Abrir menu principal

Wikipédia β

Campeonato Paulista de Futebol de 2016 - Série A1

A Série A1 do Campeonato Paulista de Futebol de 2016, ou Paulistão Itaipava 2016 por motivos de patrocínio,[1] foi a 115ª edição da principal divisão do futebol paulista. Ela foi realizada e organizada pela Federação Paulista de Futebol e disputada por vinte clubes entre os dias 30 de janeiro e 8 de maio. Algumas mudanças importantes no regulamento marcaram essa edição do torneio.

Campeonato Paulista de Futebol de 2016
Paulistão Itaipava 2016
Paulistão Itaipava 2016
Dados
Participantes 20
Organização FPF
Anfitrião  São Paulo
Período 30 de janeiro – 8 de maio
Gol(o)s 387
Partidas 150
Média 2,58 gol(o)s por partida
Campeão Bandeira Santos SaoPaulo Brasil.svg Santos (22º título)
Vice-campeão Bandeira Osasco.png Audax
3º colocado Bandeira da cidade de São Paulo.svg Corinthians
4º colocado Bandeira da cidade de São Paulo.svg Palmeiras
Campeão do interior BandeiraSorocaba.svg São Bento
Rebaixado(s) Bandeira de Diadema-SP, Brasil.png Água Santa
Bandeira de Mogi Mirim.gif Mogi Mirim
Flag piracicaba.gif XV de Piracicaba
Itápolisbandeira.jpg Oeste
Bandeira de Capivari.jpg Capivariano
Bandeira Rio Claro (São Paulo).png Rio Claro
Melhor marcador Roger (Red Bull Brasil) (11 gols)
Melhor ataque (fase inicial) Bandeira Santos SaoPaulo Brasil.svg Santos (34 gols)
Melhor defesa (fase inicial) Bandeira da cidade de São Paulo.svg Corinthians (10 gols)
Maiores goleadas
(diferença)
Linense Lins Bandeira.jpg 5–0 Bandeira de Capivari.jpg Capivariano
Estádio Municipal Gilberto Siqueira LopesLins
26 de março
 
Ponte Preta Flag of Campinas.svg 7–2 Bandeira de Diadema-SP, Brasil.png Água Santa
Estádio Moisés LucarelliCampinas
2 de abril
Público 1 148 946
Média 7 271,8 pessoas por partida
Premiações
Melhor jogador
(FPF)
Lucas Lima (Santos)
Melhor jogador jovem
(FPF)
Tchê Tchê (Audax)
Melhor treinador
(FPF)
Fernando Diniz (Audax)
◄◄ São Paulo Paulistão 2015 Soccerball.svg São Paulo Paulistão 2017 ►►

Índice

RegulamentoEditar

O campeonato foi disputado por vinte clubes divididos em quatro grupos. Na primeira fase, os times enfrentaram apenas os clubes dos outros grupos, totalizando quinze rodadas. A primeira fase teve início em 30 de janeiro. Os dois melhores classificados de cada chave avançaram às quartas-de-final, que serão disputadas em jogo único - com o mando de campo ao clube de melhor campanha na primeira fase. Em caso de empate no tempo regulamentar, o confronto seria decidido por meio de pênaltis. As semifinais também foram definidas em apenas uma partida e com possibilidade de decisão por penais. A final aconteceu em dois jogos e, em caso de empate em pontos (uma vitória para cada time ou dois empates), o primeiro critério de desempate foi o saldo de gols na fase final. Caso o empate persistisse, o confronto seria decidido por meio de pênaltis. O gol marcado fora de casa não vale como critério de desempate.

Os três primeiros colocados ganharam o direito de disputar a Copa do Brasil de 2017. Caso algum clube se classifique para a Copa Libertadores da América de 2017, a vaga será repassada ao 4º colocado e assim por diante. Além disso, os dois clubes mais bem classificados que não pertençam a nenhuma divisão do Campeonato Brasileiro terão vaga na Série D de 2016. Doze clubes disputarão essas duas vagas na quarta divisão nacional. [2]

A quantidade de times rebaixados foi maior que nas edições anteriores: os seis times que somaram menos pontos na primeira fase foram rebaixados, independentemente dos grupos em que jogaram. Em 2016, apenas dois times da Série A2 terão acesso à Série A1 de 2017, que será disputada por dezesseis clubes.

