Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2015). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Cariús é um município brasileiro do estado do Ceará. Localizado na Região Centro-Sul do Estado, sua população estimada em 2004 era de 18.892 habitantes.

Município de Cariús
""Cariús de açúcar""
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 25 de Março
Fundação 25 de março de 1951 (68 anos)
Gentílico cariuense
Lema Cariús cidade de todos nós!
Prefeito(a) José Fernandes Ferreira (PSDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Cariús
Localização de Cariús no Ceará
Cariús está localizado em: Brasil
Cariús
Localização de Cariús no Brasil
06° 32' 13" S 39° 29' 49" O06° 32' 13" S 39° 29' 49" O
Unidade federativa Ceará
Mesorregião Centro-Sul Cearense IBGE/2008 [1]
Microrregião Várzea Alegre IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Norte: Jucás e Iguatu, Leste: Cedro e Várzea Alegre, Sul: Várzea Alegre e Farias Brito, Oeste: Tarrafas
Distância até a capital 411 km
Características geográficas
Área 1 061,825 km² [2]
População 18 567 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 17,49 hab./km²
Altitude 240 m
Clima Tropical Semi-árido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,63 médio PNUD/2000 [4]
PIB R$ 52 236,631 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 2 710,77 IBGE/2008[5]

EtimologiaEditar

O topônimo Cariús pode vir da linguagem Tupi ou Tapuia: cari(um tipo de peixe) e ú(água, rio), significando rio do Cari; caa(mato), ry(saída) e u(água). Segundo Tomás Pompeu Sobrinho o topônimio faz uma alusão ao rio Cariús, já segundo Paulino Nogueira, alusão é às cabeceiras do rio Cariús, localizadas em uma serra com uma densa vegetação.[6] Sua denominação original era Poço do Paus e desde 1951, Cariús.[7]

HistóriaEditar

As terras entre as serras dos Bastiões, das Palmeiras, do Quicuncá e de Santa Maria eram habitadas por diversas etnias indígenas tais como os: Juca, Quixará, Quixelô,[8][9] e com a expansão das missões indígenas, da pecuária e busca do ouro no sul no Ceará, surge o povoado de Poço de Paus. A consolidação deste se deu a partir dos anos 1920, pelos projetos do então presidente do Brasil, Epitácio Pessoa: a construção da estação ferroviária de Poço dos Paus, parte do projeto da expansão da Estrada de Ferro de Baturité[10] em direção ao Crato e a construção de armazéns e acampamento para trabalhadores da construção da barragem do projeto da construção da barragem do açude sobre o rio Cariús pelo DNOCS. Neste contexto, o antigo Distrito de São Mateus, desenvolve-se até a emancipação como município.

EconomiaEditar

A base da economia local é a agricultura: arroz, milho e feijão; pecuária: bovino, suíno e avícola. Ainda existem 2 indústrias: uma de Produtos alimentares e outra de produtos minerais não metálicos. Em suas terras foram registradas ocorrência de Magnesita, Calcário(Calcita), sob forma Cristalina, Ametista (uma variedade do Quartzo).

CulturaEditar

Os principais eventos culturais são:Semana do município (março), Festival de Quadrilhas (junho), a festa da padroeira: Nossa Senhora Auxiliadora (8 de setembro) e Projeto Sonho de Natal (dezembro).

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. http://www.institutodoceara.org.br/Rev-apresentacao/RevPorAno/1887/1887-VocabularioIndigenaemusonaProvinciaCeara.pdf
  7. http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/dtbs/ceara/.pdf
  8. Sebok. Lou, Atlases published in the Netherlands in the rare atlas collection. Compiled and edited by Lou Seboek. National Map Collection (Canada), Ottawa. 1974
  9. Aragão, R. B, Índios do Ceará e Topônimios Índigenas, Fortaleza, Barraca do Escritor Cearense. 1994
  10. http://www.estacoesferroviarias.com.br/ce_crato/carius.htm

Ligações externasEditar