Abrir menu principal

Wikipédia β

Campeonato Paulista de Futebol de 2012 - Série A1

Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde dezembro de 2012). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.

A Primeira Divisão do Campeonato Paulista de Futebol de 2012 foi a 111ª edição da principal divisão do futebol paulista, cujo nome oficial atual é Paulistão Chevrolet 2012 por motivos de patrocínio.[1] A disputa ocorreu entre 21 de janeiro e 13 de maio. Houve uma cerimônia de abertura, com a partida entre os campeões da Série A1 (Santos) e Série A2 (XV de Piracicaba) de 2011. Havia a possibilidade de os clássicos paulistas serem disputados nos Estados Unidos.[2]

Campeonato Paulista de Futebol de 2012
Paulistão Chevrolet 2012
Campeonato Paulista de Futebol Profissional - Primeira Divisão - Série A1 - 2012
Dados
Participantes 20
Período 21 de janeiro – 13 de maio
Gol(o)s 607
Média gol(o)s por partida
Campeão Bandeira Santos SaoPaulo Brasil.svg Santos (20º título)
Vice-campeão Flag of Campinas.svg Guarani
Campeão do interior Bandeira de Mogi Mirim.gif Mogi Mirim
Rebaixado(s) Portuguesa
Guaratinguetá
Catanduvense
Comercial
Melhor marcador 20 gols Neymar (Santos)
Maior goleada
(diferença)
Santos Bandeira Santos SaoPaulo Brasil.svg 6 - 1 Flag of Campinas.svg Ponte Preta
Arena BarueriBarueri
25 de fevereiro
◄◄ São Paulo 2011 Soccerball.svg 2013 São Paulo ►►

Índice

Regulamento[3]Editar

O campeão e o vice campeão ganham o direito de disputar a Copa do Brasil de 2013 (caso algum clube se classifique para a Copa Libertadores da América ou pelo Ranking da CBF, a vaga será repassada ao 3º colocado e assim por diante). Além disso, os dois clubes mais bem classificados que não pertençam à Série A, Série B ou a Série C garantem vaga na Série D de 2012.

Primeira faseEditar

O "Paulistão" é disputado por 20 clubes em turno único, onde todos jogaram entre si uma única vez. Neste ano se classificarão os oito melhores colocados para a fase seguinte. Os quatro últimos colocados desta fase serão rebaixados para a Série A2 de 2013.

Critérios de desempateEditar

Caso haja empate de pontos entre dois clubes, os critérios de desempates são aplicados na seguinte ordem:

  1. Número de vitórias
  2. Saldo de gols
  3. Gols marcados
  4. Número de cartões vermelhos
  5. Número de cartões amarelos
  6. Sorteio

Quartas de FinalEditar

Os oito classificados da Primeira Fase serão divididos em quatro chaves de dois times, que jogarão uma partida na casa do clube de melhor campanha no somatório das fases anteriores, com o vencedor avançando às semifinais. Em caso de empate no tempo regulamentar, o confronto será decidido através de pênaltis.

Semi finaisEditar

Os quatro classificados da fase anterior serão divididos em duas chaves de dois times, que jogarão uma partida na casa do clube de melhor campanha no somatório das fases anteriores, com o vencedor avançando à final. Em caso de empate no tempo regulamentar, o confronto será decidido através de pênaltis.

FinaisEditar

Os dois classificados da fase anterior se enfrentarão em duas partidas, sendo que, o clube que teve melhor campanha no somatório das fases anteriores, tem mando de campo na 2ª partida. Em caso de empate em pontos, o primeiro critério de desempate será o saldo de gols na fase final. Caso o empate persista, o confronto será decidido através de pênaltis.

Campeão do InteriorEditar

Assim como nos anos anteriores, haverá a disputa do título "Campeão do Interior". Após as quartas, os quatro clubes melhor classificados do "Interior" (excluindo-se os times situados na capital e o Santos Futebol Clube) que não tenham se classificados às semifinais disputarão entre si um torneio pra determinar o Campeão do Interior. Os jogos serão em sistema de "mata-mata", com o melhor colocado do "interior" enfrentando o quarto melhor colocado do interior e com o segundo enfrentando o terceiro. Os vencedores enfrentar-se-ão na final, também em jogos de ida e volta, definindo assim o campeão.

