Abrir menu principal

Campeonato Pernambucano de Futebol Feminino

Competição brasileira de futebol profissional
Campeonato Pernambucano de Futebol Feminino
Pernambucano Feminino
Dados gerais
Organização FPF
Edições 20 desde 1999 (20 anos)
14 desde 2005 (14 anos)
Outros nomes Troféu Garra da Mulher Pernambucana
Local de disputa  Pernambuco,  Brasil
Número de equipes varia conforme o ano
Sistema Temporada, Misto (turno classificatório)
Soccerball current event.svg Edição atual
editar

O Campeonato Pernambucano de Futebol Feminino, mais conhecido como Troféu Garra da Mulher Pernambucana, é uma competição brasileira de futebol profissional feminino entre clubes do estado de Pernambuco, sendo a principal competição futebolística feminina no estado. Criada em 1999 e de forma mais organizada pela Federação Pernambucana de Futebol, desde 2005, é um campeonato que envolve os mais tradicionais clubes do futebol pernambucano e é por meio desta competição, que é indicado o representante pernambucano para o Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino - Série A2.[1]

A competição tem como maiores campeões as equipes de Vitória das Tabocas e Sport,[2] ambas com sete conquistas sendo que a equipe das tabocas possui duas conquistas de forma invicta contra uma conquista das leoas.

Índice

HistóriaEditar

InícioEditar

Campeonato Pernambucano Feminino é um dos campeonatos estaduais femininos do Brasil que, assim como os demais, sofre com o preconceito, pouco interesse e com fraco investimento e devido às peculiaridades históricas, tem uma história relativamente curta dentre os outros estaduais com maior tradição no País. A sociedade, por muitas vezes, discrimina as atletas e, por questão cultural, a menina ainda ganha uma boneca ao invés de ganhar uma bola. Neste caso, somente as conquistas e os ídolos poderão levar a modalidade ainda mais longe, fugindo deste “destino” discriminatório.

Com a revogação da lei desportiva n° 3.199/1941 que proibia a prática de esportes que "contrariassem a natureza feminina", entre eles o futebol[3] e o surgimento de várias competições desde os aos 1980, a Federação Pernambucana de Futebol (FPF) passou a enxergar com bons olhos a disseminação do futebol feminino em alguns estados, como o Campeonato Amazonense de Futebol Feminino, realizado desde 1980 pela a FAF, e o Campeonato Carioca de Futebol Feminino organizado pela FERJ em 1983, este que vinha se popularizando quatro anos após a revogação da lei desportiva.

Anos 1990: Primeiro campeonatoEditar

Imediatamente após a lei ser revogada, várias equipes e ligas foram sendo criadas pelo Brasil, dentre elas a equipe carioca do Radar, que a partir de 1982 conquistou diversos títulos nacionais e internacionais. Em São Paulo, o SAAD, surgiu com força máxima, dando um toque especial de rivalidade no esporte. Com a grande popularização da modalidade no país, a Federação Pernambucana de Futebol via uma oportunidade de popularizar o futebol no estado. Com o intuito de criar uma competição voltada para o futebol feminino, a FPF organiza seu 1° campeonato estadual no ano de 1999 tendo o Sport Club do Recife como sua primeira equipe campeã do certame.

Desde então, com o incentivo da Confederação Brasileira de Futebol, o futebol feminino pernambucano vem buscando seu espaço em âmbito nacional, tendo o Vitória das Tabocas, seu representante com maior participação em competições nacionais como a Copa do Brasil de Futebol Feminino e atualmente na primeira divisão do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. O Vitória é um dos maiores campeões do estado de Pernambuco, conquistando o certame de forma invicta duas vezes de 2015 a 2016 e um heptacampeonato consecutivo, mas em 2017, as leoas do Sport impediram o Octacampeonato e no ano seguinte elas conquistam seu primeiro campeonato invicto e seu segundo Bicampeonato.

CampeõesEditar

Ano Campeão Vice-campeão Terceiro colocado Quarto colocado
1999 Sport (1) Santa Cruz Não informado Não informado
2000 Sport (2) Não informado Não informado Não informado
2001 - 04 ND
2005 Náutico (1) Sport Barreirense FC Geraldão
2006 Náutico (2) Barreirense FC Não informado Não informado
2007 Sport (3) Náutico Não informado Não informado
2008 Sport (4) Barreirense FC Náutico Constelação
2009 Sport (5) Náutico Constelação Barreirense FC
2010 Vitória das Tabocas (1) Sport Barreirense FC Constelação
2011 Vitória das Tabocas (2) Sport Barreirense FC Real
2012 Vitória das Tabocas (3) Sport Central Igarassu Real
2013 Vitória das Tabocas (4) Sport Central Pernambuco FC
2014 Vitória das Tabocas (5) Sport América-PE Náutico}
2015 Vitória das Tabocas(INV) (6) Náutico Revelação América-PE
2016 Vitória das Tabocas(INV) (7) Joias Raras Náutico Santa Cruz
2017 Sport (6) Vitória das Tabocas Náutico Porto-PE
2018 Sport(INV) (7) Náutico Ipojuca Centro Limoeirense
2019 Campeão a definir (?) A definir A definir A definir
(INV) Campeão invicto
(ND) Competições não informadas ou não ha registros.

TítulosEditar

Títulos por clubeEditar

Clube Campeão Anos do Títulos Vice Anos dos Vices
  Vitória das Tabocas (Vitória de S. Antão) 7 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015   e 2016   1 2017
  Sport (Recife) 7 1999, 2000, 2007, 2008, 2009, 2017 e 2018   6 2005, 2010, 2011, 2012, 2013 e 2014
  Náutico (Recife) 2 2005 e 2006 4 2007, 2009, 2015 E 2018

  Campeão invicto.

Títulos por cidadeEditar

Cidade Títulos Vices
  Recife 9 9
  Vitória de S. Antão 7 7

EstatísticasEditar

Campeões invictosEditar

Duas vezes
  • Vitória das Tabocas — 2015 e 2016
Uma vez
  • Vitória das Tabocas — 2018

Campeões consecutivosEditar

Heptacampeonatos
  • Vitória das Tabocas — 1 vez (2010-11-12-13-14-15-16)
Tricampeonatos
  • Sport — 1 vez (2007-08-09)
Bicampeonatos
  • Sport — 2 vezes (1999-2000, 2017-18)
  • Náutico — 1 vez (2005-06)

ArtilheirasEditar

Maiores artilheirasEditar

Artilheiras (1999–2017)[nota 1] [nota 2]

Campeão atualEditar

Campeonato Pernambucano de Futebol Feminino 2018
 
Sport
Campeão
(7º título)


Vice Campeão: Terceiro Colocado: Quarto Colocado:
  Náutico   Ipojuca   Centro Limoeirense

Ver tambémEditar

Notas

  1. Artilheiras que foram informadas.
  2. Outras artilheiras ainda não foram informadas.

Referências

  1. Fase preliminar.
  2. «Sport vence o Náutico e é bicampeão do Feminino de forma invicta». Assessoria FPF. 28 de novembro de 2018. Consultado em 2 de dezembro de 2018 
  3. http://www.atlasesportebrasil.org.br/textos/53.pdf

Ligações externasEditar