Carvalhais (Mirandela)

freguesia do município de Mirandela, Portugal

Carvalhais é uma freguesia portuguesa do município de Mirandela, com 24,78 km² de área[1] e 1229 habitantes (censo de 2021)[2]. A sua densidade populacional é 49,6 hab./km².

Portugal Portugal Carvalhais 
  Freguesia  
Localização
Carvalhais está localizado em: Portugal Continental
Carvalhais
Localização de Carvalhais em Portugal
Coordenadas 41° 30' 54" N 7° 10' 04" O
Região Norte
Sub-região Terras de Trás-os-Montes
Distrito Bragança
Município Mirandela
Código 040711
Administração
Tipo Junta de freguesia
Características geográficas
Área total 24,78 km²
População total (2021) 1 229 hab.
Densidade 49,6 hab./km²

Carvalhais fica a cerca de 2 km a norte de Mirandela. Pode-se dizer que a aldeia de Carvalhais e a aldeia anexa (Vila Nova das Patas), pertencente à mesma freguesia, já foram praticamente anexadas pelo crescimento da cidade de Mirandela devido à construção de casas entre a cidade e as duas aldeias.

Demografia editar

Nota: Nos anos de 1911 a 1930 tinha anexada a freguesia de Chelas, que foi desanexada pelo decreto lei nº 27.424, de 31/12/1936, e incluída na de Cabanelas.

A população registada nos censos foi:[2]

População da freguesia de Carvalhais[3]
AnoPop.±%
1864 538—    
1878 677+25.8%
1890 467−31.0%
1900 556+19.1%
1911 625+12.4%
1920 424−32.2%
1930 666+57.1%
1940 825+23.9%
1950 1 069+29.6%
1960 1 097+2.6%
1970 829−24.4%
1981 1 249+50.7%
1991 1 033−17.3%
2001 1 350+30.7%
2011 1 299−3.8%
2021 1 229−5.4%
Distribuição da População por Grupos Etários[4]
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 214 223 703 210
2011 155 202 686 256
2021 124 136 574 395

Metro de Mirandela editar

 Ver artigo principal: Metro de Mirandela

No entanto, Carvalhais acabaria por ser a única estação do país a merecer como cognome "a venturosa": a 28 de Julho de 1995, o primeiro-ministro Cavaco Silva, cuja política dera o aval ao encerramento da Linha do Tua para Bragança três anos antes, inaugurava o segundo metropolitano do país, entre as estações de Mirandela e Carvalhais, numa distância de 4 km.

A razão pela qual Carvalhais voltou a ter comboio prende-se com o facto da estação estar lado a lado com a EPA - Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Carvalhais/Mirandela. Garantia-se assim aos seus estudantes e funcionários o transporte rápido entre a cidade e a escola. Desde o seu começo a intenção do Metro era a de ligar directamente Carvalhais ao Cachão, alargando o seu conceito de transporte urbano de proximidade, ao que na altura seria feito partilhando o troço Cachão - Mirandela com a CP.

Até Carvalhais as renovadas automotoras da frota podiam atingir velocidades superiores aos comboios entre o Tua e Mirandela: 70 km/h, o que veio a descer para 60 km/h, contra os 45 km/h na restante via. Em Carvalhais foi ainda construída uma oficina da EMEF, responsável pela manutenção do material circulante do Metro.

Não obstante, a estação de Carvalhais permanece abandonada, com portas arrombadas e WC fechado, oferecendo aos passageiros durante todo o ano apenas um pequeno coberto na plataforma.

Personalidades editar

Povoações editar

  • Burrica
  • Carvalhais
  • Contins
  • Vila Nova de Patas
  • Vilar de Ledra

Referências

  1. «Carta Administrativa Oficial de Portugal CAOP 2013». descarrega ficheiro zip/Excel. IGP Instituto Geográfico Português. Consultado em 10 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 9 de dezembro de 2013 
  2. a b Instituto Nacional de Estatística (23 de novembro de 2022). «Censos 2021 - resultados definitivos» 
  3. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  4. INE. «Censos 2011». Consultado em 11 de dezembro de 2022 

Ligações externas editar

  Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.