Carlos Araújo (diretor)

Carlos Araújo é um diretor brasileiro.[1]

Carreira editar

1990-1999: Início de carreira editar

Funcionário da Rede Globo desde a década de 1990, iniciou sua carreira como assistente de direção de Barriga de Aluguel, de autoria de Glória Perez. Integrou a equipe de telenovelas e minisséries da Rede Globo, trabalhando muitas vezes com diretores como Dennis Carvalho, Denise Saraceni, Gustavo Fernandez, José Luiz Villamarim, Luiz Fernando Carvalho, Luiz Henrique Rios, Marcos Paulo e Wolf Maya, além de autores como Alcides Nogueira, Benedito Ruy Barbosa, Maria Adelaide Amaral e Sílvio de Abreu.[1]

2000-2005: Como diretor geral e Começar de Novo editar

Entre 2004 e 2005 Carlos Araújo esteve encarregado da direção geral da novela das sete Começar de Novo, de autoria de Antônio Calmon e Elizabeth Jhin, mas devido a problemas de estresse precisou se afastar da produção. Antônio Calmon considera que o afastamento de Carlos, além de problemas de saúde pessoais (tumor benigno) e dos atores Carlos Vereza (pneumonia) e Vladimir Brichta (hepatite), foram prejudiciais para a novela, que obteve média geral de 31 pontos, tendo como meta 35 pontos e derrubando 12 pontos de média da telenovela antecessora, Da Cor do Pecado, que tinha obtido 43 pontos de média geral.[2]

2006-2018: Trabalho contínuo como diretor geral editar

Em 2013 Carlos trabalhou como diretor geral da telenovela Sangue Bom, de autoria de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, mas foi afastado poucos dias após o início da exibição após ser sido acusado de agredir a assistente de direção da trama, Joana Antonaccio Rodrigues. A Polícia Civil do Rio de Janeiro confirmou o registro de um boletim de ocorrência após uma briga no dia 27 de abril daquele ano, em que Joana, que até então mantinha um relacionamento de seis meses com Araújo, o aponta como o culpado por um soco que levou em sua boca, além de ter escutado xingamentos como "piranha". A agressão chegou a ser confirmada pelo Instituto Médico Legal. Oficialmente, a Rede Globo diz que Araújo pediu licença do trabalho para resolver problemas pessoais. Após o afastamento, o diretor Dennis Carvalho, que começou a novela ocupando apenas o cargo de diretor de núcleo, assumiu a direção geral ao lado de Maria de Médicis.

Em 2015, como diretor geral de I Love Paraisópolis, Carlos teve de lidar com problemas de bastidores envolvendo o codiretor geral e diretor de núcleo Wolf Maya. Wolf supostamente teria deixado a produção da telenovela das sete a cargo de Carlos após ter abandonado seu trabalho, tendo ficado dias sem aparecer nos Estúdios Globo.[3] Devido ao ocorrido posteriormente Wolf Maya deixaria a emissora após 35 anos como funcionário da emissora.[4]

2019-presente: Como diretor artístico editar

Em 2019 foi supervisor artístico de Malhação: Toda Forma de Amar, com direção geral de Adriano Melo.[5] Nesse mesmo ano também foi diretor artístico da quinta versão de Éramos Seis, com direção geral de Pedro Peregrino. Desde 2022, é diretor artístico da telenovela Todas as Flores de João Emanuel Carneiro.[6][7]

Trabalhos na televisão editar

Como diretor editar

Telenovelas
Ano Trabalho Emissora Função Parceiros Titulares
2024 Mania de Você TV Globo direção artística Noa Bressane (direção geral)
2022-2023 Todas as Flores[6][7] André Câmara (direção geral)
2019 Éramos Seis Pedro Peregrino (direção geral)
Malhação: Toda Forma de Amar supervisão Adriano Melo (direção artística)
2017 Os Dias Eram Assim direção artística Gustavo Fernandez (direção geral)
2016 Velho Chico direção Luiz Fernando Carvalho (direção artística)
2015 I Love Paraisópolis direção geral Wolf Maya (direção geral e núcleo)
2014 Meu Pedacinho de Chão Luiz Fernando Carvalho (direção geral e núcleo)
2013 Sangue Bom[nota 1] Maria de Médicis (direção geral)
Dennis Carvalho (direção geral e núcleo)
2012 Cheias de Charme Denise Saraceni (núcleo)
2010 Passione Luiz Henrique Rios (direção geral)
Denise Saraceni (direção geral e núcleo)
2008 Ciranda de Pedra Denise Saraceni (núcleo)
2005 Belíssima Luiz Henrique Rios (direção geral)
Denise Saraceni (direção geral e núcleo)
2004 Começar de Novo Luiz Henrique Rios (direção geral)
Marcos Paulo (núcleo)
2002 Esperança Luiz Fernando Carvalho (direção geral e núcleo)
2001 Estrela-Guia Denise Saraceni (direção geral e núcleo)
1999 Força de um Desejo direção
Mauro Mendonça Filho (direção geral)
Marcos Paulo (direção geral e núcleo)
1998 Torre de Babel
Denise Saraceni (direção geral)
Carlos Manga (núcleo)
1997 Anjo Mau Denise Saraceni (direção geral)
Carlos Manga (núcleo)
1996 O Rei do Gado Luiz Fernando Carvalho (direção geral)
1995 Explode Coração Dennis Carvalho (direção geral)
Irmãos Coragem [nota 2] Luiz Fernando Carvalho (direção geral)