Critérios de desempateEditar

Caso haja empate de pontos entre dois clubes, os critérios de desempates são aplicados na seguinte ordem:
1. Número de vitórias
2. Saldo de gols
3. Gols marcados
4. Número de cartões vermelhos
5. Número de cartões amarelos
6. Sorteio

Equipes participantesEditar

Equipe Cidade Em 2015 Estádio Capacidade Títulos
Esporte Clube Água Santa   Diadema (A2)
Distrital do Inamar[3] 10 000 0
Grêmio Osasco Audax   Osasco José Liberatti 17 430 0
Botafogo Futebol Clube   Ribeirão Preto Santa Cruz 29 292 0
Capivariano Futebol Clube   Capivari 14º Arena Capivari 19 000 0
Sport Club Corinthians Paulista   São Paulo Arena Corinthians 45 000 27 (último em 2013)
Associação Ferroviária de Esportes   Araraquara (A2) Fonte Luminosa 20 000 0
Ituano Futebol Clube   Itu 12º Novelli Júnior 18 560 2 (último em 2014)
Clube Atlético Linense   Lins 16º Gilberto Siqueira Lopes 15 770 0
Mogi Mirim Esporte Clube   Mogi Mirim 11º Vail Chaves 19 900 0
Grêmio Novorizontino   Novo Horizonte (A2) Jorge Ismael de Biasi 12 398 0
Oeste Futebol Clube   Itápolis (A2) Amaros 10 000 0
Sociedade Esportiva Palmeiras   São Paulo Allianz Parque 43 713 22 (último em 2008)
Associação Atlética Ponte Preta   Campinas Moisés Lucarelli 19 728 0
Red Bull Brasil   Campinas Moisés Lucarelli 19 728 0
Rio Claro Futebol Clube   Rio Claro 15º Augusto Schmidt Filho 6 284 0
Santos Futebol Clube   Santos Vila Belmiro 16 798 22 (último em 2016)
Esporte Clube São Bento   Sorocaba 10º Walter Ribeiro 13 772 0
São Bernardo Futebol Clube   São Bernardo do Campo 13º Primeiro de Maio 13 440 0
São Paulo Futebol Clube   São Paulo Morumbi 72 039 21 (último em 2005)
Esporte Clube XV de Novembro   Piracicaba Barão de Serra Negra 18 000 0

EstádiosEditar

Água Santa Audax Botafogo-SP Capivariano Corinthians Ferroviária
Distrital do Inamar José Liberatti Santa Cruz Arena Capivari Arena Corinthians Fonte Luminosa
Capacidade: 10 000 Capacidade: 17 430 Capacidade: 29 292 Capacidade: 19 000 Capacidade: 45 000 Capacidade: 20 000
     
Ituano
Localização das equipes participantes da Série A1 de 2016.[4] Grupos:  A /  B /  C /  D
Equipes de Campinas:
  Ponte Preta
  Red Bull
Linense
Novelli Júnior Gilberto Siqueira Lopes
Capacidade: 18 560 Capacidade: 15 770
   
Mogi Mirim Novorizontino
Vail Chaves Jorge Ismael di Biase
Capacidade: 19 900 Capacidade: 12 398
Oeste Palmeiras
Amaros Allianz Parque
Capacidade: 10 000 Capacidade: 43 713
 
Ponte Preta Red Bull Brasil
Moisés Lucarelli Moisés Lucarelli
Capacidade: 19 728 Capacidade: 19 728
   
Rio Claro Santos São Bento São Bernardo São Paulo XV de Piracicaba
Augusto Schmidt Filho Vila Belmiro Walter Ribeiro Primeiro de Maio Morumbi Barão de Serra Negra
Capacidade: 6 284 Capacidade: 16 798 Capacidade: 13 772 Capacidade: 13 440 Capacidade: 72 039 Capacidade: 18 000
    150px    
Estádio Adicional - Cidade de São Paulo. Estádio do Pacaembu. Clubes Mandantes.: São Paulo Futebol Clube/ Sociedade Esportiva Palmeiras Ex-Mandantes.: Santos Futebol Clube/ Sport Club Corinthians Paulista.

