Abrir menu principal
Capicua
Informação geral
Nome completo Ana Matos Fernandes
Origem Porto
País Portugal Portugal
Gênero(s) Rap, hip hop
Página oficial www.capicua.pt

Capicua, nome artístico de Ana Matos Fernandes (Porto),[1] é uma rapper portuguesa.[2] Vincou o seu nome no panorama musical português, e como MC, com temas como "Vayorken" e "Maria Capaz".[1]

Índice

BiografiaEditar

Ana Matos Fernandes, nasceu no Porto, fez a licenciatura em Sociologia no ISCTE e o doutoramento em Geografia Humana em Barcelona, mas o que sempre quis fazer foi música. Em 2012, a sua música alcançou um público mais alargado, sendo falada em todos os meios de comunicação portugueses, conseguindo assim profissionalizar-se na música.[3] Faz, também, desde aí, diversas participações com outros artistas, incluindo Sérgio Godinho, Sam the Kid e DJ Ride.[4][5] O seu trabalho é grandemente influenciado pelos poetas portugueses, em especial a poesia de Sophia de Mello Breyner.[6]

Em 2014, a sua música inspira o nome da plataforma feminista criada por Rita Ferro Rodrigues e Iva Domingues, Maria Capaz.[7]

É prima do ator Pêpê Rapazote.[8]

DiscografiaEditar

  • 2015 - Medusa
  • 2014 - Sereia Louca (LP)
  • 2013 - Capicua goes West (Mixtape Vol.2)
  • 2012 - Capicua (LP)
  • 2008 - Capicua goes Preemo (Mixtape Vol.1)
  • 2007 - Mau Feitio
  • 2006 - Syzygy (EP)

Referências

  1. a b «Biografia». Nervos. Consultado em 8 de Abril de 2016 
  2. Caetano, Maria João (11 de abril de 2015). «Capicua: "Não peço desculpa por ser quem sou"». Diário de Notícias. Consultado em 8 de Abril de 2016 
  3. Liliana Pinho, Bruna Cunha, Nádia Teixeira (3 de junho de 2014). «Capicua: Uma sereia rapper que também é socióloga». Universidade do Porto. Consultado em 8 de Abril de 2016 
  4. «Sérgio Godinho convida Capicua para concertos e anuncia mais uma data». Blitz. 14 de outubro de 2014. Consultado em 8 de Abril de 2016 
  5. Ho, Alexandra (3 de março de 2015). «Capicua: "Em 'Medusa' quis falar da culpabilização da vítima"». Sol. Consultado em 8 de Abril de 2016 
  6. «Capicua em "Concerto de Água e Sal" em Lisboa». TSF Rádio Notícias. Consultado em 9 de Abril de 2016 
  7. Martins, Joana. «Maria Capaz é um site de afirmação e luta pelas mulheres». RTP. Consultado em 8 de Abril de 2016 
  8. «PÊPÊ RAPAZOTE DEFENDE PRIMA CAPICUA». VIP. 24 de Setembro de 2015. Consultado em 23 de Setembro de 2017 

Ligações externasEditar