Abrir menu principal
Carolina
Condessa de Erbach-Furstenau
Carolina em 1765 retratada por Johann Friedrich Schmidt.
Duquesa de Saxe-Hildburghausen
Período 19 de junho de 172613 de agosto de 1745
Antecessor(a) Sofia Albertina de Erbach-Erbach
Sucessor(a) Luísa da Dinamarca e Noruega
Regente de Saxe-Hildburghausen
Reinado 17451748
 
Cônjuge Ernesto Frederico II, Duque de Saxe-Hildburghausen
Descendência Ernesto Frederico III, Duque de Saxe-Hildburghausen
Frederico Augusto Alberto de Saxe-Hildburghausen
Eugénio de Saxe-Hildburghausen
Amália de Saxe-Hildburghausen
Nascimento 29 de setembro de 1700
  Castelo de Fürstenau, Michelstadt, Condado de Erbach, Sacro Império Romano-Germânico
Morte 7 de maio de 1758 (57 anos)
  Hildburghausen, Ducado de Saxe-Hildburghausen, Sacro Império Romano-Germânico
Pai Filipe Carlos, Conde de Erbach-Fürstenau
Mãe Carlota Amália de Kunowitz

Carolina Amália de Erbach-Fürstenau (em alemão: Caroline Amalie; Castelo de Fürstenau, 29 de setembro de 1700Hildburghausen, 7 de maio de 1758), foi uma condessa de Erbach-Furstenau e, por casamento, uma duquesa de Saxe-Hildburghausen. Entre 1745 e 1748, foi também regente de Saxe-Hildburghausen.

VidaEditar

Carolina era filha de Filipe Carlos, Conde de Erbach-Fürstenau (1677–1736), que era também senhor de Breuberg, e da sua primeira esposa, a condessa Carlota Amália de Kunowitz (1677–1722).

Casou-se a 19 de Junho de 1726 no Castelo de Fürstenau com Ernesto Frederico II, Duque de Saxe-Hildburghausen. O casal começou por viver em Königsberg, na Baviera, onde nasceu o príncipe-herdeiro Carlos Frederico Ernesto. Em 1730, Ernesto Frederico mandou construir um castelo de lazer para a sua esposa, ao qual deu o nome de Castelo de Carolina. Em 1744 também mandou aumentar o Castelo de Eisfeld que estava reservado como propriedade de viuvez para Carolina.

Após a morte do marido em 1745, Carolina governou como regente em nome do seu filho Carlos Frederico Ernesto, que ainda era menor de idade. Num decreto de 1746, Carolina tomou medidas contra os "ciganos nómadas e os pedintes", chegando mesmo a permitir a aplicação da pena de morte nesses casos.[1] Reestruturou o Código de Procedimentos Criminais e impediu a venda de feudos, títulos ou imóveis sem autorização prévia do soberano. Num caso que foi levado ao Supremo Tribunal no qual o Ducado de Saxe-Meiningen exigia a posse do distrito de Sonnefeld, e que durou entre 1743 e 1752, foi representada pelo advogado Johann Sebastian Kobe von Koppenfels, que a ajudou a vencer o processo.

DescendênciaEditar

  1. Ernesto Frederico III Carlos, Duque de Saxe-Hildburghausen (10 de Junho de 1727 – 23 de Setembro de 1780), casado primeiro com a princesa Luísa da Dinamarca; com descendência. Casado depois com a princesa Cristiana de Brandemburgo-Bayreuth; com descendência. Casado em terceiro lugar com a princesa Ernestina Augusta de Saxe-Weimar; com descendência.
  2. Frederico Augusto Alberto de Saxe-Hildburghausen (8 de Agosto de 1728 – 14 de Junho de 1735), morreu aos sete anos de idade.
  3. Eugénio de Saxe-Hildburghausen (8 de Outubro de 1730 – 4 de Dezembro de 1795), casado com a sua sobrinha, a princesa Carolina de Saxe-Hildburghausen (filha de Ernesto Frederico III); sem descendência.
  4. Amália de Saxe-Hildburghausen (21 de Julho de 1732 – 19 de Junho de 1799), casada com o príncipe Luís de Hohenlohe-Neuenstein-Öhringen; com descendência.

GenealogiaEditar

Os antepassados de Carolina de Erbach-Fürstenau em três gerações
Carolina de Erbach-Fürstenau Pai:
Filipe Carlos, Conde de Erbach-Fürstenau
Avô paterno:
Jorge Alberto II, Conde de Erbach-Fürstenau
Bisavô paterno:
Jorge Alberto I, Conde de Erbach-Schönberg
Bisavó paterna:
Isabel Doroteia de Hohenlohe-Waldenburg
Avó paterna:
Ana Doroteia Cristina de Hohenlohe-Waldenburg
Bisavô paterno:'
Filipe Godofredo de Hohenlohe-Waldenburg
Bisavó paterna:
Ana Cristiana de Limpurg
Mãe:
Carlota Amália de Kunowitz
Avô materno:
João Dietrich, Conde de Kunowitz
Bisavô materno:
João Bernardo, Barão de Kunowitz
Bisavó materna:
Anna Elisabeth von Wrbna und Freudenthal
Avó materna:
Doroteia de Lippe-Brake
Bisavô materno:
Otão, Conde de Lippe-Brake
Bisavó materna:
Margarida de Nassau-Dillenburg

NotasEditar

  1. Heinrich Ferdinand Schöppl: The Dukes of Saxe-Altenburg, Bolzano 1917, reprint Altenburg , 1992 p. 63

ReferênciasEditar

  • Heinrich Ferdinand Schöppl: The Dukes of Saxe-Altenburg, Bolzano 1917, reprint Altenburg, 1992
  • Dr. Rudolf Armin Human: History of the City of Hildburghausen, Hildburghausen, 1886

Ligações externasEditar