Abrir menu principal

Campina Verde

município brasileiro do estado de Minas Gerais

Campina Verde é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, na região do Triângulo Mineiro. Sua população em julho de 2016 foi estimada em 20 052 habitantes.[3]

Município de Campina Verde
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Fundação 17 de dezembro de 1938 (79 anos)
Gentílico campinaverdense
Prefeito(a) Fradique Gurita da Silva (PSDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Campina Verde
Localização de Campina Verde em Minas Gerais
Campina Verde está localizado em: Brasil
Campina Verde
Localização de Campina Verde no Brasil
19° 32' 09" S 49° 29' 09" O19° 32' 09" S 49° 29' 09" O
Unidade federativa Minas Gerais
Região
intermediária

Uberlândia IBGE/2017[1]

Região
imediata

Uberlândia IBGE/2017[1]

Municípios limítrofes Prata, Itapagipe, São Francisco de Sales, Iturama, União de Minas, Santa Vitória, Gurinhatã e Ituiutaba
Distância até a capital 675 km
Características geográficas
Área 3 663,418 km² [2]
População 20 052 hab. Est. IBGE/2016[3]
Densidade 5,47 hab./km²
Clima tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,704 elevado PNUD/2010[4]
PIB R$ 203 696,145 mil IBGE/2017[5]
PIB per capita R$ 40 605,31 IBGE/2017[5]

Índice

HistóriaEditar

Aventureiros, benfeitores e mercadores de gado (marido e mulher), procedente de Jacareí, São Paulo, fugindo da polícia, chegaram ao lugar e se estabeleceram em uma fazenda. Como não tinham filhos, doaram seus bens para Congregação da Missão. De posse da herança, os padres missionários fundaram o Colégio local, por volta de 1842, na época um dos melhores do Brasil. O município está situado no Triângulo Mineiro e é banhado pelo Rio Verde. A sua exposição agropecuária é bem organizada e muito concorrida. No início de século XIX, fugindo da ação de Justiça, João Batista Siqueira Bento e sua mulher, D. Bárbara, procuraram asilo entre os índios Caiapós, senhores do extremo oeste do Triângulo Mineiro. Após algum tempo, compraram a fazenda Campo Belo, onde hoje está a cidade de Campina Verde.

Por volta de 1827, João Batista e sua esposa doaram as terras da fazenda para a Congregação da Missão, pois não possuíam herdeiros. A congregação instala ali um de seus colégios e, com o passar do tempo, vai se formando um arraial. Em 1842, em razão da transferência de alunos do Caraça, fechado entre os anos de 1842 e 1856, o colégio recebe enorme impulso. Os primeiros moradores se estabeleceram ao redor da capela construída pelos Lazaristas, onde hoje está a igreja matriz de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa, sagrada em 1941. Em 1911, Campo Belo torna-se distrito de Prata e, em 1923, passa a se chamar Campina Verde. O município é criado em 1938. O carnaval de Campina Verde é animado, estendendo-se por cinco noites em uma área de 8.000 m², ao longo da avenida principal.

EsporteEditar

No início dos anos 80 ocorreu uma iniciativa ao esporte patrocínado pelo comércio e pela prefeitura.O Banco Bemge, Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal também foi uns dos pricipais patrocinadores do esporte, como o Volei (AABB), nas corridas de ciclismo e no futebol. Mais tarde veio o futsal e o Handebol; as escolas foram as maiores responsáveis pelo sucesso destas modalidades. Na época havia vários torneios disputados dentro e entre as escolas, onde a prefeitura viu-se obrigada a construir um Poli esportivo que deu origem há vários torneios de equipes também formadas pelos funcionários de várias empresas da cidade. A cidade participa todos os anos dos JOGOS DO INTERIOR DE MINAS (JIMI), a equipe todo ano recebe reforços de atletas de Uberaba(Handebol, vôlei), Uberlândia(Futsal, Basquete), sua melhor participação foi na 1° etapa em 2008, onde a cidade conquistou o 2° lugar no quadro de medalhas, perdendo somente para a cidade Uberaba, que é uma das cidades com mais títulos na história.

AdministraçãoEditar

ComunicaçãoEditar

Existem três emissoras de rádio em Campina Verde (2 FM e 1 AM)

  • Cidade FM (comunitária) 87,9 Mhz
  • Sucesso FM 91,5 Mhz
  • Estrela de Ibiúna AM (evangélica) 1230 Khz

A cidade conta com retransmissores das seguintes emissoras de TV, todas elas transmitindo a partir da mesma torre localizada no Parque de Exposições Homero Santos:

  • Rede Record (TV Paranaíba - Uberlândia) canal 04 VHF
  • Rede Globo (TV Integração - Uberaba) canal 11 VHF
  • SBT (TV Vitoriosa - Uberlândia) canal 13 VHF
  • Rede Canção Nova canal 39 UHF

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 1 de dezembro de 2017. 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  3. a b «Estimativas da população residente no Brasil e unidades da federação com data de referência em 1º de julho de 2016» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 29 de agosto de 2017. 
  4. «Ranking IDHM Municípios 2010». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 10 de dezembro de 2016. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.