Abrir menu principal

Carminha Jerominho

Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde outubro de 2016). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Carminha Jerominho
Vereadora do Rio de Janeiro
Período 1 de janeiro de 2009
até 1 de janeiro de 2013
Dados pessoais
Nascimento 15 de agosto de 1977 (42 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Profissão Política, dentista, empresária
linkWP:PPO#Brasil

Carmen Gloria Guinancio Guimarães (Rio de Janeiro, 15 de agosto de 1977), conhecida como Carminha Jerominho é uma política brasileira, filiada ao Partido Trabalhista do Brasil.

Ficou conhecida a partir de 2008 por ser filha de Jerônimo Guimarães Filho, vereador carioca preso acusado de ligação com milícias. No mesmo ano, foi presa[1] e eleita vereadora do Rio de Janeiro mesmo na condição de presidiária[2], com mais de 22 mil votos [3] pelo PT do B.

Em junho de 2009 teve seu mandato cassado por arrecadação ilegal de recursos.[4], porém em julho de 2011, o TSE anulou a decisão, e por decisão do TRE/ RJ, voltou ao cargo [5] Carminha tentou a reeleição em 2012, sem êxito, e se dedica a atividades empresariais. Jamais foi condenada ou respondeu mais por qualquer acusação criminal, mesmo tendo sido detida em 2008, não tendo sido comprovada qualquer ligação com milícias.

Referências