Abrir menu principal

Campeonato Paulista de Futebol de 1902

Campeonato Paulista de Futebol de 1902
I Campeonato da Liga Paulista Foot-Ball
Dados
Participantes 5
Organização Liga Paulista de Foot-Ball
Período 3 de maio26 de outubro
Gol(o)s 60
Partidas 21
Média 2,86 gol(o)s por partida
Campeão São Paulo Athletic (1º título)
Vice-campeão Paulistano
Melhor marcador Charles Miller (São Paulo Athletic) - 10 gols
Maiores goleadas
(diferença)
São Paulo Athletic 4 – 0 Paulistano
Parque da Antarctica PaulistaSão Paulo
8 de maio de 1902
 
São Paulo Athletic 4 – 0 Germânia
Parque da Antarctica PaulistaSão Paulo
20 de julho de 1902
Soccerball.svg 1903 São Paulo ►►

O Campeonato da Liga Paulista Foot-Ball de 1902 foi a primeira edição de uma competição entre clubes de futebol paulistanos filiados à LPF, a primeira entidade criada no Brasil e a organizar um torneio da modalidade.[1][2] É o primeiro evento esportivo reconhecido oficialmente pela FPF como um Campeonato Paulista de Futebol.[nota 1]

Disputado entre 3 de maio e 26 de outubro daquele ano, sua edição pioneira contou com a participação de cinco equipes fundadoras da Liga Paulista de Futebol: São Paulo Athletic, Paulistano, Mackenzie, Internacional e Germânia. O primeiro campeão foi o São Paulo Athletic, equipe formada basicamente por ingleses ou filhos de britânicos.

Índice

HistóriaEditar

 Ver artigo principal: Liga Paulista de Foot-Ball

A Liga Paulista de Foot-Ball foi fundada em dezembro de 1901, principalmente pela iniciativa de diretores do Sport Club Internacional, como Antonio Casemiro da Costa.[4]

Outras quatro agremiações amadoras tomaram parte dessa fundação: São Paulo Athletic Club, Club Athletico Paulistano, Associação Atlhetica Mackenzie College e Sport Club Germânia. O número reduzido de participantes denotou uma preocupação de se constituir uma liga exclusiva, feita para preservar o destaque social dos jogadores que ofereceriam espetáculos.[4]

Cada equipe tentava representar um perfil. O Paulistano era uma equipe formada exclusivamente por brasileiros, embora fosse o mais elitista entre os participantes.[4] O São Paulo Athletic e o Germânia representavam respectivamente as colônias inglesa e alemã. No Mackenzie, os jogadores eram estudantes brasileiros ou filhos de imigrantes que defendiam uma instituição de ensino estadunidense, subordinada à Igreja Presbiteriana e à Universidade de Nova Iorque. O Internacional era aberto a atletas de todas as origens, contando com brasileiros, ingleses e alemães.[nota 2]

Uma novidade importante em relação ao turfe e ao ciclismo, outros esportes elitizados em São Paulo, era a proibição a atletas profissionais nos jogos da liga.[4]

O troféu em disputa seria a Taça Antonio Casimiro da Costa, oferecida pelo fundador da LPF.[5] A equipe que vencesse três campeonatos ficaria com a posse definitiva da taça.

As partidas foram marcadas para os campos do São Paulo Athletic (na Rua da Consolação), do Parque Antárctica Paulista e do Velódromo de São Paulo (também na Rua da Consolação, onde eram disputadas provas de ciclismo e era a casa do Paulistano).

O primeiro jogo da história do campeonato foi Mackenzie 2–1 Germânia, realizado no campo do Parque Antártica Paulista em 3 de maio. Coube a Mario Eppinghaus, do Mackenzie, a honra de marcar o primeiro gol da história da competição.

No final, o São Paulo Athletic sagrou-se campeão depois da realização de um jogo extra contra o Paulistano, pois ambos haviam empatado na classificação geral, com 12 pontos cada.

Ao todo, o primeiro campeonato da LPF teve 21 jogos e 60 gols marcados (uma média de 2,86 por partida).

A duração dos jogos era de 80 minutos, divididos em dois tempos de 40.

