Abrir menu principal

Wikipédia β

Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde dezembro de 2009). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Carmélia Alves
Carmélia Alves
Informação geral
Nascimento 14 de fevereiro de 1923
País Brasil
Data de morte 3 de novembro de 2012 (89 anos)
Cônjuge Jimmy Lester (1944 - 1998)

Carmélia Alves Curvello (Rio de Janeiro, 14 de fevereiro de 1923 - Rio de Janeiro, 3 de novembro de 2012) foi uma cantora brasileira.

Nomeada por Luís Gonzaga a "Rainha do Baião", fez sucesso na década de 1950 com Sabiá na gaiola. Reconhecida no Brasil e na América Latina, vendeu milhares de cópias, o que obrigou a gravadora Continental de Buenos Aires a abrir outra filial para conter a venda tão grande. Ganhou todos os prêmios importantes da época, que estão expostos em um museu. Foi croone da boate do hotel Copacabana Palace e cantou sambas no estilo de Carmem Miranda. Foi integrante do grupo "Cantoras do Rádio", formado em 1988, ao lado das amigas Ellen, Violeta e Carminha.

Índice

Maiores sucessosEditar

Ordem cronológica
  • 1943 - Deixei de Sofrer
  • 1944 - Quem Dorme no Ponto é Chofer
  • 1949 - Me Leva (com Ivon Curi)
  • 1950 - Coração Magoado
  • 1950 - Trepa no Coqueiro
  • 1951 - Sabiá na Gaiola
  • 1951 - Pé de Manacá (com o Trio Madrigal)
  • 1951 - Esta Noite Serenou
  • 1951 - Cabeça Inchada
  • 1956 - Cevando o Amargo

MorteEditar

Faleceu em 3 de novembro de 2012 aos 89 anos. A Rainha do Baião, condecorada com este título por Luiz Gonzaga,sofria com um câncer. O corpo da cantora foi velado no Retiro dos Artistas, em Jacarepaguá e o enterro no cemitério Pechincha.[1]

FilmografiaEditar

Referências

  1. «Morre no Rio Carmélia Alves, a Rainha do Baião». g1.globo.com. Consultado em 4 de novembro de 2012 
  Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.