Primeira faseEditar

Equipes classificadas à fase final
Equipes rebaixadas à Série A2 de 2017

Grupo AEditar

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG %
1   Santos 32 15 9 5 1 28 14 14 71,1
2   São Bento 27 15 7 6 2 21 11 10 60,0
3   Linense 20 15 4 8 3 21 19 2 44,4
4   Botafogo-SP 19 15 4 7 4 15 14 1 42,2
5   Oeste 13 15 3 4 8 13 19 -6 28,9

Grupo BEditar

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG %
1   Palmeiras 24 15 7 3 5 25 17 8 53,3
2   São Bernardo 23 15 6 5 4 22 21 1 51,1
3   Ponte Preta 22 15 6 4 5 22 16 6 48,9
4   Ituano 22 15 6 4 5 19 19 0 48,9
5   Novorizontino 21 15 5 6 4 24 21 3 46,7

Grupo CEditar

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG %
1   Audax 24 15 7 3 5 25 21 4 53,3
2   São Paulo 22 15 6 4 5 17 14 3 48,9
3   Ferroviária 17 15 5 2 8 19 21 -2 37,8
4   XV de Piracicaba 15 15 3 6 6 12 19 -7 33,3
5   Capivariano 10 15 2 4 9 17 34 -17 22,2

Grupo DEditar

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG %
1   Corinthians 35 15 11 2 2 26 8 18 77,8
2   Red Bull Brasil 22 15 7 1 7 24 22 2 48,9
3   Água Santa 16 15 4 4 7 16 28 -12 35,6
4   Mogi Mirim 15 15 4 3 8 12 23 -11 33,3
5   Rio Claro 9 15 2 3 10 9 26 -17 20,0

ConfrontosEditar

  AGS AUD BOT CPV COR FER ITU LIN MOG NOV OES PAL PON RBB RCL SAN SBO SBE SPA XVP
Água Santa 1–1 4–1 1–0 0–0 4–1 2–2 0–1
Audax 1–2 0–1 2–0 0–0 2–1 1–3 3–2 2–1
Botafogo 1–1 2–0 0–3 4–0 2–0 0–2 0–2 1–1
Capivariano 1–2 2–2 0–0 0–2 3–5 1–1 2–0
Corinthians 2–1 1–0 4–0 3–0 1–0 1–0 2–0 1–0
Ferroviária 0–1 2–2 2–1 1–2 2–0 3–1 0–2
Ituano 2–1 3–2 1–1 0–1 1–0 2–1 1–1
Linense 4–0 5–0 0–0 2–2 2–2 0–3 1–1 1–1
Mogi Mirim 1–2 3–1 0–3 0–0 1–2 0–3 0–0
Novorizontino 4–0 3–2 1–1 1–1 2–0 3–3 1–1
Oeste 1–0 1–3 1–2 0–0 3–1 1–2 1-1
Palmeiras 4–1 1–0 1–2 1–2 1–2 3–0 0–0 2–2
Ponte Preta 7–2 1–1 2–0 0–1 0–2 0–0 1–0 0–1
Red Bull Brasil 0–3 1–3 2–0 2–3 0–3 2–0 2–0 1–1
Rio Claro 0–2 0–0 2–2 0–1 0–1 0–0 1–4
Santos 1–0 2–1 2–0 4–1 2–1 4–1 1–1 1–1
São Bento 1–1 1–0 1–1 1–0 3–0 3–0 1–0 1–0
São Bernardo 3–3 0–3 1–1 1–1 1–0 3–2 1–2
São Paulo 4–0 1–0 2–0 2–0 2–1 0–2 1–0 1–3
XV 0–0 1–1 1–4 1–1 1–4 2–1 1–2 0–1

Desempenho por rodadaEditar

Grupo AEditar

Clubes que lideraram o Grupo A ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15
OES SAN SBN SAN SBN SAN

Clubes que ficaram na lanterna no Grupo A ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15
BOT OES BOT OES

