Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Tenente (desambiguação).

Campo do Tenente é um município brasileiro do estado do Paraná. Sua população, conforme estimativas do IBGE de 2018, era de 7 894[4] habitantes.

Município de Campo do Tenente
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 29 de outubro de 1961 (57 anos)
Gentílico tenentiano
Prefeito(a) Jorge Luiz Quege (PMDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Campo do Tenente
Localização de Campo do Tenente no Paraná
Campo do Tenente está localizado em: Brasil
Campo do Tenente
Localização de Campo do Tenente no Brasil
25° 58' 40" S 49° 40' 58" O25° 58' 40" S 49° 40' 58" O
Unidade federativa Paraná
Mesorregião Metropolitana de Curitiba IBGE/2008[1]
Microrregião Rio Negro IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Lapa, Quitandinha, Piên, Rio Negro
Distância até a capital 92[2] km
Características geográficas
Área 304,489 km² [3]
População 7 894 hab. estimativa IBGE/2018[4]
Densidade 25,93 hab./km²
Altitude 802 m
Clima Subtropical úmido mesotérmico
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,686 médio PNUD/2010[5]
PIB R$ 65 206,584 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 9 754,16 IBGE/2008[6]

Situa-se na Microrregião Homogênea de Rio Negro, no segundo Planalto Paranaense, na porção sul-sudeste do Estado, identificado pela vegetação campestre, com relevo ondulado. Com uma extensão territorial de 30.200 ha, tem uma área urbana de 5.000 ha e a área rural de 25.200 ha.

Sua altitude média é de 802 metros do nível do mar, limitando-se ao Norte e Noroeste com o município da Lapa, Nordeste com Quitandinha, Leste com Quitandinha e Piên, e a Sudeste e Oeste com o município de Rio Negro.

Dista 20 quilômetros de Rio Negro, 30 quilômetros da Lapa e 85 quilômetros de Curitiba, capital do estado, por rodovias estaduais e federais.

Índice

EtimologiaEditar

É termo de origem geográfica, que vem desde o século XVIII, constando em mapas cartográficos de grande importância histórica (Mapa Geográfico da América Meridicional de Olmidilla - 1775, e Mapa da Capitania de São Paulo - 1880). Segundo o IBGE, o termo "Tenente" deve-se a existência de um acampamento militar (em tempos de Guerra dos Farrapos), sob o comando de um tenente, ficando o local, desde então, conhecido pela denominação "Campo do Tenente".

HistóriaEditar

Remontam ao ciclo do tropeirismo as origens históricas do povo tenentiano, quando se transportava gado dos pampas gaúchos até a Capitania de São Paulo, através do histórico "Caminho Sorocaba-Viamão".

É fato que nesse caminho, única comunicação terrestre de São Paulo com a parte sul do país, permitiu que a longo de seu trajeto surgissem inúmeras povoações, mais tarde importantes cidades.

Comprova-se a antiguidade do lugar, pela citação de mapas datados a partir do século XVIII:

O Mapa da América Meridional, de Olmidilla, 1775, traça a estrada de São Paulo até a localidade de Pitanga, nas nascente do Rio Tibagi, daí em diante assinala as localidades por elas atingidas.

— Romário Martins, História do Paraná, pg. 110

Segundo o historiador a reconstituição do itinerário incluiria entre tantas localidades, a de Campo do Tenente. Mais adiante, nesta ciranda secular, observamos que no ano de 1800, novamente Campo do Tenente é citado no mapa da Capitania de São Paulo. Nesta época a região era um grande vazio demográfico, habitado quase que exclusivamente por povos indígenas.

Em 1816 João da Silva Machado investiu na tentativa de colonização da região e levou para Rio Negro cinquenta casais de açorianos, que não se fixaram, dispersando-se. Em 1829, chegaram à região da vizinha Rio Negro os primeiros imigrantes alemães. Estes fatores contribuíram decisivamente para o povoamento da imensa região, consequentemente ao povo tenentiano, que começava a se organizar. Registros históricos nos dão a data de 1847, como sendo o ano da povoação de Campo do Tenente.

Dois fatores contribuíram para o progresso do lugar, a inauguração da estrada de ferro em 1894 e a chegada da energia elétrica, de forma gratuita, no ano de 1907. Este presente comunitário foi oferecido pelo major Henrique Stahlke, que instalou uma indústria no lugar, gerando energia elétrica, favorecendo a localidade.

Na Divisão Territorial de 1936, figurava Campo do Tenente como Distrito Administrativo e Judiciário do município de Rio Negro.

Em 25 de janeiro de 1961, pela Lei Estadual nº 4.338, sancionada pelo governador Moysés Lupion, foi criado o município de Campo do Tenente, com território desmembrado do município de Rio Negro. A instalação deu-se no dia 29 de outubro de 1961. O primeiro prefeito municipal foi Victor Bussmann.

DemografiaEditar

O município contava com 7 125 habitantes conforme o censo demográfico realizado pelo IBGE em 2010.

TransporteEditar

O município de Campo do Tenente é servido pelas seguintes rodovias:[7]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. «Distâncias entre a cidade de Curitiba e todas as cidades do interior paranaense». EmSampa. Consultado em 22 de setembro de 2017 
  3. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  4. a b «Estimativa populacional 2018 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de agosto de 2018. Consultado em 5 de outubro de 2018 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 25 de agosto de 2013 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  7. «Sistema Rodoviário Estadual 2017» (PDF). Departamento de Estradas de Rodagem. 1 de novembro de 2017. Consultado em 29 de agosto de 2018 
  Este artigo sobre municípios do estado do Paraná é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.