Abrir menu principal
Carl Schumacher
Nome completo Carlos Schumacher
Nascimento 25 de dezembro de 1962
Belo Horizonte, MG
Morte 23 de outubro de 2016 (53 anos)
Contagem, Minas Gerais
Ocupação Ator, diretor, dramaturgo, escritor
Outros prêmios
Ator Revelação Tv Globo em 2007 (Horário das 18 h, Vídeo Show)

Carl Schumacher (Belo Horizonte, 25 de dezembro de 1962 - Contagem, 23 de outubro de 2016[1]) foi um ator, dramaturgo e diretor de teatro brasileiro. Começou a dirigir e atuar em 1977, quando estreou seu primeiro texto encenado.

Em 2003 foi convidado pela Fundação Clóvis Salgado, comemorando os trinta anos de produção lírica da instituição, a escrever, dirigir e protagonizar o projeto Viva a Ópera, com 21 árias de doze óperas famosas e 200 pessoas em cena, inclusive alguns dos maiores nomes do canto lírico mundial, como Stephen Bronck, Sylvia Klein e Eduardo Itaborahy.[2]

Construiu e administrou três salas de espetáculos alternativas em Belo Horizonte, entre 1993 e 1998: Gestos Barro Preto, Savassi e Casa de Artes Ribalta.

Índice

Atuação artísticaEditar

Na televisãoEditar

No cinemaEditar

No teatroEditar

  • 2016 - Amor de vampira ( deixou a peça em possesso de preparação para estréia)
  • 2015/2016 - Abstinência, a Engraçada Greve da Indecência (Adaptação da Lisístrata, de Aristófanes)
  • 2008 - Dom João e a Invenção do Brasil (Baseado na obra “D. João Carioca", do cartunista João Spacca e da antropóloga Lilia Moritz Schwarcz, em colaboração com o criador do projeto e diretor da Cia. Catibrum Teatro de Bonecos, Lelo Silva)
  • 2007 - Natal na Praça (Auto de Natal da TV Globo, no Vale do Anhangabaú, sob o Viaduto do Chá, direção de Demétrio Nicolau)
  • 2006 - O Castelo do Barba Azul (Ópera, direção de Felipe Hirsh)
  • 2006 - A Bela Adormecida
  • 2005 - O Gato de Botas (Musical)
  • 2004 - Pinóquio
  • 2003 - Viva a Ópera! (Cortina Lírica)
  • 2003 - As Belas Tranças da Princesa Rapunzel
  • 2002 - Sexo na Cabeça(do best-seller de Luís Fernando Veríssimo)
  • 2001 - Eva & Adão
  • 2000 - Baranga de Neves e os 7 Bad Boys
  • 1999 - A Viúva Alegre (Opereta, direção de Elvécio Guimarães)
  • 1998 - A Galinha dos Ovos de Ouro (Musical)
  • 1997 - Pequena Pastora (Musical)
  • 1997 - Pluft, o Fantasminha (de Maria Clara Machado)
  • 1996 - Cinderela (Musical)
  • 1995 - Joãozinho & Maria na Casinha de Chocolates
  • 1995 - Não Chuta a Santa!
  • 1994 - Amor de Vampira - IV
  • 1994 - A Guerra do Sexo (adaptado da Lisístrata, de Aristófanes)
  • 1994 - O Mágico de Oz (Musical)
  • 1994 - A Galinha Ruiva
  • 1993 - Os Três Porquinhos (ainda em cartaz, 16 anos de temporada)
  • 1993 - Rir é o Melhor Remédio (inspirado em Molière)
  • 1993 - Balaio de Gatos
  • 1992 - Amor de Vampira - III
  • 1992 - Eu Te Odeio, Meu Amor!
  • 1992 - Minhas Loucas Mulheres (de Walcyr Carrasco)
  • 1991 - Litztil, A Fada (2.ª versão, musical)
  • 1991 - Drácula (adaptação de Bram Stocker, texto premiado)
  • 1991 - Romeu & Julieta (Versão contemporânea de Shakespeare)
  • 1991 - Desejos de Afrodite
  • 1990 - Pobre Villa Rica
  • 1990 - Brasil de Mistérios & Lendas
  • 1989 - Um Certo Alferes Mazombo(Musical)
  • 1989 - A História do Avesso
  • 1988 - Catalepsia
  • 1988 - Romão & Julinha (de Oscar von Pful, direção Madalena Rodrigues)
  • 1988 - A Onça & o Bode (Musical)
  • 1988 - Entre Quatro Paredes (de Jean-Paul Sartre)
  • 1987 - A Galinha Ruiva
  • 1987 - Litztil, A Fada (texto premiado)
  • 1987 - A Cama das Amélias
  • 1987 - Amor de Vampira - II
  • 1987 - Amor de Lobisomem(de José Maria Jardim)
  • 1986 - Amor de Vampira
  • 1985 - Tchan, tchan! Rá, rá! (coautores: José Armando Miranda e Epaminondas Reis)
  • 1985 - João & Maria ad infinitum (texto premiado)
  • 1984 - Rasga Coração(de Vianinha, direção P.P. Cava)
  • 1983 - Me Chama de Clark Gable que eu te chamo de Gary Cooper! (coautoria: José Maria Jardim)
  • 1983 - Galileu, Galilei (de Bertolt Brecht, direção P.P. Cava)
  • 1983 - Uma Flor numa Estrela
  • 1982 - Dura Lex, Sed Lex, no Cabelo só Gumex (de Vianinha, direção P.P. Cava)
  • 1978 - Maria Minhoca - de Maria Clara Machado
  • 1977 - Chapeuzinho Vermelho de Raiva

PrêmiosEditar

  • Já foi premiado como autor revelação, melhor dramaturgo, melhor ator, cenógrafo, figurinista, diretor, produtor e empresário cultural.[2]
  • Como Dramaturgo estreou em 1985, quando encenou seu premiado texto João & Maria ad infinitum, (Prêmio Dramaturgo Revelação de Minas).[2]

CuriosidadesEditar

  • A peça Os Três Porquinhos, em cartaz há 18 anos ininterruptos e vista por mais de 1 milhão de espectadores, é recordista absoluta de público em Minas Gerais na categoria Teatro para Crianças.[3]
  • Sua comédia musical Amor de Vampira, encenada em 1986/1987/1993 e 1994, é um dos textos de autores mineiros recordistas de público em Belo Horizonte: Aproximadamente 200 mil espectadores.[2]
  • Em 1999 atuou/cantou na opereta A Viúva Alegre, interpretando o Barão Zeta.

Referências

  1. «Ator Carl Schumacher morre aos 53 anos na Grande BH». O Globo. Globo.com. 23 de outubro de 2016. Consultado em 24 de outubro de 2016 
  2. a b c d «Dione Fonseca entrevista o ator Carl Schumacher». Consultado em 13 de fevereiro de 2008 
  3. BH Eventos. «Teatro - Os três porquinhos - Sala Juvenal Dias e Teatro Nossa Sra das Dores - 02/03/2008». Consultado em 13 de fevereiro de 2008 

Ligações externasEditar