Grupo BEditar

Clubes que lideraram o Grupo B ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15
PAL ITU PAL ITU PAL

Clubes que ficaram na lanterna no Grupo B ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15
PON NOV SBE NOV SBE PAL PON ITU NOV

Grupo CEditar

Clubes que lideraram o Grupo C ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15
AUD SPA FER SPA FER AUD SPA AUD


Clubes que ficaram na lanterna no Grupo C ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15
XVP CPV

Grupo DEditar

Clubes que lideraram o Grupo D ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15
AGS COR

Clubes que ficaram na lanterna no Grupo D ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15
MOG RCL MOG RCL MOG RCL

Fase finalEditar

Em Itálico as equipes que fazem os jogos com seu mando de campo e na Final a equipe que faz o 2º jogo em casa.

  • Os confrontos das semifinais são definidos de acordo com a classificação geral dos semifinalistas. Numa semifinal o time com a melhor campanha (S1) enfrenta o time com a quarta melhor campanha (S4). Na outra, o time com a segunda melhor campanha (S2) enfrenta o time com a terceira melhor campanha (S3).
  Quartas de final
16 de abril, 17 de abril e 18 de abril
Semifinais
24 de abril
Final
1 de maio e 8 de maio
                             
  1D    Corinthians 4  
2D    Red Bull Brasil 0  
  S1    Corinthians 2 (1)  
  S4    Audax (pen) 2 (4)  
1C    Audax 4
  2C    São Paulo 1  
    F1    Audax 1 0
  F2    Santos 1 1
  1A    Santos 2  
2A    São Bento 0  
  S2    Santos (pen) 2 (3)
  S3    Palmeiras 2 (2)  
1B    Palmeiras ' 2
  2B    São Bernardo 0  


ArtilhariaEditar

PúblicoEditar

Maiores públicosEditar

Esses são os dez maiores públicos do Campeonato:

Público[PP] Mandante Placar Visitante Estádio Data Etapa
1 41.343 Corinthians   2(1)-2(4)   Audax Arena Corinthians 23 de abril Semi Final
2 36.957 Corinthians   4–0   Red Bull Brasil Arena Corinthians 16 de abril Quartas de Final
3 36.378 Corinthians   2–0   São Paulo Arena Corinthians 14 de fevereiro 4ª Rodada
4 31.334 Corinthians   4–0   Linense Arena Corinthians 19 de março 10ª Rodada
5 30.945 Corinthians   1–0   XV de Piracicaba Arena Corinthians 31 de janeiro 1ª Rodada
6 30.731 Palmeiras   2–0   São Bernardo Allianz Parque 18 de abril Quartas de Final
7 30.475 Corinthians   3–0   Novorizontino Arena Corinthians 10 de abril 15ª rodada
8 28.717 Corinthians   1–0   Oeste Arena Corinthians 27 de fevereiro 7ª rodada
9 28.491 Corinthians   1–0   Ituano Arena Corinthians 27 de março 12ª rodada
10 23.181 Palmeiras   0–0   Santos Allianz Parque 20 de fevereiro 5ª rodada
  • PP. ^ Considera-se apenas o público pagante

Menores públicosEditar

Esses são os dez menores públicos do Campeonato:

Público[PP] Mandante Placar Visitante Estádio Data Etapa
1 235 Rio Claro   1–4   São Bernardo Augusto Schmidt 26 de março 12ª rodada
2 291 Mogi Mirim   3–1   Linense Vail Chaves 17 de fevereiro 7ª rodada
3 370 Rio Claro   2–2   Capivariano Augusto Schmidt 30 de janeiro 1ª rodada
4 407 Rio Claro   0–2   Audax Augusto Schmidt 13 de fevereiro 4ª rodada
5 422 São Bento   1–1   Ituano Arena Barueri 30 de janeiro 1ª rodada
6 452 Capivariano   2–0   São Bernardo Arena Capivari 24 de fevereiro 6ª rodada
7 528 Rio Claro   0–1   Linense Major José Levy Sobrinho 6 de março 8ª rodada
8 603 Audax   3–2   Red Bull Brasil Prefeito José Liberatti 10 de fevereiro 3ª rodada
9 653 Mogi Mirim   0–0   XV de Piracicaba Vail Chaves 14 de fevereiro 4ª rodada
10 669 Mogi Mirim   0–0   Oeste Vail Chaves 14 de março 9ª rodada
  • PP. ^ Considera-se apenas o público pagante

