio Ferreira Demitido 4 de fevereiro Atlético de Cajazeiras 2–1 Nacional de Patos 4º - Gr. A   Maurílio Silva[8] [9]
Esporte de Patos   Washington Lobo Resignado 11 de fevereiro Nacional de Patos 2–1 Esporte de Patos 4º - Gr. B   Marcos Nascimento[10] [11]
Nacional de Patos   Maurílio Silva Resignado 25 de fevereiro Nacional de Patos 1–3 Campinense 3º - Gr. A   Delany (interino)[12]
Treze   Marcinho Guerreiro Resignado 25 de fevereiro Treze 0–2 Atlético de Cajazeiras 4º - Gr. A   Kléber Romero (interino)[13]

Notas

  1. Contratado em fevereiro, Celso Teixeira não assumiu o cargo em decorrência de uma suspensão de 6 partidas na edição de 2018, quando ainda era técnico do Campinense.

Primeira faseEditar

Fase finalEditar

  Semifinal Final
                     
   Campinense 1 1 2 (5)  
   Atlético Cajazeirense 1 1 2 (3)  
     Campinense 1 0 1
     Botafogo-PB 2 2 4
   Nacional de Patos 1 0 1
   Botafogo-PB 2 1 3
  • As Equipes em Itálico detêm os mandos de campos nas partidas de ida.
  • As Equipes em Negrito estão qualificadas para as finais.

PremiaçãoEditar

Campeonato Paraibano de 2019
 
Botafogo-PB
(30º título - 3º consecutivo)

Classificação finalEditar

Classificação Geral
Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG % Classificação ou Eliminação
1   Botafogo-PB 36 14 12 0 2 24 7 +17 85.7 Série C 2019, Copa do Nordeste de 2020 e Copa do Brasil de 2020
2   Campinense 19 14 5 4 5 18 13 +5 45.2 Série D 2020, Copa do Brasil de 2020 e Copa do Nordeste de 2020
3   Atlético Cajazeirense 24 12 7 3 2 19 8 +11 66.7 Série D 2020
4   Nacional de Patos 15 12 5 0 7 17 21 -4 41.6 Eliminado na Semifinal
5   Sousa 14 10 3 5 2 11 8 +3 46.7 Eliminados na fase de grupos
6   Treze 11 10 3 2 5 8 8 0 36.7
7   Perilima 11 10 2 5 3 11 15 -4 36.7
8   CSP 8 10 2 2 6 10 16 -6 26.7
9   Esporte-PB 7¹ 10 3 1 6 9 17 -8 33.3 Rebaixados para Segunda Divisão de 2020
10   Serrano 7 10 1 4 5 9 23 -14 23.3

¹O Esporte de Patos foi punido em decorrência da escalação irregular do jogador Caaporã, no jogo contra o Nacional. Por este motivo, o CSP escapa do rebaixamento e o clube de Patos é rebaixado para a segunda divisão estadual.[14]

EstatísticasEditar

ArtilhariaEditar

Ver TambémEditar

Referências

  1. «FPF e clubes definem Campeonato Paraibano 2019». paraibaonline.com.br/. 13 de novembro de 2018. Consultado em 15 de novembro de 2018 
  2. Cisco Nobre (14 de novembro de 2018). «FPF antecipa "esqueleto" da tabela do Paraibano 2019, mas ainda vai sortear as chaves». globoesporte.globo.com/. Consultado em 15 de novembro de 2018 
  3. Cisco Nobre (20 de janeiro de 2019). «Jazon não é mais técnico do Sousa». globoesporte.globo.com/. Consultado em 20 de janeiro de 2019 
  4. «Evandro Júlio vai comandar o Serrano-PB interinamente até o anúncio do novo treinador». globoesporte.globo.com/. 5 de fevereiro de 2019. Consultado em 5 de fevereiro de 2019 
  5. «Celso Teixeira é anunciado pelo Serrano-PB e vai tentar salvar o clube do rebaixamento». globoesporte.globo.com/. 28 de fevereiro de 2019. Consultado em 28 de fevereiro de 2019 
  6. «Serrano-PB demite o técnico Luciano Silva após sequência de maus resultados». globoesporte.globo.com/. 4 de fevereiro de 2019. Consultado em 4 de fevereiro de 2019 
  7. «Maurílio Silva não suporta a derrota para a Perilima e deixa o Treze após 4 jogos na temporada». globoesporte.globo.com/. 4 de fevereiro de 2019. Consultado em 4 de fevereiro de 2019 
  8. «Maurílio Silva é o novo técnico do Nacional de Patos». globoesporte.globo.com/. 6 de fevereiro de 2019. Consultado em 6 de fevereiro de 2019 
  9. Cisco Nobre e Raniery Soares (5 de fevereiro de 2019). «Índio Ferreira não é mais o técnico do Nacional de Patos». globoesporte.globo.com/. Consultado em 5 de fevereiro de 2019 
  10. «Marcos Nascimento é efetivado como técnico do Esporte de Patos». globoesporte.globo.com/. 13 de fevereiro de 2019. Consultado em 13 de fevereiro de 2019 
  11. «Washington Lobo deixa o comando do Esporte de Patos após derrota no clássico patoense». globoesporte.globo.com/. 11 de fevereiro de 2019. Consultado em 11 de fevereiro de 2019 
  12. «Maurílio Silva deixa o comando técnico do Nacional de Patos, e o auxiliar Delany assume o cargo». globoesporte.globo.com/. 25 de fevereiro de 2019. Consultado em 25 de fevereiro de 2019 
  13. Silas Batista (25 de fevereiro de 2019). «Treze confirma a saída de Marcinho Guerreiro; Kleber Romero assume interinamente». globoesporte.globo.com/. Consultado em 25 de fevereiro de 2019 
  14. Pedro Alves e Cisco Nobre (12 de março de 2019). «STJD pune Esporte de Patos por escalação irregular e rebaixa o clube para a 2ª divisão do estadual». GloboEsporte.com. Consultado em 12 de abril de 2019