Carolina Salgado

escritora portuguesa

Carolina Salgado (Vila Nova de Gaia, 14 de Março de 1977) é uma figura pública portuguesa. Tornou-se conhecida como companheira do presidente do Futebol Clube do Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa entre 2003 e 2006.[1][2][3]

Carolina Salgado
Nascimento 1977 (44 anos)
Vila Nova de Gaia
Cidadania Portugal
Ocupação escritora

BiografiaEditar

Depois da separação dos dois, Carolina publicou um livro controverso, recorde de vendas, Eu, Carolina em Dezembro 2006, apresentando alguns segredos do futebol português e revelando detalhes de seu relacionamento com o presidente do Futebol Clube do Porto.

Foi alegado por Carolina Salgado e relatado de forma intensa nos meios noticiosos essa faceta de Pinto da Costa (que foi acusado formalmente no escândalo de corrupção do Apito Dourado em Junho 2007). A polícia conduziu assim uma investigação.

Outras acusações sérias foram feitas por Carolina, incluindo subornos, rixas com prostitutas e o espancamento de Ricardo Bexiga, então vereador da Câmara Municipal de Gondomar.

Carolina Salgado reivindica que o seu livro é um testemunho verídico de factos reais e que o publicou para chamar a atenção sobre a corrupção no caso Apito Dourado. Pinto da Costa negou todas as alegações nos meios noticiosos.

A sua irmã gémea, Ana Maria, veio desmentir Carolina, numa entrevista à emissora portuguesa TVI, onde disse serem mentira muitas das declarações da irmã e ter o original de Eu, Carolina consigo.

Baseado no livro que Carolina escreveu foi feito o filme Corrupção, que conta com Margarida Vila-Nova no papel de Carolina, e Nicolau Breyner, num papel semelhante ao presidente do Futebol Clube do Porto.[4][5][6] Em 2013 participa no reality show Big Brother VIP, o que terá provocado a irritação do presidente do Futebol Clube do Porto, Pinto da Costa.[7]

Referências