Capacete M1

O capacete M1 é um capacete de combate desenvolvido pelo Exército dos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial, sendo usado como peça padrão do equipamento americano de 1941 até 1985, quando foi substituído pelo PASGT. O M1 foi por quarenta anos o símbolo mais identificável do militar dos Estados Unidos. Seu modelo foi adotado por vários países e dúzias de variantes foram desenvolvidas.[1][2]

Visão lateral de um capacete M1.
Um soldado americano no Vietnã.

HistóriaEditar

O capacete M1 foi projetado para substituir o capacete M1917A1, o primeiro capacete utilizado pelo Exército dos Estados Unidos, que era considerado pouco versátil[3]. Em 1940, o Major Harold G. Syderham projeta o capacete M1 (nomeado na fase de testes como TS-3), baseado em idéias para melhoras do capacete M1917 que o mesmo teve em 1928. Em 9 de junho de 1941, o capacete foi adotado oficialmente pelo Exército dos Estados Unidos, com a designação de Helmet, Steel M1. Durante a Segunda Guerra Mundial, 22 milhões de capacetes foram produzidos, nos padrões de 1941 e 1943. Foram feitas modificações no capacete nos anos de 1951, 1961, 1966 e 1973, tendo sido em sua maioria, modificações em sua jugular e carneira[4], além das variantes especificas para paraquedistas (M1C) e o capacete M3, utilizado por tripulantes de bombardeiros se protegerem de fragmentos de Flak[5].

O capacete M1 começou a ser retirado de serviço no inicio dos anos 80, sendo substituído pelo PASGT, construído em Kevlar, porém, seu capacete interno ainda é encontrado nas Forças Armadas dos Estados Unidos, sendo utilizado em cerimoniais e no treinamento dos SEALs da Marinha dos Estados Unidos.

DesignEditar

O capacete M1 foi projetado com dois capacetes - em tamanho padrão para todos - um capacete de aço (nas versões sul-coreanas e iraquianas, se utiliza plástico balístico corlon[6][7]) e um capacete interno, feito em papelão reforçado em sua primeira versão e nas versões posteriores, em plástico. Este capacete interno é contem a carneira, ajustável para a cabeça do usuário, e o capacete externo, contém a jugular.

O capacete pode receber uma coifa para camuflagem. Inicialmente, os Fuzileiros Navais dos Estados Unidos utilizaram na campanha do pacifico coifas reversíveis, com camuflagem em tons de verde em um lado e tons de ocre em outro. Após a Segunda Guerra, o Exército dos Estados Unidos adotaram coifas camufladas para suas tropas, como a camuflagem Mitchell, ERDL e Woodland, além de coifas em verde-oliva. As coifas de capacete ficam presas entre o capacete interno e externo, cobrindo a peça externa. Também pode ser adicionado redes de camuflagem (de uso muito normal pelas tropas norte-americanas na Segunda Guerra Mundial) e uma tira elástica em verde-oliva.

Uso InternacionalEditar

O capacete M1 foi utilizado por vários países, principalmente por países alinhados ao Bloco Ocidental na Guerra Fria.

Usuários AtuaisEditar

Referências

  1. "The M1 Helmet of World War Two". Página acessada em 9 de setembro de 2017.
  2. "How U.S. Military Helmets Went From Stopping Rocks to Stopping Bullets". Página acessada em 9 de setembro de 2017.
  3. «USA M1 41». www.cascoscoleccion.com. Consultado em 14 de fevereiro de 2019 
  4. «ESTADOS UNIDOS». www.cascoscoleccion.com. Consultado em 14 de fevereiro de 2019 
  5. «USA M». www.cascoscoleccion.com. Consultado em 14 de fevereiro de 2019 
  6. «Pagina nueva 2». www.cascoscoleccion.com. Consultado em 14 de fevereiro de 2019 
  7. «IRAQUÍ 80». www.cascoscoleccion.com. Consultado em 14 de fevereiro de 2019 
  8. «Composite Helmet, Ballistic helmets, Military helmets KOREA, SOUTH KOREAN HELMET helmet, Kevlar helmet». www.gostak.co.uk. Consultado em 14 de fevereiro de 2019 
  9. «India M1». Brendon's Helmets (em inglês). Consultado em 14 de fevereiro de 2019 
  10. «Iran M62». Brendon's Helmets (em inglês). Consultado em 14 de fevereiro de 2019 
  11. «Guatemala». Maharg Press (em inglês). Consultado em 14 de fevereiro de 2019 
  12. (PDF) http://www.mod.go.jp/j/procurement/chotatsu/nds/pdf/z/z8001.pdf  Em falta ou vazio |título= (ajuda)

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.