Abrir menu principal
VIII Campeonato Sul-Americano de Futebol Feminino
Chile 2018
Copa América Feminina Chile 2018.jpg
Dados
Participantes 10
Organização CONMEBOL
Anfitrião Chile
Período 422 de abril
Gol(o)s 99
Partidas 26
Média 3,81 gol(o)s por partida
Campeã Brasil (7º título)
Vice-campeã Chile
Melhor marcadora Colômbia Catalina Usme – 9 gols
Melhor ataque (fase inicial) Brasil – 22 gols
Melhor defesa (fase inicial) Brasil – 1 gol
Maiores goleadas
(diferença)
Brasil 8–0 Equador
Estádio Francisco Sánchez RumorosoCoquimbo
7 de abril, Grupo B
 
Venezuela 8–0 Bolívia
Estádio Francisco Sánchez RumorosoCoquimbo
9 de abril, Grupo B
◄◄ Equador 2014 Soccerball.svg 2022 Flag of None.svg ►►

O Campeonato Sul-Americano de Futebol Feminino de 2018, oficialmente denominado Copa América Feminina de 2018, foi a oitava edição do campeonato, que ocorreu entre 4 e 22 de abril no Chile.[1] A edição classificou para a Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2019, para os Jogos Pan-Americanos de 2019 e também para os Jogos Olímpicos de Verão de 2020.[2][3]

O Brasil venceu todas as partidas do torneio e conquistou o sétimo título da competição em oito edições disputadas. Com o título conquistou a vaga para a Copa do Mundo e para o torneio de futebol dos Jogos Olímpicos de 2020, no Japão. Como vice-campeão, o Chile garantiu a outra vaga para o mundial.[4] Argentina, Colômbia e Paraguai se classificaram para o Pan de 2019 em Lima, Peru.

Fórmula de disputaEditar

Na primeira fase, as dez equipes participantes foram divididas em dois grupos de cinco equipes cada. Cada equipe enfrentou os quatro adversários dentro do grupo. As duas melhores equipes de cada grupo avançaram para a fase final. A equipe classificada em quinto lugar no geral da primeira fase se classificou para os Jogos Pan-Americanos de 2019, em Lima.[5]

Na fase final, as quatro equipes não só participaram para obter o maior prêmio em nível continental, mas também para qualificação a várias competições internacionais:[5][3]

  • Jogos Pan-Americanos Lima 2019: as seleções que terminarem em último e penúltimo lugar na fase final avançam diretamente. A última vaga será para a melhor equipe da fase de grupos (o quinto lugar na classificação final), além da Seleção Peruana que se classifica automaticamente como anfitrião.[3]

SedesEditar

Originalmente três cidades foram selecionadas para sediar jogos da competição.[6] No entanto o Estádio Diaguita, em Ovalle, foi removido como uma das sedes em março de 2018.[7]

La Serena Coquimbo
Estádio La Portada Estádio Francisco Sánchez Rumoroso
Capacidade: 18 243 Capacidade: 18 750
   

Seleções participantesEditar

Todos os dez times nacionais membros da CONMEBOL entraram no torneio.

Equipe Participação Melhor desempenho Ranking da FIFA1
  Argentina Campeã (2006) 37º
  Bolívia 5º lugar (1995) 84º
  Brasil Campeã (1991, 1995, 1998, 2003, 2010, 2014)
  Chile (anfitriã) Vice-campeã (1991) 40º
  Colômbia Vice-campeã (2010 e 2014) 24º
  Equador 3º lugar (2014) (não classificado)
  Paraguai 4º lugar (2006) 50º
  Peru 3º lugar (1998) 59º
  Uruguai 3º lugar (2006) 68º
  Venezuela 3º lugar (1991) 64º

1Antes da competição.

