Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde maio de 2015). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Canhão ferroviário Bethlehem Steel 177, adquirido em 1941 pelo exército brasileiro para defesa do litoral, presentemente em exposição no Museu Militar Conde de Linhares, Rio de Janeiro.

Canhão ferroviário é uma grande peça de artilharia projetada para deslocar-se sobre trilhos. Dos vários canhões produzidos pelo mundo, os mais conhecidos foram fabricados pela Krupp e utilizados pela Alemanha durante a Primeira e a Segunda Guerra Mundial. Devido ao grande peso de tais canhões, em alguns casos eram necessários dois pares de trilhos para suportá-lo.

Na época o uso de canhões ferroviários representava uma solução prática para destruir alvos fortificados e bombardear áreas estratégicas que normalmente estavam fora do alcance das artilharias comuns.

Ao longo do tempo sua utilização foi abandonada devido a sua pouca mobilidade e vulnerabilidade a ataques.

Ver tambémEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Canhão ferroviário

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.