Campeonato Sul-Mato-Grossense de Futebol

O Campeonato Sul-Mato-Grossense é a principal competição futebolística do estado de Mato Grosso do Sul organizado pela Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS).

Campeonato Sul-Mato-Grossense
Dados gerais
Organização Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul
Edições 44
Local de disputa Mato Grosso do Sul
Número de equipes 10
Sistema misto
Divisões
Série ASérie B
Soccerball current event.svg Edição atual
editar

Ela começou a ser disputada após a divisão de Mato Grosso em 1.º de janeiro de 1979 e teve o Operário como primeiro campeão. Este, inclusive, detém o título de maior vencedor com doze conquistas. Comercial e CENE completam o pódio dos três maiores vencedores.

HistóriaEditar

 
Elenco do Operário, primeiro clube campeão do campeonato em 1979.

Em 1.º de janeiro de 1979, Mato Grosso do Sul elevou-se à categoria de estado;[1][2] contudo, a FFMS foi fundada alguns dias antes, em 3 de dezembro de 1978.[3] O primeiro campeonato estadual foi disputado em 1979 e teve o Operário como primeiro campeão.[4] Este, inclusive, obteve um tricampeonato consecutivo[5] e encerrou a década de 1980 com sete títulos estaduais.[6] O Comercial, por sua vez, interrompeu a série de vitórias do rival em 1982,[7] repetindo o feito em 1985 e 1987.[8][9] Já o Corumbaense ficou com o título de 1984.[10]

Na década de 1990, o Ubiratan dividiu o protagonismo estadual com o Operário, ambos venceram o torneio em três ocasiões.[11][12][13] O Comercial obteve um bicampeonato,[14] enquanto Nova Andradina e Chapadão tiveram uma conquista.[15][16][17] Já o protagonismo da década seguinte ficou com o CENE, clube fundado em 15 de dezembro de 1999 e que rapidamente conquistou um tricampeonato em 2002, 2004 e 2005.[18][19] O Comercial, por sua vez, obteve um bicampeonato em 2000 e 2001.[20][21] O período, no entanto, ficou marcado pela proliferação de campeões. Águia Negra, Chapadão, Coxim, Ivinhema e Naviraiense conquistaram um título cada.[22]

Na década de 2010, o CENE repetiu o feito anterior e faturou um tricampeonato, alcançando o sexto título em sua história.[23] Águia Negra e Comercial venceram duas vezes,[24][25] De 2016 a 2018, três clubes diferentes foram campeões: sendo o Sete de Dourados o primeiro vencedor, título inédito para o clube de Dourados.[26] No ano seguinte foi a vez do Corumbaense, que alcançou seu segundo título.[27] Por fim, o Operário conquistou a edição de 2018 quebrando um período de 21 anos sem conquistas.[28][29] Logo no primeiro ano da década de 2020, o campeonato foi suspenso em decorrência da pandemia de COVID-19 e retomado somente em novembro.[30][31] Esta paralisação resultou nas desistências de Corumbaense e Maracaju,[32] sendo que ambas foram punidas pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-MS) com o rebaixamento.[33] O campeonato foi finalizado em 23 de dezembro, quando o Águia Negra conquistou o título,[34][35] tornando-se o maior campeão do interior.[36][37]

Em 2020, a organização alterou o formato de disputa[38] e promoveu Dourados, Novo, Três Lagoas e União ABC para as vagas abertas.[39] O Costa Rica venceu o hexagonal final e conquistou seu primeiro título estadual.[40][41][42]

CampeõesEditar

 
Elenco do Costa Rica comemorando o título da edição de 2021.

A primeira edição do Campeonato Sul-Mato-Grossense teve como vencedor o Operário,[4] que até hoje detém o posto de maior campeão do torneio.[43] O clube possui doze títulos em toda a história do campeonato;[44] contudo, viveu seu ápice de conquistas nas décadas de 1980 e 1990.[45] Com três títulos a menos, o Comercial ocupa a segunda posição.[22]

Nas décadas de 2000 e 2010, o protagonismo estadual passou a pertencer a dois clubes: Águia Negra e CENE. Este último detém seis títulos,[23] enquanto o primeiro se tornou o clube do interior com mais títulos conquistados.[36][37] Já o Ubiratan ocupa a quinta posição com os três troféus vencidos na década de 1990.[46]

O torneio ainda tem Chapadão e Corumbaense com dois títulos, além de Costa Rica, Coxim, Naviraiense, Ivinhema, Nova Andradina e Sete de Dourados com um título cada.[22][45]