Média como mandanteEditar

Pos. Time Média Mandos Maior Menor
1   Corinthians 30.317 9 41.343 22.029
2   Palmeiras 18.963 8 23.181 14.372
3   Santos 9.651 9 16.018 4.208
4   São Paulo 7.158 8 13.466 2.927
5   Botafogo-SP 6.957 8 18.635 1.899
6   Oeste 6.654 7 15.036 5.040
7   Ponte Preta 5.169 8 9.504 1.919
8   Audax 4.517 8 9.391 603
9   Água Santa 4.359 7 7.283 1.985
10   São Bernardo 4.203 7 7.623 2.491
11   XV de Piracicaba 4.051 8 9.861 1.512
12   Ferroviária 4.045 7 9.273 2.282
13   Linense 4.007 7 10.510 1.149
14   Novorizontino 3.647 7 7.072 2.459
15   São Bento 3.390 8 7.818 422
16   Red Bull Brasil 2.793 8 6.191 1.225
17   Ituano 2.705 7 7.885 780
18   Capivariano 2.559 7 4.800 452
19   Mogi Mirim 2.165 7 7.759 291
20   Rio Claro 1.198 7 3.319 235

Classificação geralEditar

Os times rebaixados são definidos pela classificação geral e não pela classificação de seus respectivos grupos.

Pos. Times G P J V E D GP GC SG Classificação ou rebaixamento
1   Santos[CBR] A 40 19 11 7 1 34 17 17 Classificado à Copa do Brasil de 2017
2   Audax C 29 19 8 5 6 32 26 6 Classificado à Copa do Brasil de 2017 e à Série D de 2016 e 2017
3   Corinthians D 39 17 12 3 2 32 10 22 Classificado à Copa do Brasil de 2017
4   Palmeiras[CBR] B 28 17 8 4 5 29 19 10
5   São Bento[CBR] A 27 16 7 6 3 21 13 8 Classificado à Série D de 2016[a]
6   São Bernardo B 23 16 6 5 5 22 23 -1 Classificado à Série D de 2017[b]
7   Red Bull Brasil D 22 16 7 1 8 24 26 -2 Classificado à Série D de 2017[a]
8   São Paulo C 22 16 6 4 6 18 18 0
9   Ponte Preta B 22 15 6 4 5 22 16 6
10   Ituano B 22 15 6 4 5 19 19 0
11   Novorizontino B 21 15 5 6 4 24 21 3
12   Linense A 20 15 4 8 3 21 19 2
13   Botafogo-SP A 19 15 4 7 4 15 14 1
14   Ferroviária C 17 15 5 2 8 19 21 -2
15   Água Santa D 16 15 4 4 7 16 28 -12 Zona de rebaixamento à Série A2 de 2017
16   Mogi Mirim D 15 15 4 3 8 12 23 -11
17   XV de Piracicaba C 15 15 3 6 6 12 19 -7
18   Oeste A 13 15 3 4 8 13 19 -6
19   Capivariano C 10 15 2 4 9 17 34 -17
20   Rio Claro D 9 15 2 3 10 9 26 -17
Legenda
Notas
  • CBR^ O Santos se classificou para a Copa Libertadores de 2017 e com isso garantiu uma vaga nas oitavas de finais da Copa do Brasil de 2017. Sua vaga na primeira fase foi repassada ao Palmeiras (4º colocado), porém a equipe também garantiu uma vaga nas oitavas de finais da Copa do Brasil. Sendo assim, a vaga foi repassada ao São Bento (5º colocado).