Reynaldo Boury (direção geral)

1993 Fera Ferida Dennis Carvalho (direção geral)
Marcos Paulo (direção geral)
Minisséries
Ano Trabalho Emissora Função Parceiros Titulares Autor (es)
2008 Queridos Amigos TV Globo direção geral Denise Saraceni (direção geral e núcleo) Maria Adelaide Amaral
2004 Um Só Coração Carlos Manga (núcleo) Maria Adelaide Amaral

Alcides Nogueira

2000 A Muralha Denise Saraceni (direção geral e núcleo) Maria Adelaide Amaral
1998 Dona Flor e Seus Dois Maridos direção Mauro Mendonça Filho (direção geral) Dias Gomes
Seriados
Ano Trabalho Emissora Função Parceiros Titulares Autor (es)
2014 Segunda Dama TV Globo direção geral Wolf Maya (direção de núcleo) Heloísa Périssé
Isabel Muniz
Paula Amaral

Como produtor editar

Ano Trabalho Emissora Autor (es)
1997 O Amor Está no Ar[carece de fontes?] Rede Globo Alcides Nogueira

Como assistente de direção editar

Ano Trabalho Emissora Autor (es)
1990 Barriga de Aluguel[1] Rede Globo Glória Perez

Prêmios e indicações editar

Ano Obra Prêmio Categoria Parceiro de indicação Resultado Ref.
2013 Cheias de Charme Prêmio Contigo! de TV Melhor Diretor de Novela Denise Saraceni Indicado [8]
2014 Meu Pedacinho de Chão Prêmio Contigo! de TV Melhor Diretor de Novela Luiz Fernando Carvalho Venceu [9][10]
2019 Éramos Seis Troféu APCA Melhor Diretor de Telenovela Indicado [11]

Ligações externas editar

Notas

  1. Afastou-se da novela em maio de 2013, ainda no início de sua exibição.
  2. Dirigiu a novela a partir do capítulo 80.

Referências

  1. a b c Flávia Almeida (30 de setembro de 2019). «Éramos Seis tem direção de Carlos Araújo». OFuxico. Consultado em 14 de abril de 2020 
  2. «Antonio Calmon avalia o que deu errado em "Começar de Novo"». Folha de S.Paulo. Consultado em 30 de março de 2018 
  3. «Após abandonar novela, Wolf Maya pode deixar a Globo». A Tarde. 23 de março de 2016. Consultado em 14 de abril de 2020 
  4. Camilla Gabriella (30 de agosto 2016). «Wolf Maya deixa direção de novelas da Globo e salário é reduzido em R$ 300 mil». NOSSA FM 105,9. Consultado em 16 de abril de 2020 
  5. «Pedro Novaes será o protagonista jovem de "Malhação"». Notícias de TV. Consultado em 7 de março de 2019 
  6. a b Daniel Castro (28 de março de 2020). «Após chorar em Éramos Seis, Gloria Pires vai maltratar a filha cega em novela». Notícias da TV - UOL. Consultado em 14 de abril de 2020 
  7. a b Cristina Padiglione (2 de março de 2020). «Nova novela de João Emanuel Carneiro vai na contramão de 'Amor de Mãe'». Folha de S.Paulo. Consultado em 16 de abril de 2020 
  8. «Prêmio Contigo de TV! 2013». 20 de fevereiro de 2013 
  9. "Amor à Vida" se consagra e "Em Família" não leva nada em premiação de TV
  10. Os vencedores do 16º Prêmio Contigo!
  11. «APCA divulga indicados para 2019 nas categorias de Televisão». Tela Viva. Consultado em 15 de novembro de 2019