RegulamentoEditar

Segundo o estatuto do campeonato:[6]

  • Cada clube tem de jogar duas partidas com os outros participantes, sendo uma como mandante e outra como visitante. (Artigo 18)
  • Quando um dos clubes não comparecer no lugar, dia e hora designados para a partida, esta será considerada ganha pelo clube que comparecer. Se nenhum clube comparecer, a partida será considerada perdida para os dois ausentes. (Artigo 19)
  • As partidas só podem ser adiadas por motivo de grande relevância, a juízo dos representantes da Liga encarregados de fiscalizá-lo. O clube que, infringindo esse artigo, deixar de disputar três partidas consecutivas, será considerado desligado, ficando nulas as partidas já jogadas. (Artigo 20)
  • O clube vencedor do campeonato anual recebe uma taça, pela qual fica responsável, e terá possa definitiva dessa taça aquele que for vencedor de três taças consecutivas. (Artigo 21)
  • O campeão é a equipe que somar mais pontos (a vitória vale dois pontos, e o empate, um ponto). Havendo empate no resultado final, disputa-se um jogo extra. Essa partida desempate terminar em empate, é feita uma prorrogação não superior a 30 minutos. Se terminada essa prorrogação continuar o empate, é marcada uma nova partida, e assim por diante. (Artigo 22)

ParticipantesEditar

Equipe Cidade Participação Fundação
Germânia   São Paulo 7 de setembro de 1899
Internacional   São Paulo 19 de agosto de 1899
Mackenzie   São Paulo 18 de agosto de 1898
Paulistano   São Paulo 29 de dezembro de 1900
São Paulo Athletic   São Paulo 13 de maio de 1888

Fase únicaEditar

3 de maio de 1902 Mackenzie 2 – 1 Germânia Parque da Antarctica Paulista, São Paulo

Mario Eppingaus  
Alício de Carvalho   83'
Kirschner   37' Árbitro: Antonio Casimiro da Costa
  • Mackenzie: Rehder; Belfort Duarte e Warner; Sampaio, Alício de Carvalho e Lourenço; Yelrd, Eppinghauss, Pedro Bicudo, Armando Paixão e Lopes
  • Germânia: Brasche; Riether e Nobiling; Kawwal, Baumann e Muss; Linz, Russo, Kirschner, Nicolau Gordo e Hinghehardt

8 de maio de 1902 São Paulo Athletic 4 – 0 Paulistano Velódromo de São Paulo, São Paulo

Charles Miller  
Boyes    
Walter Jeffery  

11 de maio de 1902 Germânia 2 – 0 Internacional Parque da Antarctica Paulista, São Paulo

A. Kirschner   

13 de maio de 1902 São Paulo Athletic 3 – 0 Mackenzie Velódromo de São Paulo, São Paulo

Charles Miller  
Brough   

29 de maio de 1902 Internacional 1 – 1 Mackenzie Velódromo de São Paulo, São Paulo

Casimiro da Costa   Alício de Carvalho   84'

7 de junho de 1902 Paulistano 2 – 2 Mackenzie Velódromo de São Paulo, São Paulo

Renato Miranda  
Ibanez Salles  
Alício de Carvalho  
Mario Eppingaus  

8 de junho de 1902 São Paulo Athletic 3 – 0 Internacional Campo da Rua Consolação (SPAC), São Paulo

Charles Miller  
Cobert    

15 de junho de 1902 Paulistano 3 – 1 Internacional Parque da Antarctica Paulista, São Paulo

Álvaro Rocha  
João da Costa Marques    
Holland  

29 de junho de 1902 São Paulo Athletic 0 – 1 Paulistano Campo da Rua Consolação (SPAC), São Paulo

Álvaro Rocha   33'

14 de julho de 1902 Germânia 0 – 2 Mackenzie Parque da Antarctica Paulista, São Paulo

Alício de Carvalho  
Pedro Bicudo  

20 de julho de 1902 São Paulo Athletic 4 – 0 Germânia Parque da Antarctica Paulista, São Paulo

Charles Miller   
Walter Jeffery   

27 de julho de 1902 Paulistano 2 – 0 Germânia Parque da Antarctica Paulista, São Paulo

Edgard de Barros  
Oscar da Costa Marques  

3 de agosto de 1902 Germânia 0 – 3 São Paulo Athletic Campo da Rua Consolação (SPAC), São Paulo

Biddell  
Brough  
Charles Miller  

10 de agosto de 1902 Internacional 1 – 1 Germânia Velódromo de São Paulo, São Paulo

Duarte de Azevedo   Nicolau Gordo  

17 de agosto de 1902 Germânia 1 – 1 Paulistano Velódromo de São Paulo, São Paulo

Nicolau Gordo   Oscar da Costa Marques   36'

24 de agosto de 1902 Internacional 0 – 0 São Paulo Athletic Campo da Rua Consolação (SPAC), São Paulo


14 de setembro de 1902 Internacional 0 – 2 Paulistano Velódromo de São Paulo, São Paulo

Álvaro Rocha  
Edgard de Barros  

20 de setembro de 1902 Mackenzie 4 – 4 São Paulo Athletic Campo da Rua Consolação (SPAC), São Paulo

