Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Julho de 2011). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Festival da Carmentália é uma festividade que remonta o antigo Império Romano realizada em honra de Carmenta, a ninfa das profecias. Segundo Plutarco, esta festa foi instituída quando houve a fusão da cultura dos romanos com os sabinos.[1]

Segundo alguns autores, Carmenta era uma das Parcas, associada ao nascimento humano, e era, por isso, adorada pelas mães, porém, segundo outros, ela era Nicostrata, a esposa de Evandro da Arcádia, e, por ser uma profetisa e declamar oráculos em versos, foi chamada de Carmenta, pois carmina é a palavra romana para versos.[2] Outra interpretação é que Carmenta signifique ruim da cabeça, por causa do estado de êxtase durante a inspiração, formada por carere (falta de) e mens (mente).[2]

De acordo com Ovídio, Carmentis era a mãe de Evandro.[3]

É realizado tradicionalmente no dia 15 de janeiro [3] que é um dia excelente para consultar qualquer tipo de oráculo, pois dizem que neste dia eles não podem mentir.

Referências

  1. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Rômulo, 21.1
  2. a b Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Rômulo, 21.2
  3. a b Ovídio, Fasti, 15 de Janeiro, (Kal. Feb. 15)