Abrir menu principal

A Carga a granel é a mercadoria que é transportada sem embalagem e em grandes quantidades. Ele se refere ao material em qualquer estado, líquido ou granulado, em forma de partículas, como uma massa relativamente pequena de sólidos, tais como petróleo/crude, de grãos, de carvão, ou de cascalho. Esta carga é geralmente atirada ou derramada, com um bico ou pá, balde, no porão de um transportador de graneis ,vagão ou no corpo de um tanque/reboque/semirreboque. As quantidades menores (ainda considerados "granel") podem ser encaixadas (ou em barris) e em paletes. A carga a granel é classificado como líquido ou a seco.

O Baltic Exchange que é baseado em Londres, oferece uma gama de índices de padrão (benchmarking), com o custo do transporte de mercadorias a granel, seco e molhado, ao longo de rotas populares em torno do mar. Alguns desses índices são também utilizados para liquidar Futuros de Frete, conhecido como FFA. O mais famoso dos Índices do Báltico é o Baltic Dry Index, comummente chamado de BDI. Esta é uma função derivada do Baltic Capesize Index (BCI), Baltic Panamax Index (BPI), Baltic Supramax Index (BSI) e o Baltic Handysize Index (BHSI). O BDI tem sido utilizado como um termómetro para a economia global como pode ser interpretado como um indicador de um aumento ou diminuição na quantidade de comodidades que os países importam/exportam.

Carga a granel em seco ( negociações de "seco"s)[1]Editar

 
Esta pilha de pelotas de minério de ferro será usada na produção de aço.

Carga a granel líquida (negociações de "molhado")Editar

Líquidos não comestíveis e perigososEditar

Líquidos comestíveis e não líquidos perigososEditar

GaleriaEditar

A Vagão de transporte de leite para carga a granel. 
DME 49328, um vagão coberto propriedade e operado pela Dakota, Minnesota and Eastern Railroad 
Um rodador de vagão 
Carregamento em carga de um navio coletor com rapeseed meal 

Os grandes portos especializados em carga a granelEditar

Ver tambémEditar

BibliografiaEditar

Referências

  1. Dry Cargo Chartering (em inglês). Londres: Institute of Chartered Shipbrokers. 2013. p. 38