Ano Edição Campeão Vice-campeão
1979 1.ª Operário (1) Comercial
1980 2.ª Operário (2) Comercial
1981 3.ª Operário (3) Comercial
1982 4.ª Comercial (1) Operário
1983 5.ª Operário (4) Comercial
1984 6.ª Corumbaense (1) Douradense
1985 7.ª Comercial (2) Operário
1986 8.ª Operário (5) Comercial
1987 9.ª Comercial (3) Operário
1988 10.ª Operário (6) Ubiratan
1989 11.ª Operário (7) Douradense
1990 12.ª Ubiratan (1) Esportiva Naviraiense
1991 13.ª Operário (8) Esportiva Naviraiense
1992 14.ª Nova Andradina (1) Operário
1993 15.ª Comercial (4) Operário
1994 16.ª Comercial (5) Pontaporanense
1995 17.ª Chapadão (1) Cassilandense
1996 18.ª Operário (9) Comercial
1997 19.ª Operário (10) Comercial
1998 20.ª Ubiratan (2) Chapadão
1999 21.ª Ubiratan (3) Comercial
2000 22.ª Comercial (6) Ubiratan
2001 23.ª Comercial (7) Cassilandense
2002 24.ª CENE (1) Comercial
2003 25.ª Chapadão (2) CENE
2004 26.ª CENE (2) Chapadão
2005 27.ª CENE (3) Operário
2006 28.ª Coxim (1) Chapadão
2007 29.ª Águia Negra (1) CENE
2008 30.ª Ivinhema (1) Misto
2009 31.ª Naviraiense (1) Ivinhema
2010 32.ª Comercial (8) Naviraiense
2011
Detalhes
33.ª CENE (4) Aquidauanense
2012
Detalhes
34.ª Águia Negra (2) Naviraiense
2013
Detalhes
35.ª CENE (5) Naviraiense
2014
Detalhes
36.ª CENE (6) Águia Negra
2015
Detalhes
37.ª Comercial (9) Ivinhema
2016
Detalhes
38.ª Sete de Setembro (1) Comercial
2017
Detalhes
39.ª Corumbaense (2) Novoperário
2018
Detalhes
40.ª Operário (11) Corumbaense
2019
Detalhes
41.ª Águia Negra (3) Aquidauanense
2020
Detalhes
42.ª Águia Negra (4) Aquidauanense
2021
Detalhes
43.ª Costa Rica (1) Dourados
2022
Detalhes
44.ª Operário (12) Naviraiense

Títulos por clubeEditar

Clube Título Vice
Operário 12 (1979, 1980, 1981, 1983, 1986, 1988, 1989, 1991, 1996, 1997, 2018 e 2022) 6 (1982, 1985, 1987, 1992, 1993 e 2005)
Comercial 9 (1982, 1985, 1987, 1993, 1994, 2000, 2001, 2010 e 2015) 10 (1979, 1980, 1981, 1983, 1986, 1996, 1997, 1999, 2002 e 2016)
CENE 6 (2002, 2004, 2005, 2011, 2013 e 2014) 2 (2003 e 2007)
Águia Negra 4 (2007, 2012, 2019 e 2020) 1 (2014)
Ubiratan 3 (1990, 1998 e 1999) 2 (1988 e 2000)
Chapadão 2 (1995 e 2003) 3 (1998, 2004 e 2006)
Corumbaense 2 (1984 e 2017) 1 (2018)
Naviraiense 1 (2009) 4 (2010, 2012, 2013 e 2022)
Ivinhema 1 (2008) 2 (2009 e 2015)
Nova Andradina 1 (1992)
Coxim 1 (2006)
Sete de Dourados 1 (2016)
Costa Rica 1 (2021)
Aquidauanense 3 (2011, 2019 e 2020)
Douradense 2 (1984 e 1989)
Esportiva Naviraiense 2 (1990 e 1991)
Cassilandense 2 (1995 e 2001)
Misto 1 (2008)
Novo 1 (2017)
Dourados 1 (2021)

Títulos por cidadeEditar

Cidade Título Vice
  Campo Grande 27 19
  Dourados 4 5
  Rio Brilhante 4 1
  Chapadão do Sul 2 3
  Corumbá 2 1
  Naviraí 1 6
  Ivinhema 1 2
  Costa Rica 1
  Coxim 1
  Nova Andradina 1
  Aquidauana 3
  Cassilândia 2
  Ponta Porã 1
  Três Lagoas 1

