Carlos Miloc

futebolista uruguaio

Carlos Miloc Pelachi (Montevidéu, 9 de fevereiro de 1932Monterrey, 25 de fevereiro de 2017) foi um futebolista e treinador de futebol uruguaio que jogava como atacante.

Carlos Miloc
Informações pessoais
Nome completo Carlos Miloc Pelachi
Data de nasc. 9 de fevereiro de 1932
Local de nasc. Montevidéu, Uruguai
Nacionalidade uruguaio
mexicano
Falecido em 25 de fevereiro de 2017 (85 anos)
Local da morte Monterrey, México
Apelido Tanque
Informações profissionais
Posição Treinador (Atacante)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1950–1954
1955–1956
1956–1962
1962–1964
1964–1967
1967–1968
1968–1969
Nacional
Cúcuta Deportivo
Morelia
Deportivo Irapuato
Morelia
Deportivo Irapuato
León






Times/clubes que treinou
1969–1971
1971–1972
1972–1973
1973–1974
1974–1977
1977–1979
1979–1980
1980–1981
1981–1983
1983–1985
1986–1988
1988–1989
1989–1990
1990–1992
1994–1995
1995
1996
1996–1997
1997–1998
1998–2000
2000
Deportivo Irapuato
Pachuca
Santos Laguna
Veracruz
San Luis
Tigres
Chivas
Estudiantes Tecos
Tigres
Tampico Madero
Tigres
Correcaminos
Cobras de Ciudad Juárez
América-MEX
Herediano
Morelia
León
Comunicaciones
Tigres
Comunicaciones
Guatemala















1




CarreiraEditar

Conhecido como Tanque, Miloc jogou profissionalmente por 19 anos, iniciando sua carreira em 1950 no Nacional. Após jogar 2 anos no Cúcuta Deportivo, foi para o México em 1956 e fez carreira no país, atuando por Morelia, Deportivo Irapuato e León[1], onde pendurou as chuteiras em 1969, mesmo ano em que estrearia como técnico, no Irapuato - onde permaneceu até 1971.

Seu clube mais relevante como treinador foi o Tigres, pelo qual teve 4 passagens (1977–79, 1981–83, 1986–88 e 1997–98) e foi bicampeão mexicano em 1977–78 e 1981–82. Passou também por Pachuca, Santos Laguna, Veracruz, San Luis, Chivas, Estudiantes Tecos, Tampico Madero, Correcaminos, Cobras de Ciudad Juárez, América-MEX, Morelia e León no futebol mexicano, além de passagens por Herediano e Comunicaciones, além da Seleção Guatemalteca[2], última equipe que treinou, em 2000. Trabalhou ainda como colunista do Grupo Reforma e assessor do Tigres.

Miloc faleceu em 25 de fevereiro de 2017, aos 85 anos de idade[3].

TítulosEditar

Tigres
(1977–78 e 1981–82)
Comunicaciones
(1996–97, 1998–99, Apertura de 1999 e Clausura de 2000)
América-MEX
(1990–91)
(1990–91)

Referências

  1. [http://www.ultracrema.com/portal/modules/wfsection/article.php?articleid=47[ligação inativa]
  2. «Archived copy». Consultado em 10 de dezembro de 2006. Arquivado do original em 19 de novembro de 2006 
  3. «Fallece Carlos Miloc, histórico entrenador de Tigres». eluniversal.com.mx. Consultado em 27 de fevereiro de 2017 

Ligações externasEditar

   Este artigo sobre futebolistas uruguaios é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.