Abrir menu principal
Carlos Virgílio Távora
Deputado federal  Ceará
Período 1983-1995
Dados pessoais
Nascimento 3 de agosto de 1955
Fortaleza, CE
Morte 19 de novembro de 2000 (45 anos)
Teresina, PI
Alma mater Universidade de Brasília
Cônjuge Juliana Távora
Partido PDS, PPR
Profissão engenheiro civil

Carlos Virgílio Augusto de Moraes Távora (Fortaleza, 3 de agosto de 1955Teresina, 19 de novembro de 2000) foi um engenheiro civil e político brasileiro que exerceu três mandatos de deputado federal pelo Ceará.[nota 1]

BiografiaEditar

Filho de Virgílio de Morais Fernandes Távora e Luiza Morais Correia Távora. Engenheiro Civil formado pela Universidade de Brasília em 1981, foi engenheiro de operação da Companhia de Docas do Estado do Ceará. Com o apoio do pai ingressou no PDS e elegeu-se deputado federal em 1982. Nessa legislatura votou contra a emenda Emenda Dante de Oliveira que previa o retorno das eleições diretas para presidente e votou em Paulo Maluf no Colégio Eleitoral. Reeleito em 1986 sofreu a morte do pai em junho de 1988 e em outubro foi um dos signatários da Nova Constituição. Em 1990 conquistou seu terceiro mandato sobretudo pelo apoio de sua mãe que foi candidata a vice-governadora na chapa de Paulo Lustosa. Em 29 de setembro de 1992 votou contra o impeachment do presidente Fernando Collor e no ano seguinte ingressou no PPR, pelo qual ficou numa suplência de deputado federal em 1994.

Foi casado com Juliana Tavares Silva Távora, filha do político piauiense Alberto Silva.

Notas

  1. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral obteve 91.162 votos em 1982, 45.673 votos em 1986 e 38.236 votos em 1990.

Ligações externasEditar