ParticipantesEditar

Equipe Cidade Em 2011 Estádio Capacidade Títulos
Botafogo   Ribeirão Preto 13º (Série A1) Santa Cruz 28.562 0 (não possui)
Bragantino   Bragança Paulista 15º (Série A1) Nabi Abi Chedid 13.212 1 (1990)
Comercial   Ribeirão Preto 4º (Série A2) Palma Travassos 15.360 0 (não possui)
Corinthians   São Paulo 2º (Série A1) Pacaembu 37.952 26 (último em 2009)
Catanduvense   Catanduva 3º (Série A2) Silvio Salles 16.474 0 (não possui)
Guarani   Campinas 2º (Série A2) Brinco de Ouro 32.453 0 (não possui)
Guaratinguetá[1]   Guaratinguetá 12º (Série A1) Dario Rodrigues Leite 15.769 0 (não possui)
Ituano   Itu 16º (Série A1) Novelli Júnior 16.405 1 (2002)
Linense   Lins 14º (Série A1) Gilberto Siqueira Lopes 15.770 0 (não possui)
Mirassol   Mirassol 7º (Série A1) José Maria de Campos Maia 14.534 0 (não possui)
Mogi Mirim   Mogi Mirim 11º (Série A1) Romildo Vitor Gomes Ferreira 19.900 0 (não possui)
Oeste   Itápolis 6º (Série A1) Amaros 16.143 0 (não possui)
Palmeiras   São Paulo 3º (Série A1) Pacaembu[2] 37.952 22 (último em 2008)
Paulista   Jundiaí 10º (Série A1) Jayme Cintra 14.771 0 (não possui)
Ponte Preta   Campinas 5º (Série A1) Moisés Lucarelli 19.728 0 (não possui)
Portuguesa   São Paulo 8º (Série A1) Canindé 21.004 3 (último em 1973)
Santos   Santos 1º (Série A1) Vila Belmiro 21.256 19 (último em 2011)
São Caetano   São Caetano do Sul 9º (Série A1) Anacleto Campanella 16.744 1 (2004)
São Paulo   São Paulo 4º (Série A1) Morumbi 67.428 21[4][5] (último em 2005)
XV de Piracicaba   Piracicaba 1º (Série A2) Barão de Serra Negra 18.799 0 (não possui)

OBS: 1. ^ No dia 28 de novembro de 2011, o Americana Futebol anunciou seu retorno a sua antiga sede voltando a chamar Guaratinguetá Futebol Ltda.
2. ^ O Estádio Palestra Itália está fechado para a reforma e construção da Arena Allianz Parque, com isso o Palmeiras mandará seus jogos no Estádio do Pacaembu.

ClassificaçãoEditar

Equipes 2012 PG J V E D GP GC SG %
1.   Corinthians 46 19 14 4 1 28 11 17 80
2.   São Paulo 43 19 13 4 2 42 21 21 75
3.   Santos 39 19 12 3 4 46 18 28 68
  4.   Guarani 36 19 11 3 5 26 18 8 63
5.   Palmeiras 36 19 10 6 3 37 24 13 63
6.   Mogi Mirim 35 19 10 5 4 32 22 10 61
7.   Bragantino 29 19 8 5 6 33 33 0 50
8.   Ponte Preta 28 19 8 4 7 34 31 3 49
9.   Mirassol 25 19 6 7 6 31 25 6 43
10.   Oeste 25 19 6 7 6 32 30 2 43
11.   São Caetano 23 19 5 8 6 24 25 -1 40
12.   Linense 23 19 6 5 8 31 40 -9 40
13.   Paulista 22 19 7 1 11 26 29 -3 38
14.   Ituano 20 19 5 5 9 25 34 -9 35
15.   Botafogo-SP 19 19 6 1 12 24 40 -16 33
  16.   XV de Piracicaba 18 19 5 3 11 23 29 -6 31
17.   Portuguesa 18 19 4 6 9 22 29 -7 31
18.   Guaratinguetá 15 19 4 3 12 22 43 -21 26
  19.   Catanduvense 13 19 2 7 10 19 36 -17 22
  20.   Comercial 12 19 3 3 13 18 37 -19 21

Campeonato do InteriorEditar

Fase finalEditar

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no confronto de quartas e semifinal (e no 2º jogo da final) e em negrito os times classificados.
  Quartas de final Semifinais Final
                             
     Corinthians 2  
   Ponte Preta 3  
     Ponte Preta 1  
     Guarani 3  
   Guarani 3
     Palmeiras 2  
       Guarani 0 2
     Santos 3 4
     São Paulo 4  
   Bragantino 1  
     São Paulo 1
     Santos 3  
   Santos 2
     Mogi Mirim 0  



