Casa de Hohenlohe-Langemburgo

família nobre real

A Casa de Hohenlohe-Langemburgo é uma família nobre protestante intimamente relacionada com as principais dinastias protestantes da Europa. A mãe da Rainha Adelaide, esposa do rei Guilherme IV do Reino Unido, provinha da casa de Hohenlohe-Langemburgo. Em 1828, o príncipe Ernesto Cristiano, casou-se com Teodora de Leiningen, meia-irmã da rainha Vitória do Reino Unido. Em 1896, o neto de Teodora, o príncipe Ernesto Guilherme, casou-se com a princesa Alexandra de Edimburgo, neta da rainha Vitória.[1] A casa de Hohenlohe-Langemburgo é aparentada com casas reais do Reino Unido, Alemanha, Russa, entre outras.

Brasão de armas dos Príncipes de Hohenlohe-Langemburgo
Castelo de Langemburgo

Condes de Hohenlohe-Langemburgo (1610-1764)Editar

  • Filipe Ernesto (1584-1628), criado Conde de Hohenlohe-Langemburgo em 1610, era filho de Wolfgang de Hohenlohe-Weikersheim;
  • Luís Kraft (1628-1632);
  • Joaquim Alberto (1632-1650), também conde de Hohenlohe-Kirchberg;
  • Henrique Frederico (1650-1699);
  • Cristiano Kraft (1699-1701), também conde de Hohenlohe-Ingelfingen;
  • Frederico Eberardo (1699-1701), também conde de Hohenlohe-Kirchberg;
  • Alberto Wolfgang (1701-1715)

Príncipes de Hohenlohe-Langemburgo (1764-presente)Editar

Ver tambémEditar

Referências

  1. Genealogía familia Hohenlohe-Langemburgo (em alemão) Consultado em 20 de dezembro de 2009.
  2. Familia Hoenlohe en royaltyguide.com (em inglês) Consultado em 20 de dezembro de 2009.

Ligações externasEditar