Carlos Correia de Toledo e Melo

Carlos Correia de Toledo e Melo[nota 1] (Taubaté, 1731Lisboa, 1803) foi um padre católico pároco da Vila de São José Del-Rei (hoje Tiradentes) que participou ativamente da Inconfidência Mineira.[1]

Carlos Correia de Toledo e Melo
Nascimento 1731
Taubaté
Morte 1803
Cidadania Brasil
Casa do Padre Toledo no antigo Arraial da Lage, atual Resende Costa, Minas Gerais

BiografiaEditar

Descendente de Simão de Toledo Piza, um dos primeiros povoadores de São Paulo, o padre Carlos Corrêa de Toledo e Melo era filho de Timóteo Corrêa de Toledo e de Úrsula Isabel de Melo,[2] era irmão de Luiz Vaz de Toledo Piza, que também foi um inconfidente.[3]

Foi deportado para Portugal[3] sem saber sua sentença, ficando preso na Fortaleza de São Julião da Barra e depois levado para a clausura dos franciscanos de Lisboa, onde hoje é a Academia de Belas Artes da Universidade de Lisboa e lá faleceu em 1803.

Notas

  1. Na grafia arcaica original, Carlos Corrêa de Toledo e Mello

Referências

  1. José Roberto de Toledo. «Descendentes de dom Juan de Toledo Piza - Informações históricas». Arquivo Z. Consultado em 8 de julho de 2012 
  2. da Silva Leme, Luís Gonzaga (1904). Genealogia Paulistana (PDF). 5. São Paulo: Duprat & Comp. p. 547. Consultado em 8 de julho de 2012 
  3. a b Luiz Cruz (13 de dezembro de 2011). «Padre Toledo, um líder inconfidente». Revista de História. Consultado em 8 de julho de 2012 

Ligações externasEditar