Quartas de finalEditar

Mandante Placar Visitante
Corinthians   2 – 3   Ponte Preta
São Paulo   4 – 1   Bragantino
Santos   2 – 0   Mogi Mirim
Guarani   3 – 2   Palmeiras


21 de abril São Paulo   4 – 1   Bragantino Morumbi, São Paulo
18:30
Fernadinho   19'
Luis Fabiano   52'   68'
Osvaldo   83'
Súmula

Boletim

Júnior Lopes   64' Público: 25.555 pagantes
Árbitro:  SP Wilson Luiz Seneme (FIFA)

22 de abril Corinthians   2 – 3   Ponte Preta Pacaembu, São Paulo
16:00
Willian   74'
Alex   90'
Súmula

Boletim

Willian Magrão   12'
Roger   34'

Rodrigo Pimpão   89'

Público: 24.254 pagantes
Árbitro:  SP Rodrigo Braghetto

22 de abril Santos   2 – 0   Mogi Mirim Vila Belmiro, Santos
16:00
Maranhão   22'
Neymar   71'
Súmula

Boletim

Público: 10.635 pagantes
Árbitro:  SP Flávio Rodrigues Guerra

22 de abril Guarani   3 – 2   Palmeiras Brinco de Ouro, Campinas
18:30
Fumagalli   50'
Fabinho   53'   90+1'
Súmula

Boletim

Marcos Assunção   54'
Henrique   90+3'
Público: 15.005 pagantes
Árbitro:  SP Vinicius Forlan

SemifinaisEditar

Mandante Placar Visitante
São Paulo   1 – 3   Santos
Guarani   3 – 1   Ponte Preta
29 de abril São Paulo   1 – 3   Santos Morumbi, São Paulo
16:00
Willian José   63' Súmula

Boletim

Neymar   3'   31'   77' Público: 47.771
Árbitro:  SP Paulo Cesar de Oliveira (FIFA)

29 de abril Guarani   3 – 1   Ponte Preta Brinco de Ouro, Campinas
18:30
Fábio Bahia   53'
Medina   68'   85'
Súmula

Boletim

Caio   39' Público: 15.179
Árbitro:  SP Flávio Rodrigues Guerra

FinalEditar

Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
Santos   7 – 2   Guarani 3 – 0 4 – 2

Jogo de IdaEditar

6 de maio Guarani   0 – 3   Santos Morumbi, São Paulo
16:00
Súmula

Boletim

Ganso   42'
Neymar   65'   90+1'
Público: 43.500
Árbitro:  SP Wilson Luiz Seneme (FIFA)

Jogo de VoltaEditar

13 de maio Santos   4 – 2   Guarani Morumbi, São Paulo
16:00
Alan Kardec   1'   90+3'
Neymar   8'   73'
Súmula

Boletim

Fabinho   4'
Bruno Mendes   16'
Público: 53.749
Árbitro:  SP Paulo César de Oliveira (FIFA)


Campeão Paulista 2012
 
Santos
(20° título)

