Abrir menu principal

Carlos Maldonado

futebolista uruguaio

Carlos Fabián Maldonado Piñeiro[1], mais conhecido apenas como Carlos Maldonado (Montevidéu, 30 de julho de 1963) é um treinador e ex-futebolista uruguaio naturalizado venezuelano, que atuava como meia. Atualmente, está sem clube.

Carlos Maldonado
Carlos Maldonado
Estátua de Carlos Maldonado no Monumento Las Américas, em San Cristóbal (Venezuela).
Informações pessoais
Nome completo Carlos Fabián Maldonado Piñeiro
Data de nasc. 30 de julho de 1963 (56 anos)
Local de nasc. Montevidéu, Uruguai
Nacionalidade Uruguai Venezuela Uruguaio-venezuelano
Altura 1,73 m
Apelido Carlitos
Informações profissionais
Equipa atual Venezuela Sem clube
Posição Treinador
(ex-Meia)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1981
1981–1982
1982–1983
1983
1983–1984
1984
1984–1985
1985
1985–1986
1986–1987
1987–1988
1988–1990
1990–1991
1991–1992
1992
1993–1994
1994–1995
Venezuela Deportivo Portugués
Venezuela Portuguesa
Venezuela Atlético San Cristóbal
Venezuela U. A. Táchira
Venezuela Atlético San Cristóbal
Venezuela U. A. Táchira
Venezuela Atlético San Cristóbal
Venezuela U. A. Táchira
Venezuela Atlético San Cristóbal
Venezuela U. A. Táchira
Argentina Deportivo Armenio
Venezuela U. A. Táchira
Colômbia Santa Fe
Venezuela U. A. Táchira
Brasil Fluminense
Venezuela Caracas
Venezuela Atlético San Cristóbal










23 (3)

4 (0)

15 (2)

Seleção nacional
1985–1991 Flag of Venezuela.svg Venezuela 20 (4)
Times/Equipas que treinou
2001–2003
2004
2004–2005
2007–2010
2010–2012
2013
Venezuela Nacional Táchira
Venezuela Mineros de Guayana
Venezuela Unión Maracaibo
Venezuela Deportivo Táchira
Venezuela Mineros de Guayana
Venezuela Aragua

É um dos maiores goleadores da Seleção Venezuelana de Futebol. Na Copa América de 1989, Carlitos, como também é chamado, foi o único marcador da Venezuela, marcando os 4 únicos gols da equipe naquele torneio, inclusive um contra o Brasil, especial, já que foi o primeiro da história dos confrontos entre as duas seleções. Carlos é pai do atacante Giancarlo Maldonado, o maior artilheiro da Seleção Venezuelana.


CarreiraEditar

Como jogadorEditar

 
Monumento Las Américas - Os 3 maiores ídolos do Deportivo Táchira: Laureano Jaimes, William Méndez e Carlos Maldonado.

Iniciou sua carreira profissional no Deportivo Táchira no final de 1982, ainda quando o clube se chamava Unión Atlético Táchira. Tendo se destacado no clube, ele e William Méndez foram os maiores nomes do time na década de 1980. Juntos ganharam o campeonato da Primeira Divisão Venezuelana de 1984 e 1986, além de outros 3 vice-campeonatos nacionais (1985, 1987 e 1988) e 4 classificações à Copa Libertadores da América.

Em 1987, após 5 anos no mesmo clube, o Deportivo Armenio, da Argentina, negociou sua transfêrencia para duas temporadas. Logo após o término do contrato, em 1988, Maldonado voltou ao então U. A. Táchira, até que, em 1989, foi convocado pela Seleção Venezuelana para jogar a Copa América daquele ano, no qual se destacaria outra vez, marcando todos os gols da Venezuela na competição.

Após sua exibição na Copa América, marcando até sobre a gigante Seleção Brasileira, chamou a atenção do Santa Fe, da Colômbia, que negocia seu passe por duas temporadas, em 1991.

Aos 29 anos em 1992, foi contratado pelo Fluminense. O jogador ficou pouco tempo, já aos 29 anos e longe da melhor forma, disputou a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro daquele ano[2][3].

Em 1993, voltou para a Venezuela, desta vez para o Caracas, clube em que permaneceu até 1994.

Depois, ainda foi contratado no final de 1994 pelo Atlético San Cristóbal, um outro clube venezuelano, e lá ficou até encerrar sua carreira como jogador, em 1995.

Como treinadorEditar

Iniciou sua carreira como treinador em 2001, pelo Club Nacional Táchira[4]. Depois, teve duas passagens pelo Mineros de Guayana e, entre elas, treinou também Unión Maracaibo e Deportivo Táchira.

Durante o ano de 2013, trabalhou no comando do Aragua Fútbol Club, também da Venezuela.

Referências

  1. «Carlos Maldonado». oGol. Consultado em 13 de julho de 2013 
  2. TORRES, Fernando (assessoria de imprensa) (14 de março de 2012). «Carlos Maldonado, o venezuelano que vestiu a camisa do Fluminense». Fluminense.com. Consultado em 13 de julho de 2013 
  3. LOIS, Rodrigo (11 de fevereiro de 2013). «Único venezuelano em toda a história do Fluminense torcerá pelo time». Lance!Net.com. Consultado em 13 de julho de 2013 
  4. «Carlos Maldonado». ZeroZero. Consultado em 13 de julho de 2013 
Precedido por

Manuel Plascencia
Técnico do Mineros de Guayana
2004
2010–2012
Sucedido por

José Luis Ciccarelli (interino)
Precedido por
Ángel Raúl Cavalleri
Técnico do Unión Maracaibo
2004–2005
Sucedido por
Precedido por
Manuel Plascencia
Técnico do Deportivo Táchira
2007–2010
Sucedido por
Jorge Luis Pinto
Precedido por
Ángel Raúl Cavalleri
Técnico do Aragua
2013
Sucedido por
Ángel Raúl Cavalleri