ConvocaçõesEditar

ArbitragemEditar

As árbitras e assistentes para o torneio foram definidos em 3 de abril.[8]

SorteioEditar

O sorteio foi realizado em 1 de março de 2018, no Auditório da Associação Nacional de Futebol Profissional em Santiago, no Chile.[9]

Seguindo o ranking da CONMEBOL, a distribuição das equipes através dos potes se deu da seguinte maneira (os potes foram integrados por duplas estabelecidas de acordo com a localização das equipes na última edição). Foi decidido previamente que o Chile seria o cabeça de chave do Grupo A e o Brasil do Grupo B.[9]

Cabeça de Chave Pote 1 Pote 2 Pote 3 Pote 4
Fase de grupos

Após o sorteio foram definidos os seguintes grupos:[10]

Primeira faseEditar

Equipes classificadas para a fase final
Equipe classificada para o Pan 2019
Equipes eliminadas

Todas as partidas seguem o fuso horário do Chile (UTC−4).

Grupo AEditar

Seleção Pts J V E D GP GC SG
  Colômbia 10 4 3 1 0 16 2 +14
  Chile 8 4 2 2 0 8 2 +6
  Paraguai 7 4 2 1 1 7 7 0
  Uruguai 1 4 0 1 3 2 11 –9
  Peru 1 4 0 1 3 1 12 –11
4 de abril Colômbia   7 – 0   Uruguai Estádio La Portada, La Serena
16:45
Usme   2',   45+1',   57',   90+2'
Montoya   17'
Rincón   43'
Echeverri   58'
Fonte Árbitro:  VEN Emikar Caldera
4 de abril Chile   1 – 1   Paraguai Estádio La Portada, La Serena
19:00
Aedo   62' Fonte Villamayor   53' Árbitro:  ECU Susana Corella

6 de abril Paraguai   3 – 0   Peru Estádio La Portada, La Serena
16:45
Peña   70'
J. Martínez   84'
Peralta   90+3'
Fonte Árbitro:  BOL Sirley Cornejo
6 de abril Chile   1 – 1   Colômbia Estádio La Portada, La Serena
19:00
Sáez   79' Fonte Usme   49' Árbitro:  BRA Edina Alves

8 de abril Uruguai   1 – 1   Peru Estádio La Portada, La Serena
16:45
Badell   58' Fonte Martínez   37' Árbitro:  ARG Salomé di Iorio
8 de abril Colômbia   5 – 1   Paraguai Estádio La Portada, La Serena
19:00
Usme   41',   56',   65'
Ospina   70'
Santos   81'
Fonte Cortaza   90+2' Árbitro:  ARG María Laura Fortunato

10 de abril Colômbia   3 – 0   Peru Estádio La Portada, La Serena
16:45
Usme   23'
Santos   54'
Echeverri   83'
Fonte Árbitro:  BOL Sirley Cornejo
10 de abril Chile   1 – 0   Uruguai Estádio La Portada, La Serena
19:00
Rojas   79' Fonte Árbitro:  ARG María Laura Fortunato

12 de abril Paraguai   2 – 1   Uruguai Estádio La Portada, La Serena
16:45
J. Martínez   36'
Peralta   90+2'
Fonte Ramírez   1' Árbitro:  BRA Edina Alves
12 de abril Peru   0 – 5   Chile Estádio La Portada, La Serena
19:00
Fonte Aedo   28',   65'
López   38'
Lara   62'
Rojas   85'
Árbitro:  VEN Emikar Calderas

Grupo BEditar

Seleção Pts J V E D GP GC SG
  Brasil 12 4 4 0 0 22 1 +21
  Argentina 9 4 3 0 1 12 6 +6
  Venezuela 6 4 2 0 2 9 6 +3
  Bolívia 3 4 1 0 3 1 18 –17
  Equador 0 4 0 0 4 3 16 –13
5 de abril Equador   0 – 1   Venezuela Estádio Francisco Sánchez Rumoroso, Coquimbo
16:45
Fonte Castellanos   85' Árbitro:  PAR Olga Miranda
5 de abril Brasil   3 – 1   Argentina Estádio Francisco Sánchez Rumoroso, Coquimbo
19:00
Bia Zaneratto   17'
Cristiane   57' (pen)
Debinha   90'
Fonte Banini   54' Árbitro:  URU Claudia Umpiérrez

