Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Carlos de Morais Camisão
Estátua do Coronel Carlos de Morais Camisão no Monumento aos Heróis de Laguna e Dourados, localizado no bairro da Urca, no Rio de Janeiro (RJ).
Nascimento 8 de maio de 1821
Rio de Janeiro
Morte 29 de maio de 1867 (46 anos)
Jardim
Cidadania Brasil
Ocupação militar
Prêmios Imperial Ordem da Rosa
Causa da morte cólera
Estátua do Coronel Camisão (a esquerda) no Monumento aos Heróis de Laguna e Dourados.

Carlos de Morais Camisão OC IOR OA (Rio de Janeiro, 8 de maio de 1821Jardim, Mato Grosso do Sul, 29 de maio de 1867) foi um coronel brasileiro que participou da Guerra da Tríplice Aliança (1864-1870). Comandou a Campanha do Mato Grosso, subsequentemente liderando a Retirada da Laguna, durante a qual morreu de cólera.[1][2]

Ascende ao fundador de Ipirá, ou Santana do Camisão.

HomenagensEditar

BatalhãoEditar

É homenageado no hino do Mato Grosso do Sul, ao lado de outras figuras históricas.[3]

O 9º Batalhão de Engenharia de Combate tem a denominação de Batalhão Carlos Camisão.[4]

E.C.C.CEditar

Existe em Aquidauana um time militar associado ao batalhão Carlos Camisão, que venceu o oitavo campeonato de futebol de Anastácio, chamado ECCC (Esporte Clube Carlos Camisão). Ele é associado com a Seduc (Sociedade de Ensino Desportivo de Unificação Cultural). Ele é dirigido pelo subtenente Jeová Gomes Resende.

EstátuaEditar

Recebeu, perto do Morro da Urca, uma estátua junto de outros soldados importantes da guerra no Monumento aos Heróis de Laguna e Dourados, suas cinzas repousando lá.[5]

EscolaEditar

Na cidade de Piraí, estado do Rio de Janeiro, há o Colégio Estadual Coronel Camisão.

Nome de ruasEditar

Na cidade de São Caetano do Sul no estado de São Paulo, há uma rua em sua homenagem. Rua Coronel Camisão na Vila Nova Gerty.

Em Porto Alegre, no bairro Higienópolis, também há uma rua em sua homenagem.

Em Passo Fundo, RS, no bairro Popular, (Centro), há uma rua com esse nome.

Em Carazinho, RS, rua no Bairro Princesa

Na cidade do Rio de Janeiro, RJ, no bairro de Cordovil, há uma rua chamada Coronel Camisão.

Em Londrina, PR, há uma rua que o homenageia: Rua Coronel Camisão, Jardim Europa, CEP é 86015-690.

Em Caxias do Sul, RS, há uma pequena rua de 3 quadras no bairro Centro chamada Coronel Camisão, formando esquina com a principal avenida da cidade,CEP é 95020-420.

Em Ribeirão Preto, perto da Universidade de São Paulo, há uma rua também chamada de Coronel Camisão, no Bairro Monte Alegre.

Em São Paulo, no bairro Butantã, há uma rua chamada Coronel Camisão, CEP 05590-120.

Em Belo Horizonte, no bairro Vila Oeste, também há uma rua Coronel Camisão.

Em Campo Grande (MS) no bairro Amambaí, há uma rua chamada Coronel Camisão, cujo CEP é 79005-340. Em Maringa- Pr Bairro Zona 05 - tb tem uma rua com este nome. Rua de tres quadras proximo à Praça das Grevileas ( praça das antenas )

PromoçõesEditar

CondecoraçõesEditar

Referências

  1. Hooker, T.D. (2008). The Paraguayan War. Nottingham: Foundry Books. pp. 69–70. ISBN 1901543153 
  2. «Após 150 anos do episódio, Retirada da Laguna é lembrada». Exército Brasileiro. 2017 
  3. «MS 40 anos: conheça 5 curiosidades sobre o hino oficial de Mato Grosso do Sul». Midia Max. 11 de outubro de 2017 
  4. «Batalhão Carlos Camisão desempenha importante papel na Lagoa Comprida». Jornal de Notícias do Estado. 7 de junho de 2017 
  5. «Pela primeira na história, cariocas podem visitar o mausoléu dos heróis de Laguna e Dourados». Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. 27 de outubro de 2012 

BibliografiaEditar