Mudança de técnicosEditar

Clube Antecessor Motivo Data Última partida Rod Pos Sucessor Ref.
  Capivariano   Evaristo Piza Demitido 14 de fevereiro Água Santa 4-1 Capivariano 5° (Grupo C)   Roberto Fernandes [6][7]
  Ponte Preta   Vinícius Eutrópio Demitido 14 de fevereiro Ponte Preta 1-1 Botafogo-SP 4° (Grupo D)   Alexandre Gallo [8][9]
  Rio Claro   Luis dos Reis Demitido 14 de fevereiro Rio Claro 0-2 Audax 3° (Grupo D)   Sérgio Guedes [10] [11]
  Botafogo-SP   Marcelo Veiga Demitido 28 de fevereiro Rio Claro 0-0 Botafogo-SP 3° (Grupo D)   Márcio Fernandes [12] [13]
  Palmeiras   Marcelo Oliveira Demitido 9 de março Palmeiras 4-1 Capivariano 1° (Grupo B)   Alberto Valentim (interino) [14][15]
  Mogi Mirim   Toninho Cecílio Demitido 5 de março Botafogo-SP 2-0 Mogi Mirim 8° (Grupo C)   Flávio Araújo [16][17]
  Palmeiras   Alberto Valentim (interino) Contratação 14 de março São Paulo 0-2 Palmeiras 1° (Grupo B)   Cuca [18]
  Água Santa   Márcio Ribeiro Demitido 8 de março Novorizontino 2-0 Água Santa 11ª 3° (Grupo D)   Márcio Bittencourt [19][20]

PremiaçãoEditar

Campeonato Paulista de Futebol de 2016
Campeão Paulista 2016
 
Santos
Campeão
(22° título)
Campeão do Interior 2016
 
São Bento
Campeão
(4º título)

Ver tambémEditar

Referências

  1. Lancenet. «Itaipava assume naming rights do Paulistão». 20 de janeiro de 2015. Consultado em 4 de novembro de 2015 
  2. «FPF proíbe troca de técnicos entre times no Paulista, que rebaixará seis». Globoesporte.com. 05/11//2015. Consultado em 5 de novembro de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. Futebol Interior (27 de novembro de 2015). «Federação aceita laudos e confirma caçula Água Santa, de Diadema, no Paulistão». Consultado em 28 de novembro de 2015 
  4. Globoesporte.com (3 de novembro de 2015). «Federação sorteia grupos do Paulistão nessa quinta-feira». Consultado em 5 de novembro de 2015 
  5. «Paulista Série A1 2016 - Artilharia». FPF. 25 de abril de 2016. Consultado em 27 de abril de 2016 
  6. «Paulistão: Sem vencer, Evaristo Piza deixa o Capivariano» 
  7. «Paulistão: Roberto Fernandes volta da Europa para assumir o Capivariano» 
  8. «Vinícius Eutrópio paga por incompetência de dirigentes e é demitido da Ponte Preta». 14 de fevereiro de 2016. Consultado em 14 de fevereiro de 2016 
  9. «Ponte Preta anuncia Alexandre Gallo como novo técnico». ESPN. 22 de fevereiro de 2016. Consultado em 22 de fevereiro de 2016 
  10. «Paulistão: Luis dos Reis, do Rio Claro, é primeiro a cair após quatro rodadas» 
  11. «XV de Piracicaba x Rio Claro - Jogo atrasado marcará estreia de Sérgio Guedes» 
  12. «Paulistão: Luis dos Reis, do Rio Claro, é primeiro a cair após quatro rodadas» 
  13. «Paulistão: Márcio Fernandes chega ao Botafogo: "Agradeço a oportunidade"» 
  14. «Palmeiras demite Marcelo Oliveira e inicia busca por técnico» 
  15. «Tampão pelo 3º ano seguido, interino deve dirigir Palmeiras em clássico pela primeira vez» 
  16. «Terceira derrota seguida custa cargo de Toninho Cecílio no Mogi Mirim» 
  17. «Mogi Mirim x Oeste - É a estreia de Flávio Araújo no Paulistão!». Futebol Interior. 11 de março de 2016. Consultado em 14 de março de 2016 
  18. «Cuca assina contrato com o Palmeiras e será apresentado na segunda-feira» 
  19. «Água Santa demite técnico após 3 anos e estreará ex-Corinthians diante do Palmeiras» 
  20. «Márcio Bittencourt estreará no Água Santa contra o Palmeiras». Gazeta Esportiva. 27 de março de 2016. Consultado em 27 de março de 2016