Referências

  1. «História». Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Consultado em 23 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 10 de novembro de 2021 
  2. «História de MS». Governo de Mato Grosso do Sul. Consultado em 23 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2021 
  3. «História - A origem do futebol de MS». Correio do Estado. 4 de dezembro de 1978. Consultado em 23 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 15 de dezembro de 2021 
  4. a b «Um campeão histórico». Placar (490). Editora Abril. 14 de setembro de 1979. p. 9 
  5. «O heroico tri». Placar (604). Editora Abril. 11 de dezembro de 1979. p. 52-53 
  6. «Títulos». Website oficial do Operário. Consultado em 22 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 10 de abril de 2021 
  7. «Dezembro: o Vasco da Gama vence o Flamengo e sagra-se campeão carioa. E, em Mina Gerais, o Atlético é tetra.». Placar (658). Editora Abril. 31 de dezembro de 1982. p. 112 
  8. «Tarimbadas raposas». Placar (815). Editora Abril. 1 de janeiro de 1986. p. 73-74 
  9. «Tabelão». Placar (897). Editora Abril. 10 de agosto de 1987. p. 53 
  10. Ricardo Albertoni (28 de abril de 2017). «Campeões de 84 relembram título e histórias da maior conquista do Corumbaense». Consultado em 22 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 23 de novembro de 2021 
  11. Jeozadaque Garcia (23 de janeiro de 2012). «Tri-campeão, Ubiratan aguarda parcerias para confirmar participação no Estadual». Consultado em 24 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 25 de janeiro de 2012 
  12. Adriano Coelho (5 de setembro de 2017). «Times esquecidos: a história perdida do Operário MS». Torcedores.com. Consultado em 24 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 24 de novembro de 2021 
  13. «Outros campeonatos». Placar (1136). Editora Abril. Fevereiro de 1998. p. 71 
  14. «Vitória construída a cada ano». Placar (1099). Editora Abril. Dezembro de 1994. p. 64 
  15. «ESTRÉIA COM COMPETÊNCIA». Placar (1079). Editora Abril. Janeiro de 1993 
  16. José Antônio de Andrade (20 de dezembro de 2021). «Em memória aos 20 anos, do título estadual pelo Sena, Nilson Aragão relembra histórias de sua trajetória esportiva». Jornaldanova.com.br. Consultado em 24 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 30 de abril de 2019 
  17. «Time de futebol de Chapadão do Sul completa 38 anos de história». Mstododia.com.br. 28 de agosto de 2019. Consultado em 24 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 24 de novembro de 2021 
  18. «CENE, de Mato Grosso do Sul, estreia nesta quinta-feira». Website oficial da Confederação Brasileira de Futebol. 12 de março de 2014. Consultado em 25 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 25 de novembro de 2021 
  19. «Cene perde de 2 x 0 em Aquidauana, mas fica com o titulo estadual». Douranews.com.br. 9 de julho de 2011. Consultado em 25 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 25 de novembro de 2021 
  20. «Comercial é campeão sul-matogrossense». Folha de Londrina. 2 de julho de 2000. Consultado em 25 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 25 de novembro de 2021 
  21. «Sul Mato-Grossense». Placar (1255). Editora Abril. Fevereiro de 2003. p. 79 
  22. a b c «Lista de títulos dos campeões Sul-Mato-Grossenses: Águia Negra agora é o quarto colocado; veja ranking». ge. 21 de abril de 2019. Consultado em 25 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 23 de novembro de 2021 
  23. a b «Incontestável, Cene é hexacampeão Sul-Mato-Grossense». Msnoticias.com.br. 14 de abril de 2014. Consultado em 26 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 1 de outubro de 2020 
  24. «SUL-MATO-GROSSENSE: Água Negra segura pressão e fica com título». Futebolinterior.com.br. 21 de abril de 2019. Consultado em 23 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 23 de novembro de 2021 
  25. «Na marca da cal, Comercial vence Ivinhema e fatura o título estadual». GloboEsporte.com. 3 de maio de 2015. Consultado em 26 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 26 de novembro de 2021 
  26. «Sete de Dourados conquista título inédito de campeão estadual». Progresso.com.br. 8 de maio de 2016. Consultado em 26 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 4 de março de 2021 
  27. «Corumbaense é campeão estadual». Fundesporte.ms.gov.br. 7 de maio de 2017. Consultado em 25 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 25 de novembro de 2021 
