Carlos Eugênio de Andrade Guimarães

militar brasileiro
Carlos Eugênio de Andrade Guimarães
Dados pessoais
Nascimento 5 de setembro de 1851 Rio de Janeiro Rio de Janeiro[carece de fontes?]
Morte 16 de novembro de 1920 (69 anos) Rio de Janeiro Rio de Janeiro
Vida militar
Força Exército
Hierarquia Marechal.gif Marechal
Comandos

O marechal Carlos Eugênio de Andrade Guimarães (Rio de Janeiro, 5 de setembro de 1851 — Rio de Janeiro, 16 de novembro de 1920) foi um militar brasileiro.[1]

Comandou a Escola Militar do Brasil, que se situava na Praia Vermelha e é antecessora da Academia Militar das Agulhas Negras.

Foi chefe do Estado-Maior do Exército, entre 29 de maio e 18 de junho de 1909,[2] durante o governo de Afonso Pena.

Na presidência de Nilo Peçanha, foi ministro da Guerra de 18 de junho a 16 de outubro de 1909.[3]

Foi ministro do Superior Tribunal Militar de 29 de abril de 1908 a 28 de junho de 1919.[4]

Referências

  1. «Comandantes do Exército Brasileiro». Consultado em 24 de janeiro de 2021 
  2. «Ex-Chefes do EME». Consultado em 25 de janeiro de 2021 
  3. «Comandantes do Exército Brasileiro». Consultado em 24 de janeiro de 2021 
  4. «Ministros do STM desde 1808; Ministro 152» (PDF). Consultado em 25 de janeiro de 2021 

Ligações externasEditar


Precedido por
Francisco José Teixeira Júnior
 
Comandante da Escola Militar do Brasil

1900 - 1902
Sucedido por
Bibiano Sérgio Macedo da Fontoura Costallat
Precedido por
João Pedro Xavier da Câmara
 
5º Chefe do Estado-Maior do Exército

1909
Sucedido por
José Bernardino Bormann
Precedido por
Luís Mendes de Morais
 
16º Ministro da Guerra (República)

1909
Sucedido por
José Bernardino Bormann