Abrir menu principal

Carles Busquets

futebolista espanhol

Carles Busquets i Barroso (Barcelona, 19 de julho de 1967) é um ex-futebolista espanhol que atuava como goleiro. É pai do meio-campista Sergio Busquets.

Carles Busquets
Informações pessoais
Nome completo Carles Busquets Barroso
Data de nasc. 19 de julho de 1967 (52 anos)
Local de nasc. Barcelona, Flag of Spain.svg Espanha
Altura 1,81 m
Apelido Busi
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Goleiro
Clubes de juventude
Espanha FC Barcelona
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1987–1992
1990-1999
1999-2003
Espanha FC Barcelona B
Espanha FC Barcelona
Espanha UE Lleida
61 (0)
117 (0)
108 (0)
Seleção nacional
1983
?
Flag of Spain.svg Espanha Sub-16
Catalunha Seleção da Catalunha
3 (0)
2 (0)

CarreiraEditar

Formado nas categorias de base do Barcelona, "Busi" (apelido do jogador) jogou no time B dos Blaugranas entre 1987 e 1992, sendo que ainda neste período foi alçado pelo técnico holandês Johan Cruijff à equipe principal aos 23 anos (idade alta para promoção de um atleta da base).

Com a saída do então titular Andoni Zubizarreta (de quem era seu reserva imediato) para o Valencia, assumiu a vaga deste em 1994, mas ele já havia feito sua estreia em La Liga um ano antes, no jogo contra o Racing Santander.

No período em que foi titular, o goleiro alternava bons momentos com atuações irregulares, e isto comprometeu sua situação no gol do Barcelona, que resolveu contratar o português Vítor Baía para ser o novo titular e o holandês Ruud Hesp como segunda opção. Busquets acabaria sendo relegado a terceiro goleiro dos Culés. Na temporada 1998-99, a situação do goleiro tornou-se insustentável quando declarou que Cruijff tinha mais qualidade que Louis van Gaal, o novo comandante barcelonista.[1]

Ainda em 1999, Busquets assinou com a UE Lleida, onde jogaria até 2003, ano de sua aposentadoria como jogador. Nove meses depois, regressaria ao Barcelona como treinador dos goleiros da base. Em paralelo, fazia curso para tornar-se treinador. Com a escolha de Josep Guardiola para substituir Frank Rijkaard no comando técnico do Barcelona, "Busi" tornava-se treinador de goleiros do time B.

Na temporada 2010-11, passaria a treinar os goleiros do time principal, mas com a volta de Juan Carlos Unzué (que havia trabalhado como treinador do Numancia) para a mesma função, ele seria novamente remanejado ao Barcelona B.

SeleçãoEditar

"Busi" nunca foi chamado para defender a Seleção Espanhola principal, tendo defendido apenas a equipe Sub-16 em três jogos, todos em 1983.

Esteve presente também em duas partidas com a Seleção da Catalunha.

TítulosEditar

LinksEditar

Referências

   Este artigo sobre um futebolista espanhol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.