  28. «Após aguentar pressão na primeira etapa, o Operário conseguiu marcar no 2º tempo e devolveu o placar de 1 a 0 para ficar com a taça». Futebolinterior.com.br. 8 de abril de 2018. Consultado em 23 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 23 de novembro de 2021 
  29. Gabriel Neris; Adriano Fernandes (8 de abril de 2018). «Rodrigo Gral anuncia aposentadoria após título conquistado pelo Operário». Campograndenews.com.br. Consultado em 23 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 6 de maio de 2018 
  30. João Pedro Godoy (18 de março de 2020). «Federação volta atrás e suspende campeonato sul-mato-grossense por tempo indeterminado». ge. Consultado em 22 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 21 de agosto de 2021 
  31. Thiago Lopes de Faria (2 de novembro de 2020). «Volta do Estadual é confirmada para 28 de novembro». Website oficial da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul. Consultado em 22 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 2 de outubro de 2021 
  32. Nyelder Rodrigues (23 de novembro de 2020). «Corumbaense e Maracaju desistem de jogar o Estadual na véspera do mata-mata». Campograndenews.com.br. Consultado em 22 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 24 de janeiro de 2021 
  33. Nyelder Rodrigues (18 de dezembro de 2020). «TJD nega recursos e confirma rebaixamento de Corumbaense e Maracaju». Campograndenews.com.br. Consultado em 22 de novembro de 2021 
  34. João Pedro Godoy (23 de dezembro de 2020). «Águia Negra bate Aquidauanense e conquista o sul-mato-grossense pelo segundo ano consecutivo». ge. Consultado em 22 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 22 de novembro de 2021 
  35. «Estadual de Futebol 2020: Águia Negra bate Aquidauanense, conquista o tetra e se torna o maior campeão do interior». Fundesporte.ms.gov.br. 24 de dezembro de 2020. Consultado em 22 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 29 de setembro de 2021 
  36. a b Glaucea Vaccari (24 de dezembro de 2020). «Águia Negra vence o Aquidauanense e conquista o tetra no Campeonato Estadual». Correiodoestado.com.br. Consultado em 22 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 22 de janeiro de 2021 
  37. a b Marcos Tenório (24 de dezembro de 2020). «Águia Negra é o Campeão Estadual de Futebol de 2020». Jd1noticias.com. Consultado em 22 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 22 de novembro de 2021 
  38. «Com novo formato, tabela do campeonato sul-mato-grossense de 2021 é divulgada». ge. 24 de fevereiro de 2021. Consultado em 9 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 9 de outubro de 2021 
  39. «Regulamento Geral do Campeonato Sul-Mato-Grossense de 2021» (PDF). Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul. Consultado em 21 de outubro de 2021. Cópia arquivada (PDF) em 9 de outubro de 2021 
  40. «Costa Rica faz a festa na entrega da taça; Dourados fica com o vice, na despedida do Estadual de Futebol 2021». Fundesporte.ms.gov.br. 24 de maio de 2021. Consultado em 9 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 9 de outubro de 2021 
  41. Isabelly Melo (21 de maio de 2021). «Costa Rica goleia o Comercial e se consagra campeão inédito do Estadual». Rcn67.com.br. Consultado em 9 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 9 de outubro de 2021 
  42. Rogério Vidmantas (20 de maio de 2021). «Costa Rica goleia Comercial e é campeão estadual pela primeira vez». Capitalnews.com.br. Consultado em 9 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 21 de maio de 2021 
  43. Guilherme Correia; Liana Feitosa (24 de maio de 2022). «Operário bate Aquidauanense e é campeão estadual após quatro anos sem títulos». Campograndenews.com.br. Consultado em 25 de abril de 2022. Cópia arquivada em 25 de abril de 2022 
  44. «Operário é campeão sul-mato-grossense de 2022». ge. 24 de abril de 2022. Consultado em 25 de abril de 2022. Cópia arquivada em 25 de abril de 2022 
  45. a b Rogério Vidmantas (21 de agosto de 2021). «Operário comemora 83 anos em busca de reencontrar caminho dos títulos». Capitalnews.com.br. Consultado em 28 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 21 de agosto de 2021 
  46. Paulo Nonato de Souza (5 de fevereiro de 2015). «Ubiratan de Dourados faz 68 anos e anuncia projeto de Centro de Treinamento». Campograndenews.com.br. Consultado em 28 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2021 

Ligações externasEditar