Abrir menu principal
Canal Q
Tipo Canal de televisão por cabo
País Portugal Portugal
Fundação 29 de março de 2010 (9 anos)
por Nuno Artur Silva e Gonçalo Félix da Costa
Pertence a Produções Fictícias
Proprietário Produções Fictícias
Cidade de origem Lisboa.PNGLisboa
Sede Travessa da Fábrica dos Pentes, nº12, 1250-106 Lisboa
Estúdios Hotel Amazónia
Slogan Os melhores conteúdos estão aQui.
Formato de vídeo 1080i (HDTV).
Cobertura 100%
Cobertura internacional  Andorra
 França
 Luxemburgo
Mónaco
Página oficial www.canalq.pt
Disponibilidade por cabo
MEO
Canal 16
NOS
Canal 70
Vodafone
Canal 19

Canal Q (ou simplesmente Q) é um canal por cabo português, detido pela produtora Produções Fictícias. O canal opera desde 29 de março de 2010.[1] Canal Q distribui programas exclusivos, incluindo séries originais como “Filho da mãe” e “Felizes para sempre”, talk-shows como “Inferno” e “Esquadrão do amor”, séries estrangeiras como "Wat Als?" (Holanda)[2] e "Derek" (Reino Unido)[3] e ocasionalmente, emissões especiais de stand-up ou cerimónias de troféus.[4]Baseado numa história verídica” foi o primeiro programa do Canal Q a ser nomeado para uma cerimónia de premiação de televisão (os Troféus Tv7Dias). Para além de Portugal, o canal está presente em Mónaco, Andorra, França, Suíça e Luxemburgo.[5]

Índice

HistóriaEditar

A fevereiro de 2010, o Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) autorizou a emissão linear do serviço de programas televisivo Q, a emitir entre as 21h45m e 00h. O canal Q começou com uma grelha de programas temáticos com o objectivo de difundir os conteúdos produzidos pela empresa Produções Fictícias, S.A., como talk shows, magazines, debates, entrevistas e programas de humor em língua portuguesa.[6] A primeira emissão deu-se a 29 de março desse ano, com distribuição exclusiva pela Meo (televisão da Portugal Telecom), numa parceria que envolveu a tecnologia da PT Inovação, para o desenvolvimento do video-on-demand.

O canal, desde a sua fundação, apostou na interactividade com o espetador, dando a oportunidade de o público comunicar com os criadores quase em tempo real através da disponibilização de todos os conteúdos transmitidos online, nas redes sociais do canal. Para além disto, o canal também disponibilizou a gravação on-demand.[7]

O diretor das Produções Fictícias, Nuno Artur Silva, acumulou o cargo de Diretor-geral do Canal Q.

Após um balanço dos primeiros seis meses de actividade do Canal Q, a 29 de setembro de 2010, o canal começou a emitir 15 horas de programação por dia, duplicando o número de programas na sua grelha, de 15 para 30.[8]

A março de 2014, a propósito da comemoração de quatro anos de emissões, o Canal Q estreou um novo design gráfico de logótipo e publicidade. O trabalho de mudança de imagem ficou a cargo do designer e director de arte Sílvio Teixeira.[9]

Com a nomeação de Nuno Artur Silva, a janeiro de 2015, pelo Conselho Geral Independente para ocupar o lugar de administrador com a responsabilidade da área dos conteúdos da RTP, Gonçalo Félix da Costa assumiu o cargo de administrador no lugar da direção das Produções Fictícias e do Canal Q.[10]

Direção atualEditar

Depois da saída de Gonçalo Félix da Costa, a até então diretora de Produção, Diana Coelho, foi a escolhida para assumir o cargo de Diretora-geral. A direção fica composta por mais quatro elementos de diferentes áreas: André Caldeira como diretor técnico, Gonçalo Fonseca como diretor comercial e de comunicação, Susana Romana como diretora criativa e Michelle Adrião como diretora financeira.[11]

Disponibilidade por caboEditar

A 4 de março de 2013, a operadora de TV por subscrição Zon (atualmente Nos), passou a distribuir também o Canal Q, na posição 15.[12] O canal já era distribuido pela Meo, na mesma posição.