Confrontos[6]Editar

  BOT BRA CAT COM COR GUA GTA ITU LIN MIR MMI OES PAL PAU PPR POR SAN SCT SPA XVP
Botafogo-SP * * 1–2 * 2–1 * 0–1 * * 0–1 * 2–6 * 1–2 * 1–4 2–3 * 2–1
Bragantino 1–1 * 2–1 * 1–0 * * * * 2–0 1–4 1–2 * * 1–1 * 2–0 3–3 *
Catanduvense 2–4 2–4 * * 1–2 1–3 * 2–2 * 0–2 1–1 1–1 * 1–1 * * * * *
Comercial * * 2–1 3–3 0–2 2–1 0–1 3–4 0–1 1–3 0–2 * * * * * * * *
Corinthians 1–0 1–1 2–1 * 1-1 * * 1–0 2–1 * * 2–1 1–0 * * * 1–0 1–0
Guarani * * * * * * 2–0 2–1 2–0 * 2–1 3–1 2–1 * 1–0 0–2 * * 2–0
Guaratinguetá 2–1 2–2 * * 0–2 2–1 * * 0–4 1–1 * 2–3 * 2–1 * * 2–2 * *
Ituano * 1–4 1–1 * 0–1 * 3–0 2–3 1–1 * * * 3–2 * * * 2–2 2–4 *
Linense 1–3 2–1 * * * * 4–2 * 1–1 0–2 * 1–3 * * * * 3–3 2–1 0–4
Mirassol 3–0 2–3 1–1 * * * * * * 2–2 * * 1–2 3–3 4–2 1–3 * 0–1 3–0
Mogi Mirim * * * * 1–1 3–0 * 2–2 * * * * 3–1 1–3 3–0 3–1 1–0 * 2–2
Oeste 2–3 * * * 0–3 * 2–1 4–2 1–1 0–0 1–2 * 2–1 * 3–2 * * 2–3 *
Palmeiras * * * 2–2 * * * 3–0 * 0–1 2–0 1–1 * 2–1 1–1 * 0–0 3–3 3–2
Paulista 0–1 2–0 3–1 3–0 * * 2–1 * 1–2 * * * 0–1 * * 1–1 1–2 * 2–1
Ponte Preta * 5–1 * 1–0 1–2 1–1 * 1–0 2–1 * * 2–2 * 4–1 3–1 * * 1–3 *
Portuguesa 3–0 * 0–0 3–0 0–2 * 2–1 1–1 2–2 * * * * 0–2 * 0–2 * * 1–0
Santos * 2–0 5–0 2–0 1–0 * 5–0 2–1 4–1 * * 1–1 1–2 * 6–1 * * * *
São Caetano * * 0–1 2–0 0–1 0–1 * * * 2–2 * 2–2 * * 1–0 1–1 2–1 * 1–1
São Paulo 4–0 * 2–0 1–1 * 1-1 3–0 * * * 2–0 * * 3–1 * 2–1 3–2 2–1 *
XV de Piracicaba * 2–3 0–2 2–1 * * 2–0 1–2 * * * 2–1 * * 2–1 * 1–1 * 0–1

Desempenho por rodadaEditar

Clubes que lideraram o campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19
SPA COR SPA PAL COR PAL SPA COR

Clubes que ficaram na Lanterna no campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19
BOT GTA CAT BOT ITU XVP COM

Seleção do CampeonatoEditar

Seleção do Campeonato Paulista 2012
Posição Jogador Clube
Goleiro Rafael Cabral Santos
Lateral-direito Oziel Guarani
Zagueiro Edu Dracena Santos
Zagueiro Rhodolfo São Paulo
Lateral-esquerdo Cortez São Paulo
Volante M. Assunção Palmeiras
Volante Paulinho Corinthians
Meia Lucas São Paulo
Meia PH Ganso Santos
Atacante Neymar Jr. Santos
Atacante Hernane Mogi Mirim
Técnico Vadão Guarani

ArtilheirosEditar

CuriosidadesEditar

Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde Abril de 2012).
  • O gol mais rápido do Paulistão Chevrolet foi marcada por Hernane, do Mogi Mirim, na partida válida entre Linense e Mogi Mirim pela 15ª rodada. Foram exatos 17 segundos. [8]
  • O Derby Campineiro, nome pelo qual o confronto entre Ponte Preta e Guarani é conhecido, ocorrido no dia 24 de março e válido pela 15ª rodada do campeontato, ocorreu no mesmo dia que o clássico completou 100 anos de história. O jogo terminou empatado por 1 a 1.[9]

Referências

  1. http://www.maquinadoesporte.com.br/i/noticias/patrocinio/23/23551/Campeonato-Paulista-tera-naming-right-da-Chevrolet/index.php
  2. http://esporte.ig.com.br/futebol/estaduais-2012-podem-ter-quatro-classicos-nos-estados-unidos/n1597355049437.html
  3. http://esportes.terra.com.br/futebol/noticias/0,,OI5449093-EI1832,00-Por+emocao+FPF+mantem+regulamento+para+o+Paulista+em.html
  4. http://www.rsssfbrasil.com/tablesrz/sp1931.htm - São Paulo campeão paulista de 1931
  5. http://acervo.folha.com.br/fsp/2005/03/31/20 A Federação Paulista de Futebol reconhece o São Paulo Futebol Clube como o campeão paulista de 1931.
  6. http://globoesporte.globo.com/sp/futebol/campeonato-paulista/index.html#/classificacao-e-jogos
  7. globoesporte.globo.com Rodada pelo Brasil tem gols de Rooney, Dimba e Celsinho, o artilheiro dos oito gols. Massagista se machuca, e falta de ambulâncias atrasa jogos Acessado em 19/03/2012
  8. globoesporte.globo.com Hernane marca aos 17 segundos e faz o gol mais rápido do Paulistão. Acessado em 06/04/2012
  9. UOL Esporte Guarani arranca empate aos 46 min no dérbi do centenário e segue na frente da Ponte Acessado em 07/04/2012

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre futebol brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.