Abrir menu principal

Carole Landis

Atriz americana
Carole Landis
Landis em Topper Returns (1941)
Nome completo Frances Lillian Mary Ridste
Nascimento 1 de janeiro de 1919
Fairchild
Nacionalidade Estados UnidosEstadunidense
Morte 5 de julho de 1948 (29 anos)
Pacific Palisades
Ocupação Atriz, cantora
Atividade 1937-1948
Cônjuge Irving Wheeler (1934-1939)
Willis Hunt Jr. (1940)
Thomas C. Wallace (1943-1945)
W. Horace Schmidlapp (1945-1948)

Carole Landis (Fairchild, 1 de janeiro de 19195 de julho de 1948) foi uma cantora e atriz de teatro e cinema estadunidense, famosa pin-up por suas formas curvilíneas.[1]

Landis estrelou filmes como One Million B.C., e morreu suicidando-se por overdose aos 29 anos, de forma bastante dramática.

BiografiaEditar

Frances Lillian Mary Ridste, seu verdadeiro nome, nasceu em Faichild, Wisconsin, filha mais nova entre cinco irmãos (dois dos quais mortos ainda crianças), filha de Clara Ridste (nascida Stentek, de origem polaca), e do norueguês-estadunidense Alfred Ridste, mecânico de estrada de ferro que deixou a família logo após seu nascimento.[2][3] De acordo com seu biógrafo E. J. Fleming provas circunstanciais, contudo, dão que ela provavelmente seria filha biológica do segundo marido de sua mãe, Charles Fenner - que também deixou-a em abril de 1921 e casou-se poucos meses depois.[4]

Em 1923 a família Landis mudou-se para San Bernardino; a mãe ali realizava trabalhos braçais a fim de sustentar a família.[5] Quando tinha 15 anos ela abandonou a San Bernardino High School, estabelecendo um plano para um dia chegar ao show business.[6] Ela então tornou-se dançarina de hula em um nightclub de San Francisco e depois foi cantora numa banda; pintou seu cabelo de loiro e adotou o pseudônimo de Carole Landis, lembrando sua atriz favorita, Carole Lombard; após juntar 100 dólares, se mudou para Hollywood.[2]

Ela conseguiu sua estreia no cinema como extra no filme de 1937, A Star Is Born, fez figuração em muitos filmes "B", e posou para centenas de cartões de pin-up; ela continuou como figurante antes de 1940, até que Hal Roach a relacionou para fazer uma mulher da idade da pedra em One Million B. C., um filme que acabou por se tornar um grande sucesso e transformou Landis numa estrela; um repórter então a apelidou de "The Ping Girl" (porque "ela faz você ronronar").[2]

FilmografiaEditar

Ano Título Papel Notas
1937 The King and the Chorus Girl Chorine Não creditada
1937 A Star Is Born Garota com boina Não creditada
1937 A Day at the Races Dançarina extra
1937 Fly-Away Baby Loira no aeroporto
1937 The Emperor's Candlesticks Pequena aparição
1937 Broadway Melody of 1938 Dançarina
1937 Varsity Show Estudante
1937 Alcatraz Island Não creditada
1937 Over the Goal Coeditora Não creditada
1937 The Adventurous Blonde Não creditada
1937 Hollywood Hotel Garota da recepção
1938 Invisible Menace, TheThe Invisible Menace Garota que espera para sair com Johnie
1938 Blondes at Work Carol
1938 Slight Case of Murder, AA Slight Case of Murder Garota que se debruça sobre o piano durante a música
1938 Love, Honor and Behave Garota que observa a festa Não creditada
1938 Over the Wall Peggy, garota na praia Não creditada
1938 Women Are Like That Convidada em uma festa Não creditada
1938 Adventures of Robin Hood, TheThe Adventures of Robin Hood Convidada em um banquete Não creditada
1938 Gold Diggers in Paris Garimpeira Título alternativo: The Gay Impostors
1938 Men Are Such Fools June Cooper
1938 When You Were Born Passageira do navio Não creditada
1938 Penrod's Double Trouble Garoto na feira Não creditada
1938 Four's a Crowd Myrtle, segunda secretária de Lansford
1938 Boy Meets Girl Caixa Não creditada
1939 Three Texas Steers Nancy Evans Título alternativo: Danger Rides the Range
1939 Daredevils of the Red Circle Blanche Granville
1939 Cowboys from Texas June Jones
1939 Reno Sra. Humphrey Não creditada
1940 One Million B.C. Loana
1940 Turnabout Sally Willows
1940 Mystery Sea Raider June McCarthy
1941 Road Show Penguin Moore
1941 Topper Returns Ann Carrington
1941 Moon Over Miami Barbara Latimer, também conhecida como Senhorita Sears
1941 Dance Hall Lily Brown
1941 I Wake Up Screaming Vicky Lynn Título alternativo: Hot Spot
1941 Cadet Girl Gene Baxter
1942 Gentleman at Heart, AA Gentleman at Heart Helen Mason
1942 My Gal Sal Mae Collins
1942 It Happened in Flatbush Kathryn Baker
1942 Orchestra Wives Natalie Mercer
1942 Manila Calling Edna Fraser
1943 Powers Girl, TheThe Powers Girl Kay Evans
1943 Wintertime Flossie Fouchere
1943 Show Business at War Ela mesma
1944 Secret Command Jill McGann
1944 Four Jills in a Jeep Ela mesma
1945 Having Wonderful Crime Helene Justus
1946 Behind Green Lights Janet Bradley
1946 Scandal in Paris, AA Scandal in Paris Loretta de Richet Título alternativo: Thieves' Holiday
1946 It Shouldn't Happen to a Dog Julia Andrews
1947 Out of the Blue Mae Earthleigh
1948 Noose Linda Medbury Título alternativo: The Silk Noose
1948 Brass Monkey Kay Sheldon Título alternativo: Lucky Mascot

Referências

  1. «Metonymy». Revista Life, pág. 115. 19 de fevereiro de 1945 
  2. a b c «Casually in Hollywood». Time. 19 de julho de 1948. Consultado em 19 de dezembro de 2009 
  3. Eric Lawrence Gans. Carole Landis: A Most Beautiful Girl. [S.l.]: Univ. Press of Mississippi. p. 205. ISBN 1-604-73013-7 
  4. E.J. Fleming. Carole Landis: A Tragic Life in Hollywood. [S.l.]: McFarland. p. 7–8. ISBN 0-786-48265-6 
  5. Fleming, 2005, op. cit., pp. 10, 12
  6. Fleming, 2005, op. cit., p. 14