7 de abril Argentina   3 – 0   Bolívia Estádio Francisco Sánchez Rumoroso, Coquimbo
16:45
Jaimes   33' (pen),   39'
Larroquette   71'
Fonte Árbitro:  PER Elizabeth Tintaya
7 de abril Brasil   8 – 0   Equador Estádio Francisco Sánchez Rumoroso, Coquimbo
19:00
Cristiane   10'   90+2'
Bia Zaneratto   21',   81'
Andressinha   48'
Formiga   65'
Rafaelle   70'
Debinha   86'
Fonte Árbitro:  CHI Dione Rissios

9 de abril Venezuela   8 – 0   Bolívia Estádio Francisco Sánchez Rumoroso, Coquimbo
16:45
Castellanos   23',   49',   55',   90+3' (pen)
Viso   63',   65',   89'
Altuve   74'
Fonte Árbitro:  URU Claudia Umpiérrez
9 de abril Equador   3 – 6   Argentina Estádio Francisco Sánchez Rumoroso, Coquimbo
19:00
Vásquez   20'
Rodríguez   37' (pen)
Fajardo   76'
Fonte Banini   2'
Larroquette   8'
Bravo   10'
Jaimes   41'
Bonsegundo   45' (pen),   85'
Árbitro:  COL María Victoria Daza

11 de abril Equador   0 – 1   Bolívia Estádio Francisco Sánchez Rumoroso, Coquimbo
16:45
Fonte Morón   68' (pen) Árbitro:  PAR Zulma Quiñónez
11 de abril Brasil   4 – 0   Venezuela Estádio Francisco Sánchez Rumoroso, Coquimbo
19:00
Mônica   10'
Bia Zaneratto   38',   72'
Marta   82'
Fonte Árbitro:  PAR Olga Miranda

13 de abril Argentina   2 – 0   Venezuela Estádio Francisco Sánchez Rumoroso, Coquimbo
16:45
Jaimes   44' (pen)
Banini   61' (pen)
Fonte Árbitro:  URU Claudia Umpiérrez
13 de abril Bolívia   0 – 7   Brasil Estádio Francisco Sánchez Rumoroso, Coquimbo
19:00
Fonte Érika   3',   65'
Andressinha   17',   54'
Andressa Alves   41'
Millene   80'
Aline Milene   82'
Árbitro:  PER Elizabeth Tintaya

Fase finalEditar

Equipe classificada para o Mundial 2019 e para as Olimpíadas 2020
Equipe classificada para o Mundial 2019 e para a repescagem olímpica (CAF–CONMEBOL)
Equipe classificada para a repescagem do Mundial (CONCACAF–CONMEBOL) e para o Pan 2019
Equipe classificada para o Pan 2019

Todas as partidas seguem o fuso horário do Chile (UTC−4).

Seleção Pts J V E D GP GC SG
  Brasil 9 3 3 0 0 9 1 +8
  Chile 4 3 1 1 1 5 3 +2
  Argentina 3 3 1 0 2 3 8 –5
  Colômbia 1 3 0 1 2 1 6 –5
16 de abril Colômbia   1 – 3   Argentina Estádio La Portada, La Serena
16:45
Salazar   31' Fonte Bonsegundo   50'
Jaimes   67'
Coronel   70'
Árbitro:  VEN Emikar Calderas
16 de abril Brasil   3 – 1   Chile Estádio La Portada, La Serena
19:00
Mônica   21'
Bia Zaneratto   25'
Thaís   34'
Fonte López   64' Árbitro:  PAR Olga Miranda