A partir de 10 de abril do mesmo ano, o canal começou a integrar a oferta da TV Cabo angolana. A entrada no mercado angolano foi a primeira incursão do Canal Q no estrangeiro.[13]

A partir de 4 de fevereiro de 2016, a operadora Vodafone começou também a distribuir o Canal Q, na posição 15.

A agosto de 2016, com a entrada de novos canais no cabo, o Canal Q passou a assumir a posição 16 na MEO, 70 na NOS e 19 na Vodafone.

Atualmente, o Canal Q é emitido em Angola, Moçambique, França, Mónaco, Andorra e Luxemburgo, para além de Portugal, tendo produzido, nos últimos anos, cerca de 700 horas de conteúdo original em português.[14]

Colaboradores frequentesEditar

Programação originalEditar

Os programas que se seguem tiveram ordem de produção pelo Canal Q.

SériesEditar

Título Género Data de estreia Dia de exibição original Episódios Duração Ref.
Filho da mãe Mockumentary 13 de setembro de 2015 Domingo (22h30m) T1: 8 episódios;

T2: 8 episódios.

20 min. [15][16]
39 semanas e meia Comédia 10 de março de 2015 Terça-feira (23h30m) T1: 6 episódios. 20 min. [17]
Camada de nervos

(Nervous breakdown)

Sketch 28 de outubro de 2013 Segunda-feira (00h) T1: 14 episódios;

T2: 16 episódios.

20 min. [18]
Fábrica dos pentes Sitcom 7 de abril de 2013 Domingo (23h) T1: 17 episódios. 20 min. [19]
Submersos Minissérie 4 de março de 2013 Segunda-feira (23h) T1: 9 episódios. 20 min. [20][21]
Vamos à bola, ou quê Sketch 12 de outubro de 2012 Sexta-feira (23h05m) T1: 13 episódios. 30 min. [22][23]
Felizes para sempre Sitcom 7 de junho de 2012 Quinta-feira (23h) T1: 9 episódios;

T2: 8 episódios.

20 min. [24][25][26]
Ferro activo Sketch 14 de maio de 2012 Segunda-feira (23h40m) T1: 8 episódios. 15 min. [27]
Nada de especial Sketch 12 de outubro de 2011 Quarta-feira (22h30m) T1: 26 episódios;

T2: 13 episódios.

25 min. [28]
Uma macacada qualquer Sitcom 7 de abril de 2011 Quinta-feira (22h55m) T1: 23 episódios. 50 min. [29]
O outro lado dos antípodas Sketch 3 de abril de 2011 Domingo (22h30m) T1: 16 episódios. 15 min. [30][31]
A vida real Mockumentary 2 de abril de 2011 Sábado (22h50m) T1: 13 episódios. 5 min. [32]
Portugal alcatifado Sketch 30 de março de 2011 Quarta-feira (22h30m) T1: 18 episódios. 20 min. [33][34]
Não, não e não Sketch 29 de março de 2011 Terça-feira (22h35m) T1: 18 episódios. 20 min. [35]
De perto ninguém é normal Sketch 27 de outubro de 2010 Quarta-feira (21h45m) T1: 13 episódios. 5 min. [36]
Voicemail Sketch 7 de outubro de 2010 Quinta-feira (21h45m) T1: 22 episódios. 5 min.
Mudança de voz Comédia 4 de outubro de 2010 Segunda-feira (22h45m) T1: 18 episódios. 10 min. [37]
Romancine Novela 4 de outubro de 2010 Segunda-feira (21h45m) T1: 16 episódios. 5 min. [38]
O cómico que se segue Sketch 3 de outubro de 2010 Domingo (22h50m) T1: 19 episódios. 5 min. [39]
Isto é o q Sitcom 30 de setembro de 2010 Quinta-feira (22h40m) T1: 26 episódios;

T2: 17 episódios;

T3: 21 episódios.

