Abrir menu principal

Wikipédia β

Capadócios gregos

Gregos capadócios em seus trajes tradicionais.

Capadócios gregos (em grego: Έλληνες-Καππαδόκες, Ελληνοκαππαδόκες, Καππαδόκες; em turco: Kapadokyalı Rumlar),[1] chamados também simplesmente de capadócios, são uma comunidade de gregos nativos da Capadócia, na região centro-leste da Anatólia, mais precisamente na área da província de Nevşehir, na atual Turquia.[2]

Sempre houve uma presença grega na Capadócia desde a antiguidade[3] e a população indo-europeia nativa nesta região tinham uma língua muito similar ao grego e também eram próximos culturalmente já no século V.[4] Após os termos da troca de populações entre a Grécia e a Turquia em 1923, os gregos capadócios nativos remanescentes foram forçados a deixar sua terra natal e se assentaram na Grécia. Nos dias atuais seus descendentes podem ser encontrados por todo o território grego e também pelo mundo graças a grande diáspora. Uma estimativa feita na década de 1920 indicava que havia mais de 50 mil capadócios na Grécia.[5]

Referências

  1. Özkan, Akdoğan (2009). Kardeş bayramlar ve özel günler. [S.l.]: Inkılâp. ISBN 978-975-10-2928-7 
  2. Balta, Evangelia (2003). Ottoman studies and archives in Greece. [S.l.]: The Isis Press. p. 48. ISBN 978-975-428-223-8 
  3. Bichakjian, Bernard H. (2002). Language in a Darwinian perspective. [S.l.]: Peter Lang. p. 206. ISBN 978-0-8204-5458-0 
  4. Swain, Simon; Adams, J. Maxwell; Janse, Mark (2002). Bilingualism in Ancient Society: Language Contact and the Written Word. Oxford [Oxfordshire]: Oxford University Press. pp. 246–266. ISBN 0-19-924506-1 
  5. Blanchard, Raoul. "The Exchange of Populations Between Greece and Turkey." Geographical Review, 15.3 (1925): 449-56.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Capadócios gregos
  • Kappadokes, uma comunidade online de capadócios gregos