Abrir menu principal
Svetlana at fortune-telling by K.Brullov (1836, Nizhniy Novgorod museum)

A catoptromancia (Gk. κάτοπτρον, katoptron, "espelho," and μαντεία, manteia, "adivinhação"), também conhecido como captromancia ou enoptromancia, é adivinhação usando um espelho.

Pausânias, um viajante da Grécia antiga, descreveu da seguinte forma:

Antes do Templo de Ceres, em Patras, havia uma fonte, separada do templo por uma parede, e havia um oráculo, muito verdadeiro, não para todos os eventos, mas apenas para os doentes. A pessoa doente baixou um espelho, suspensa por um fio até que sua base tocou a superfície da água, tendo primeiro rezado à deusa e oferecido incenso. Então, olhando no espelho, ele viu o presságio de morte ou recuperação, de acordo com a aparência do rosto fresco e saudável, ou de um aspecto horrível.

Na Roma Antiga, os sacerdotes que usavam a catoptromancia eram chamados specularii.[1]

Índice

Veja TambémEditar

Links ExternosEditar

Leitura adicionalEditar

  • Armand Delatte, La catoptromancie grecque et ses dérivés (1932)

Referências

  1. Sadowski, Piotr (23 de Setembro de 2009). From Interaction to Symbol: A systems view of the evolution of signs and communication. [S.l.]: John Benjamins Publishing Company. p. 152. ISBN 9789027288905