20 min. [40]

EntretenimentoEditar

Título Género Data de estreia Dia de exibição original Episódios Duração Ref.
Arena da mentira Game show 2 de dezembro de 2015 Sábado (22h30m). T1: 15 episódios. 40 min. [41][42]
Graças a Deus Stand-up 5 de abril de 2015 Domingo (22h30m). T1: 13 episódios. 20 min. [43]
Super adeptos Variedades 9 de setembro de 2014 Terça-feira (23h). T1: 13 episódios. 40 min. [44]
Telebaladas Música 8 de novembro de 2012 Quinta-feira (23h30m). T1: 13 episódios. 30 min. [45]
Altos e baixos Reality 12 de setembro de 2012 Quarta-feira (00h). T1: 24 episódios;

T2: 42 episódios;

T3: 26 episódios;

T4: 52 episódios;

T5: 30 episódios.

30 min. [46]
Toca e foge Música 29 de outubro de 2010 Quarta-feira (22h40m). T1: 25 episódios;

T2: N/d;

T3: N/d;

T4: 17 episódios.

25 min. [47]
Clube da palavra Poesia 5 de junho de 2010 Sábado (22h35m). T1: 43 episódios;

T2: 22 episódios;

T3: 64 episódios.

15 min. [48]

Talk-showsEditar

Título Rúbricas Género Data de estreia Dia de exibição original Episódios Duração Ref.
É a vida Alvim   Late-show 20 de outubro de 2014 Diariamente (00h). T1: 445 episódios;

T2; Em exibição.

50 min. [49][50][51]
Esquadrão do amor
  • Estocada final
Entrevista 31 de março de 2014 Segunda-feira (23h05m). T1: 64 episódios;

T2: 48 episódios.

50 min. [52]
Nas nuvens   Talk-show 9 de outubro de 2013 Quinta-feira (23h). T1: 43 episódios;

T2: 22 episódios.

30 min. [53]
Sem moderação   Debate político 20 de maio de 2013 Segunda-feira (23h). T1: 59 episódios;

T2: 40 episódios;

T3: 45 episódios;

T4: Em exibição.

50 min. [54]
Paradoxo da tangência   Entrevista 19 de março de 2012 Terça-feira (23h). T1: 20 episódios;

T2: 20 episódios;

T3: 14 episódios;

T4: 10 episódios.

30 min. [55]
Paraíso   Talk-show 5 de fevereiro de 2012 Domingo (23h). T1: 25 episódios. 35 min. [56]
A costeleta de Adão
  • Cláudio e el sexo
  • Dá-las
Talk-show 18 de outubro de 2011 Terça-feira (23h). T1: 69 episódios;

T2: 49 episódios.

50 min. [57][58]
Inferno
  • O incrível consciente
  • Inimigo público
  • Inferno de cima
  • Irmão Lúcia
  • O melhor de sempre
  • Posto de comando
  • Tropicalíssimo
Sátira 10 de outubro de 2011 Diariamente (22h). T1: 281 episódios;

T2: 271 episódios;

T3: 145 episódios;

T4: 240 episódios;

T5: 263 episódios;

T6: Em exibição.

30 min. [59][60][61]
Qi   Talk-show 11 de julho de 2011 Sexta-feira (23h30m). T1: 11 episódios. 50 min.
Os culturistas   Magazine cultural 5 de abril de 2011 Terça-feira (22h55m). T1: 17 episódios. 50 min. [62]
Showmarkl   Late-show 7 de outubro de 2010 Quinta-feira (23h10m). T1: 23 episódios. 50 min. [63]
Ah, a literatura   Talk-show 5 de outubro de 2010 Terça-feira (22h45m). T1: 25 episódios;

T2: 24 episódios.

30 min. [64]
O que fica do que se passa   Talk-show 5 de outubro de 2010 Sexta-feira (23h). N/d 50 min.
Baseado numa história verídica   Entrevista 2 de outubro de 2010 Sábado (23h10m). T1: 25 episódios;

T2: 20 episódios;

T3: 62 episódios;

T4: 44 episódios;

T5: 104 episódios.

