Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

O canal auditivo externo, também chamado de meato acústico externo, estabelece a comunicação entre o meio exterior e a orelha média. Possui cerca de três centímetros de comprimento, e está situado no osso temporal. Pode ser definido como passagem estreita que transfere e amplifica o som para a orelha média, transmitindo o som coletado pelo pavilhão auricular até membrana timpânica.

Essa estrutura é revestida internamente por pelos e glândulas, que fabricam uma substância gordurosa e amarelada, denominada cerume ou cera, responsáveis pela proteção da membrana, além de manter um certo equilíbrio de temperatura e umidade necessários à preservação da elasticidade da mesma.

Um fato importante é que o uso de cotonetes para a retirada da cera produzida é prejudicial, pois ao invés da remoção, muitas vezes o material é empurrado para perto da membrana timpânica, gerando uma rolha de cera que prejudica à audição. Além disso, pode possibilitar a perfuração da mesma, caso o cotonete seja colocado e movimentado de forma profunda no canal auditivo.

Visão geral da estrutura anatômica da orelha humana.