19 de abril Brasil   3 – 0   Argentina Estádio La Portada, La Serena
16:45
Cristiane   47'
Thaísa   52'
Debinha   78'
Fonte Árbitro:  ECU Susana Corella
19 de abril Colômbia   0 – 0   Chile Estádio La Portada, La Serena
19:00
Fonte Árbitro:  URU Claudia Umpiérrez

22 de abril Chile   4 – 0   Argentina Estádio La Portada, La Serena
16:45
Sáez   8'
Hernández   24'
Barroso   40' (g.c.)
Lara   90+2'
Fonte Árbitro:  VEN Emikar Calderas
22 de abril Brasil   3 – 0   Colômbia Estádio La Portada, La Serena
19:00
Mônica   29',   71'
Formiga   45+2'
Fonte Árbitro:  BOL Sirley Cornejo

PremiaçãoEditar

Copa América Feminina de 2018
 
BRASIL
Campeão
(7º título)

ArtilhariaEditar

Classificação finalEditar

A classificação final é determinada através da fase em que a seleção alcançou e a sua pontuação, levando em conta os critérios de desempate.

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG Status
1   Brasil 21 7 7 0 0 31 2 +29 Classificado ao Mundial 2019 e Jogos Olímpicos de Verão de 2020
2   Chile 12 7 3 3 1 13 5 +8 Classificado ao Mundial 2019 e repescagem olímpica (CAF–CONMEBOL)
3   Argentina 12 7 4 0 3 15 14 +1 Classificado à repescagem do Mundial (CONCACAF–CONMEBOL) e Pan 2019
4   Colômbia 11 7 3 2 2 17 8 +9 Classificados ao Pan 2019
5   Paraguai 7 4 2 1 1 7 7 0
6   Venezuela 6 4 2 0 2 9 6 +3 Eliminados na primeira fase
7   Bolívia 3 4 1 0 3 1 18 –17
8   Uruguai 1 4 0 1 3 2 11 –9
9   Peru 1 4 0 1 3 1 12 –11 Classificado ao Pan 2019 (anfitrião)
10   Equador 0 4 0 0 4 3 16 –13 Eliminado na primeira fase

Referências

  1. «Copa América de Fútbol Femenino se jugará en septiembre en Ecuador» (em espanhol). CONMEBOL. Consultado em 10 de julho de 2014 
  2. «Chile será anfitrión de la Copa América femenina 2018» (em espanhol). ANJUFF. 27 de abril de 2017. Consultado em 16 de março de 2018 
  3. a b c d e «Conoce los premios de la Copa América Femenina 2018» (em espanhol). cafemchile2018.cl. Consultado em 17 de abril de 2018 
  4. «Brasil vence mais uma e é heptacampeão da Copa América feminina». GloboEsporte.com. 22 de abril de 2018. Consultado em 23 de abril de 2018 
  5. a b «REGLAMENTO COPA AMERICA FEMENINA CHILE 2018» (PDF) (em espanhol). conmebol.com. Consultado em 17 de abril de 2018 
  6. «Copa América Feminina - Chile 2018: La Serena, Ovalle e Coquimbo serão os anfitriões» (em espanhol). CONMEBOL. 26 de outubro de 2017. Consultado em 23 de fevereiro de 2018 
  7. «Cambios de sedes en la CONMEBOL Copa América Femenina» (em espanhol). CONMEBOL. 28 de março de 2018. Consultado em 2 de abril de 2018 
  8. «LISTA DE ÁRBITRAS Y ÁRBITRAS ASISTENTES» (PDF) (em espanhol). CONMEBOL. Consultado em 16 de abril de 2018 
  9. a b «Sorteio da Copa América Feminina – Chile 2018». CONMEBOL. 19 de dezembro de 2017. Consultado em 20 de dezembro de 2017 
  10. «La Copa América Femenina 2018 ya se empieza a palpitar» (em espanhol). CONMEBOL. 1 de março de 2018. Consultado em 1 de março de 2018 

Ligações externasEditar