Abrir menu principal

Campeonato Paulista de Futebol de 2005

Campeonato Paulista de Futebol de 2005
Campeonato Paulista de Futebol Profissional da Série A-1 de 2005
Dados
Participantes 20
Período 19 de janeiro – 17 de abril
Gol(o)s 609
Partidas 190
Média 3,21 gol(o)s por partida
Campeão São Paulo[1] (21º título)
Vice-campeão Corinthians
Rebaixado(s) União Barbarense
União São João
Atlético Sorocaba
Inter de Limeira
Melhor marcador Finazzi
◄◄ São Paulo 2004 Soccerball.svg 2006 São Paulo ►►

O Campeonato Paulista de Futebol de 2005 foi a 104.ª edição do Campeonato Paulista, realizada pela Federação Paulista de Futebol, e teve o São Paulo como campeão.[2] O campeonato foi disputando entre 19 de janeiro e 17 de abril de 2005,[3] no sistema de pontos corridos em turno único, sendo disputado entre vinte clubes. O São Paulo conquistou o título antecipadamente, faltando duas rodadas para o término da competição. O artilheiro foi o atacante Finazzi, do América.

Foram rebaixados para a série A-2 de 2006: União Barbarense, União São João, Atlético Sorocaba e Inter de Limeira.

Índice

Regulamento do Campeonato Paulista de 2005Editar

O Campeonato Paulista de 2005 foi totalmente modificado em relação ao anterior. O regulamento para a disputa do Campeonato Paulista de 2005 foi publicado da seguinte maneira:[3]

  1. O Campeonato Paulista de 2005 será disputado por 20 equipes no sistema de pontos corridos, em turno único - onde todos jogarão entre si;
  2. Como o número de rodadas é ímpar (19 rodadas), algumas equipes terão o privilégio de serem mandantes mais vezes (dez jogos em casa e nove fora);
    1. Para determinar o número de mandos de jogos de cada clube foi utilizado pela Federação Paulista de Futebol o critério técnico, observando a classificação do campeonato de 2004;
    2. Caberá também à Federação Paulista de Futebol determinar os locais das partidas de Corinthians, Palmeiras e São Paulo;
  3. Será campeã a equipe que somar mais pontos ao final das 19 rodadas. Em caso de empate entre dois ou mais times, o vencedor será definido obedecendo os seguintes critérios, nesta ordem:
    1. Maior número de vitórias;
    2. Melhor saldo de gols;
    3. Maior número de gols marcados;
    4. Vantagem no confronto direto (exclusivo quando o empate ocorrer apenas entre dois clubes);
    5. Sorteio público na sede da FPF;
  4. Ao final da competição, as quatro equipes que somarem menos pontos serão rebaixadas à Série A-2 do Campeonato Paulista. Em caso de igualdade em pontos, serão observados os mesmos critérios de desempate que determina o campeão;
  5. Finalmente, excluídos os clubes que já tenham vaga assegurada na Série A, B ou C, do Campeonato Brasileiro de 2005, as quatro melhores equipes classificadas no Campeonato Paulista terão asseguradas a indicação para a disputa da Série C do Nacional.

ParticipantesEditar

Disputa do títuloEditar

O São Paulo fez uma campanha muito mais regular que seus adversários diretos ao título, Santos e Corinthians, que sempre o perseguiram à distância. Pouco além da metade do campeonato já se dava por certo o título tricolor.

Na 16ª rodada, a Portuguesa de Desportos receberia o São Paulo no Pacaembu, quando todos esperavam a confirmação da taça. Na rodada seguinte, o Santos receberia o Time da Fé na Vila Belmiro, e, também crente no título são-paulino e não disposta a ver a festa da conquista e entrega das faixas em sua casa, a diretoria alvinegra mudou seu mando de campo para Mogi Mirim.

No entanto, o Tricolor perdeu de virada por 2 a 1 para a Lusa, levando a final para Mogi Mirim, no San-São, na antepenúltima rodada. Santos e Corinthians tinham 32 pontos, podendo chegar a 41, que era a pontuação são-paulina, podendo, teoricamente empatar em pontos com o líder. Porém só o Corinthians ainda poderia ultrapassá-lo nos critérios de desempate, após empatar em número de vitórias (o Santos não podia mais).

Na penúltima rodada, em 3 de abril, o Tricolor segurou um 0 a 0,e, antes do apito final do árbitro, já se sagrou campeão ainda em campo, com o empate em 0 a 0 do Corinthians com o Ituano.

Jogo do títuloEditar

3 de abril de 2005 Santos 0 — 0 São Paulo Estádio Wílson Fernandes de Barros, Mogi Mirim
Público: 12.382
Renda: R$ 200.261
Árbitro: Wilson Luiz Seneme

Hallison   20 do 1.º Grafite   45 do 2.º

Santos: Henao, Ávalos, Hallison e Domingos; Bóvio, Zé Elias (Preto 34 do 2.º), Rogério, Rossini e Flávio; Robinho e William (Fábio Baiano 25 do 1.º, depois Deivid 12 do 2.º). Técnico: Alexandre Gallo.

São Paulo: Rogério Ceni, Lugano, Fabão e Edcarlos; Cicinho, Mineiro (Renan 33 do 2.º), Josué, Danilo (Marco Antônio 38 do 2.º) e Júnior; Grafite e Diego Tardelli (Luizão 17 do 2.º). Técnico: Emerson Leão.

Obs.: o Santos não poderia ser campeão nessa partida.

Classificação finalEditar

Pos Equipes Pts PJ V E D GF GC SG
  1. São Paulo 45 19 14 3 2 49 21 +28
  2. Corinthians 37 19 11 4 4 33 15 +18
  3. Santos 37 19 10 7 2 38 21 +17
  4. Santo André 33 19 10 3 6 34 27 +7
  5. São Caetano 32 19 10 2 7 35 30 +5
  6. Paulista 31 19 9 4 6 33 25 +8
  7. Ituano 28 19 8 4 7 34 34 0
8. Mogi Mirim 27 19 8 3 8 31 37 -6
  9. Palmeiras 25 19 7 4 8 31 32 1
  10. Portuguesa 24 19 6 6 7 27 32 -5
  11. Guarani 24 19 6 6 7 20 25 -5
  12. Marília 23 19 6 5 8 25 31 -6
  13. Portuguesa Santista 23 19 6 5 8 19 26 -7
  14. América-SP¹ 22 19 8 4 7 37 30 +7
  15. Ponte Preta 22 19 6 4 9 28 33 -5
  16. Rio Branco-SP 21 19 6 3 10 27 34 -7
  17. União Barbarense 20 19 5 5 9 25 30 -5
  18. União São João 20 19 5 5 9 31 46 -15
  19. Atlético Sorocaba 16 19 4 4 11 26 37 -11
  20. Inter de Limeira 12 19 3 3 13 25 42 -17
Campeão do Campeonato Paulista de 2005.
Rebaixados à Série A2 do Paulistão 2006.
  • 1. ^ O América perdeu 6 pontos pela escalação irregular do goleiro Pitarelli

PremiaçãoEditar

Campeão Paulista de 2005
 
SÃO PAULO
(21º título)

Referências

  1. http://acervo.folha.com.br/fsp/2005/03/31/20 - Página D10
  2. «Todos os campeões paulistas». Federação Paulista de Futebol. Consultado em 1 de dezembro de 2016. 
  3. a b uolesporte.com. «UOL - Esporte - Regulamento». Consultado em 11 de julho de 2011. 
  Este artigo sobre futebol brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.