50 min. [65]
A história devida   Talk-show 2 de outubro de 2010 Sábado (21h45m). T1: 19 episódios. 5 min.
Consultório existencial   Talk-show 1 de outubro de 2010 Sexta-feira (22h45m). T1: 17 episódios. 15 min.
As orelhas de Spock   Magazine cultural 6 de junho de 2010 Domingo (22h45m). T1: 13 episódios. 15 min. [66]
O inimigo público   Sátira 3 de junho de 2010 Quinta-feira (23h30m). T1: 32 episódios;

T2: N/d;

T3: 63 episódios.

20 min. [67]
Ping pong top   Talk-show 4 de abril de 2010 Domingo (22h55). T1: 50 episódios. 50 min. [68][69]
Mapa   Talk-show 9 de abril de 2010 Sexta-feira (21h45m). T1: N/d. 20 min. [70]
Especial   Late-show 9 de abril de 2010 Domingo. T1: 49 episódios;

T2: 22 episódios;

T3 (Especial Brasil): 4 episódios.

50 min. [71]
Sacanas sem lei   Talk-show 1 de abril de 2010 Quinta-feira (21h45m). T1: 49 episódios;

T2: 25 episódios;

T3: 113 episódios;

T4: 11 episódios.

50 min. [72]
A rede   Sátira 29 de março de 2010 Diariamente (21h50m). T1: 221 episódios;

T2: 109 episódios.

30 min. [73][74]

ReceçãoEditar

AudiênciasEditar

Durante os primeiros seis meses de emissão, o canal Q, disponível apenas na operadora Meo, emitiu para uma média de 35 mil pessoas por noite, segundo dados avançados pela Direção-geral do canal.[75]

Até julho de 2012, as audiências quase quadriplicaram comparando com os valores registados no arranque do projeto, em 2010. Apenas disponível no MEO, houve um aumento de 143% durante o horário nobre, no segundo trimestre de 2012, face ao período janeiro-março. No período a partir das 00h, os números do canal de humor subiram em 131%.[76]

Prémios e nomeaçõesEditar

A revista Meios & Publicidade, na sua 13.ª edição da cerimónia de prémios de Media, elegeu o Canal Q na categoria de Canal de Entretenimento Nacional.[77]

A edição de 2012 dos IV Troféus de televisão TV 7 Dias nomearam o programa Baseado numa história verídica na categoria de Melhor talk-show. No entanto, o programa Alta definição da SIC viria a ser eleito vencedor.[78]

ControvérsiaEditar

Em maio de 2016, Nuno Markl e José Cid geraram controvérsia a propósito da transmissão de um episódio repetido de Showmarkl (2010). Nesta emissão, em entrevista no talk-show do Canal Q, José Cid teceu considerações que foram entendidas como um insulto a Trás-os-Montes, dizendo que os seus habitantes e cultura não eram representativos de Portugal.[79] Os comentários do músico, geraram indignação nas redes sociais, resultando e cancelamentos de concertos, marcação de manifestação para 11 de junho em Alfândega da Fé, para além de uma petição online com exigência de pedido de desculpas. Insultos a Nuno Markl viriam a desencadear a suspensão da sua página de Facebook.[80] Em comunicado enviado às redações, José Cid viria a pedir desculpas pelos seus comentários depreciativos.[81]

ReferênciasEditar

  1. «Canal Q - Quem somos». canalq-quemsomos.blogs.sapo.pt. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  2. «Canal Q estreia «Derek» em Portugal | A Televisão». 6 de março de 2014. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  3. «Derek: Canal Q estreia série de Ricky Gervais». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  4. «VII Troféus TV 7 Dias - Espetáculo transmitido pelo Canal Q». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  5. «Canal Q chega à Vodafone | Marketeer». marketeer.pt. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  6. «TV & Media - Produções Fictícias com canal aprovado». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  7. «TV & Media - Produções Fictícias lançam canal com que sonharam». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  8. «TV & Media - Canal Q passa a emitir 15 horas por dia». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  9. «Canal Q - Canal Q assinala aniversário com mudança de imagem». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  10. «Conheça o novo diretor das Produções Fictícias e Canal Q | A Televisão». 4 de fevereiro de 2015. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  11. «Briefing - A direção do Canal Q está nas mãos da Diana». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  12. «Canal Q - Canal Q entra na Zon em Março». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  13. «Canal Q estreia-se hoje em Angola | A Televisão». 10 de abril de 2013. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  14. «Canal Q chega à Vodafone | Marketeer». marketeer.pt. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  15. «Televisão - Júlia Pinheiro vai participar no programa do filho». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  16. «Rui Maria Pêgo regressa à televisão com nova temporada de «Filho da Mãe» | A Televisão». 11 de abril de 2016. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  17. «Canal Q comemora 5 anos com 5 novos programas | A Televisão». 6 de março de 2015. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  18. «Camada de nervos». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  19. «Canal Q - Canal Q estreia quatro programas». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  20. «Canal Q - Canal Q estreia quatro programas». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  21. «Maria Rueff: "Apeteceu-me voltar ao Canal Q para me reinventar como atriz"». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  22. «Maria Rueff: "Apeteceu-me voltar ao Canal Q para me reinventar como atriz"». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  23. «Herman José e Maria Rueff juntos de novo em televisão | A Televisão». 11 de outubro de 2012. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  24. «Canal Q - Canal Q estreia quatro programas». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  25. «Guitarrista dos Xutos e Pontapés em 'Felizes para Sempre' no Canal Q | A Televisão». 5 de agosto de 2012. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  26. «Ana Galvão e Nuno Markl com programa no Canal Q | A Televisão». 20 de fevereiro de 2012. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  27. «Ferro Activo no Canal Q (com vídeo)». Meios & Publicidade. 14 de maio de 2012. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  28. ««Nada de Especial» em Guimarães | SAPO Mag». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  29. «Produções Fictícias - Humor "de risco" na nova grelha do canal Q». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  30. «Produções Fictícias - Humor "de risco" na nova grelha do canal Q». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  31. «Canal Q revela o que seria a vida de Markl se fosse um looser». Meios & Publicidade. 24 de março de 2011. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  32. «Canal Q revela o que seria a vida de Markl se fosse um looser». Meios & Publicidade. 24 de março de 2011. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  33. «Produções Fictícias - Humor "de risco" na nova grelha do canal Q». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  34. «Canal Q revela o que seria a vida de Markl se fosse um looser». Meios & Publicidade. 24 de março de 2011. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  35. «Canal Q revela o que seria a vida de Markl se fosse um looser». Meios & Publicidade. 24 de março de 2011. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  36. «Devaneios: De Perto Ninguém É Normal #12». ramboiablog.blogspot.pt. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  37. «TV & Media - Canal Q passa a emitir 15 horas por dia». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  38. http://www.meiosepublicidade.pt/2010/09/canal-q-estreia-%E2%80%98novela%E2%80%99/  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  39. «Reportagem: Canal Q - 5 anos de humor em português». www.revistacomic.pt. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  40. «Produções Fictícias - Humor "de risco" na nova grelha do canal Q». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  41. «António Raminhos vai apresentar concurso no Canal Q | SAPO Mag». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  42. «Raminhos estreia-se na "Arena da Mentira" do Canal Q». Portal dos Programas. 24 de novembro de 2015. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  43. «Canal Q comemora 5 anos com 5 novos programas | A Televisão». 6 de março de 2015. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  44. «Super Adeptos: o humor do futebol no Canal Q». Espalha-Factos. 23 de setembro de 2014. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  45. «Saiba quem é o convidado desta noite do «Telebaladas» | A Televisão». 13 de dezembro de 2012. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  46. «Do ecrã para o palco: Altos & Baixos continuam a fazer rir». Espalha-Factos. 4 de abril de 2016. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  47. «Lissabon no «Toca e Foge» do canal Q | SAPO Mag». SAPO Mag. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  48. «São Luiz Teatro Municipal - CLUBE DA PALAVRA». www.teatrosaoluiz.pt. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  49. «Entrevista com o Fernando Alvim!». 22 de outubro de 2015. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  50. «É A Vida Alvim - 'É a Vida Alvim' sai do +TVI e muda-se para o Canal Q». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  51. «Programa do +TVI muda-se para o Canal Q | A Televisão». 29 de setembro de 2014. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  52. «Carolina Torres integra novo projeto em televisão | A Televisão». 27 de agosto de 2015. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  53. «Cabo - Nuno Artur Silva vai apresentar 'Nas Nuvens'». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  54. «No Canal Q, a atualidade discute-se «Sem Moderação» | SAPO Mag». SAPO Mag. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  55. «Canal Q: Sílvia Alberto entrevistada por Eduardo Madeira no Paradoxo da Tangência». Destak.pt. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  56. «"Paraíso" estreia hoje no Canal Q | A Televisão». 12 de fevereiro de 2012. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  57. «Canal Q - Canal Q estreia quatro programas». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  58. «Televisão - Cláudio Ramos fala de sexo no canal Q». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  59. «Viva o Inferno! | P3». P3. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  60. «Entrevista no Canal Q, no programa "Inferno", com a economista Sara Rocha, sobre o TTIP e o TPP. : Não ao Tratado Transatlântico – Não ao TTIP». www.nao-ao-ttip.pt. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  61. «Programa «Inferno» tem novo apresentador | A Televisão». 29 de julho de 2016. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  62. «Canal Q revela o que seria a vida de Markl se fosse um looser». Meios & Publicidade. 24 de março de 2011. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  63. «Catarina Furtado no «ShoWMarkl» | SAPO Mag». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  64. «"Ah, A Literatura!" c/ Ricardo Araújo Pereira (Canal Q)». alma-lusa.blogs.sapo.pt. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  65. «Maria Vieira é a convidada de «Baseado Numa História Verídica» | A Televisão». 2 de novembro de 2012. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  66. «I Dream in Infrared: "As Orelhas de Spock" finalmente online». idreaminfrared.blogspot.pt. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  67. «Canal Q revela o que seria a vida de Markl se fosse um looser». Meios & Publicidade. 24 de março de 2011. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  68. «Anokas Ritolas - O blog: Ping Pong Top do Canal Q (PORTUGUESE ONLY)». anokasritolas.blogspot.pt. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  69. «Produções Fictícias lançam canal na segunda-feira: Canal Q apresenta grelha que vive no horário nobre e no VOD». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  70. «O mapa de Nuno Artur Silva no canal Q». Ciberescritas. 6 de julho de 2010. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  71. «Entrevista Canal Q. no programa "Especial" – Julho 2010 - Paulo Rebelo». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  72. «Produções Fictícias lançam canal na segunda-feira: Canal Q apresenta grelha que vive no horário nobre e no VOD». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  73. «Klepht - Vasco Palmeirim entrevista os The Klepht no Canal Q». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  74. «Produções Fictícias lançam canal na segunda-feira: Canal Q apresenta grelha que vive no horário nobre e no VOD». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  75. «TV & Media - Canal Q passa a emitir 15 horas por dia». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  76. «Produções Fictícias - Audiências do Canal Q disparam em 143%». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  77. «Televisão - TVI eleita melhor estação generalista». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  78. «Eis os vencedores dos Troféus de Televisão TV7 Dias | A Televisão». 24 de abril de 2013. Consultado em 11 de setembro de 2016 
  79. «Vídeo: José Cid goza com transmontanos no Canal Q». PT Jornal. 30 de maio de 2016. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  80. «Televisão - José Cid sobre os transmontanos: "Pessoas medonhas, feias e desdentadas"». Consultado em 3 de agosto de 2016 
  81. «Televisão - José Cid pede desculpa aos transmontanos: "fui injusto com pessoas que gostam de mim"». Consultado em 3 de agosto de 2016