Abrir menu principal

Carlos Carvalhas

político português
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2014).
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Carlos Carvalhas
Nome nativo Carlos Carvalhas
Nascimento 9 de novembro de 1941 (77 anos)
São Pedro do Sul
Cidadania Portugal
Alma mater Universidade Técnica de Lisboa
Ocupação político

Carlos Alberto do Vale Gomes Carvalhas GCC (São Pedro do Sul, São Pedro do Sul, 9 de Novembro de 1941) é um economista e político português.

Índice

BiografiaEditar

Carlos Carvalhas licenciou-se em Economia pelo Instituto de Ciências Económicas e Financeiras da Universidade Técnica de Lisboa.

Em 1969 aderiu ao Partido Comunista Português, tendo apoiado o movimento estudantil de oposição ao salazarismo, nas campanhas eleitorais de 1965, 1969 e 1973.

Após a licenciatura, desenvolveu a sua atividade profissional na Profabril, empresa do Grupo CUF, onde chegou a director financeiro. Paralelamente envolveu-se na atividade sindical dos metalúrgicos.

Foi redator e diretor do jornal Notícias da Amadora.

Após o 25 de Abril de 1974, foi Secretário de Estado do Trabalho nos I, II, III, IV e V Governos Provisórios, vice-presidente do Conselho Nacional do Plano, deputado ao Parlamento Europeu e membro do Conselho da Europa.

No PCP sucedeu a Álvaro Cunhal no cargo de secretário-geral, que exerceu de 1992 a 2004. Em 1991 candidatou-se à Presidência da República com o apoio do PCP, saindo derrotado por Mário Soares.

A 5 de Outubro de 2004 resignou ao cargo de secretário-geral do PCP, sucendendo-lhe Jerónimo de Sousa, a 27 de Novembro de 2004, data do XVII Congresso do PCP, realizado em Almada.

CondecoraçõesEditar

A 8 de Junho de 2005 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo.[1]

Eleições presidenciais de 1991Editar

Candidato votos %
Basílio Horta 696,379

14 %

Mário Soares 3.459.521

70 %

Carlos Carvalhas 635,373

13 %

Carlos Manuel Marques 126,581

3 %

Referências

  1. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Carlos Alberto do Vale Gomes Carvalhas". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 28 de fevereiro de 2015 


Precedido por
Álvaro Cunhal
Secretário-Geral do
Partido Comunista Português

1992 - 2004
Sucedido por
Jerónimo de Sousa