Pedro Bicudo   
Edmundo Lopes  
Alício de Carvalho  
Brough  
Charles Miller   
Boyes  

4 de outubro de 1902 Mackenzie 0 – 3 Paulistano Velódromo de São Paulo, São Paulo

João da Costa Marques  
Álvaro Rocha  
Berwasck Cerqueira  

25 de outubro de 1902 Mackenzie 2 – 1 Internacional Campo da Rua Consolação (SPAC), São Paulo

Alício de Carvalho  
Antonio Telles  
Casimiro da Costa  

ClassificaçãoEditar

Classificação
Time PG J V E D GP GC SG
1   São Paulo Athletic 12 8 5 2 1 21 5 16
2   Paulistano 12 8 5 2 1 14 8 6
3   Mackenzie 9 8 3 3 2 13 15 - 2
4   Germânia 4 8 1 2 5 5 15 - 10
5   Internacional 3 8 0 3 5 4 14 - 10
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas; GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols
Fazem partida de desempate para decidir o título

Jogo desempateEditar

26 de outubro de 1902 São Paulo Athletic 2 – 1 Paulistano Velódromo de São Paulo, São Paulo

Charles Miller    Álvaro Rocha   Árbitro: Egídio de Souza Aranha
 
     
 
 
São Paulo Athletic
     
 
 
Paulistano
 
SÃO PAULO ATHLETIC
G Walter Jeffery
Z George Kenworthy
Z Albert Kenworthy
M Norman Biddell
M Oswald L. Wucherer
M Heyecock
A Herbert John Singleton Boyes
A Brough
A Charles Miller
A P. Montandon
A Blacklock
Treinador:Boyes e Miller
PAULISTANO
G Jorge de Miranda Filho (Tutu)
Z Thiers da Costa Marques
Z Guilherme Rubião
M Edgard Barros
M Olavo Pais de Barros
M Renato Miranda
A Renato Berwasck Cerqueira
A João da Costa Marques
A Álvaro Rocha
A Ibanez de Moraes Salles
A Oscar da Costa Marques
Treinador:

PremiaçãoEditar

Campeonato Paulista de Futebol de 1902
 
SÃO PAULO ATHLETIC
Campeão
(1º título)

Classificação geralEditar

Classificação geral
Time PG J V E D GP GC SG
1   São Paulo Athletic 14 9 6 2 1 23 6 17
2   Paulistano 12 9 5 2 2 15 10 5
3   Mackenzie 9 8 3 3 2 13 15 - 2
4   Germânia 4 8 1 2 5 5 15 - 10
5   Internacional 3 8 0 3 5 4 14 - 10
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas; GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols
Campeão da LPF de 1902

Notas

  1. Fundada em 1941, a FPF se tornou a entidade máxima do futebol paulista em 1941 e reconheceu os campeonatos organizados pela Lfesp, LAF, Apea e LPF como edições oficiais do Campeonato Paulista, que contavam quase que exclusivamente com clubes da capital. Os principais jornais de São Paulo à época muitas vezes se referiam aos torneios disputados pelos maiores clubes paulistanos como campeonato de futebol da cidade.[3] No entanto, a FPF não concede o mesmo status para edições do Campeonato do Interior e o Campeonato entre os campeões da capital e do interior (Taça Competência), disputados pela primeira vez em 1919.
  2. Curiosamente, mas sem grande surpresa nisso, os maiores contingentes estrangeiros presentes na cidade italianos, portugueses e espanhóis não estavam representados por times nessa primeira liga.

Referências

  1. «Reminiscencias do nosso futebol». Correio de S.Paulo. 25 de janeiro de 1933. p. 9. Consultado em 25 de dezembro de 2014 
  2. «São Paulo tem a primazia da introdução do futebol no Brasil». Correio Paulistano. 17 de novembro de 1940. p. 16. Consultado em 25 de dezembro de 2014 
  3. «O melhor prelio da rodada inicial» (PDF). Correio de S.Paulo. 25 de abril de 1936. p. 6. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  4. a b c d Gambeta, Wilson R (2013). A bola rolou. o velódromo paulista e os espetáculos de futebol (1895/1916) (Tese de Doutorado em História Social). São Paulo: Universidade de São Paulo. p. 154; 164-165. 408 páginas 
  5. Murillo Pessoa (Outubro de 2010). «Mistérios de uma taça» (PDF). Revista O Paulistano (ano XXII - edição 260). p. 80-81. Consultado em 25 de dezembro de 2014 
  6. LIGA Paulista de Football. Guia de football 4 ed. São Paulo: Cardoso. 1906. p. 10-13. 119 páginas 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar