Casa de Saxe-Coburgo-Gota

Dinastia alemã
Casa de Saxe-Coburgo-Gota
Haus Sachsen-Coburg und Gota (em alemão)
House of Saxe-Coburg and Gotha (em inglês)
Brasão de armas da casa de Saxe-Coburgo-Gota
Estado Saxe-Coburgo-Gota
 Bélgica
 Reino Unido
 Índia
 Bulgária
Portugal Portugal
 Brasil
Título Duque de Saxe-Coburgo-Gota
Rei dos Belgas
Rei do Reino Unido
Rei de Portugal
Imperador da Índia
Rei da Bulgária
Príncipe do Brasil
Príncipe de Liège
Duque de Brabante
Conde de Flandres
Origem
Fundador Ernesto I de Saxe-Coburgo-Gota
Fundação 1826
Casa originária Wettin
Atual soberano
Pretendente Filipe da Bélgica

Pretendente André, Príncipe de Saxe-Coburgo-Gota

Linhagem secundária
Windsor
Saxe-Coburgo e Bragança
Saxe-Coburgo-Gota-Koháry
Bragança-Saxe-Coburgo-Gota

A casa de Saxônia, Coburgo e Gota, mais conhecida como casa de Saxe-Coburgo-Gota (em alemão Haus Sachsen-Coburg und Gotha), é uma casa real e dinastia alemã, sendo a linha saxônica da casa de Wettin que governou os ducados ernestinos (ducados governados por membro da dinastia descendentes de Ernesto, eleitor da Saxônia, incluindo o Ducado de Saxe-Coburgo-Gota.

Fundada por Ernesto Antônio, o sexto duque de Saxe-Coburgo-Saalfeld, é a casa real e dinastia de várias monarquias europeias, reinando atualmente na Bélgica através dos descendentes de Leopoldo Jorge e no Reino Unido (e nos outros reinos da Comunidade das Nações), através dos descendentes do príncipe Alberto. Devido ao sentimento anti-alemão no Reino Unido durante a Primeira Guerra Mundial, Jorge V mudou o nome de seu ramo de Saxe-Coburgo-Gota para Windsor em 1917. O mesmo aconteceu na Bélgica, onde foi alterado para van België (em neerlandês) ou de Belgique (em francês).

HistóriaEditar

O primeiro duque de Saxe-Coburgo-Gota foi Ernesto I, que reinou de 1826 até sua morte em 1844. Ele já havia sido duque de Saxe-Coburgo-Saalfeld (como Ernesto III) de 1806 até o ducado ser reorganizado em 1826. O irmão mais novo de Ernesto, Leopoldo Jorge, tornou-se rei dos belgas em 1831, e seus descendentes formam um dinastia de chefes de estado da Bélgica até os dias atuais. A única filha de Leopoldo, a princesa Carlota da Bélgica, foi a consorte de Maximiliano I do México. O príncipe Fernando de Saxe-Coburgo-Gota, sobrinho de Ernesto, casou com a rainha D. Maria II de Portugal, e os seus descendentes continuaram a governar o Reino de Portugal até 1910.

O segundo filho de Ernesto I, o príncipe Alberto, casou-se com a rainha Vitória, em 1840, sendo portanto o progenitor da atual dinastia e família real do Reino Unido, chamada Windsor desde 1917. Em 1826, um ramo cadete da casa herdou o principado húngaro Koháry, e se converteu ao catolicismo romano. Seus membros conseguiram casar com uma princesa imperial do Brasil, uma arquiduquesa da Áustria, uma princesa real francesa, uma princesa real da Bélgica e uma princesa real da Saxônia. Um descendente deste ramo, Fernando Maximiliano, tornou-se o príncipe, e, em seguida, o czar da Bulgária, e seus descendentes continuaram a governar-lá até 1946.

A casa ducal consistiu de todos os descendentes de linha masculina do duque de Saxe-Coburgo-Saalfeld João Ernesto IV, legitimamente nascidos de um de seus dois casamento.

Havia duas residências oficiais, em Gota e Coburgo. Portanto, toda a corte ducal tinha que se mudar duas vezes por ano: de Gota para Coburgo no verão e de Coburgo para Gota no inverno.[1]Para a corte, dois prédios quase idênticos foram construídos em 1840: em Gota (destruído na Segunda Guerra Mundial) e em Coburgo (agora o Teatro Estadual de Coburgo). Além dos castelos residenciais, havia o Friedenstein em Gota e o Ehrenburg, em Coburgo. A família ducal também usou o Schloss Reinhardsbrunn em Gota, bem como os castelos Rosenau e Callenberg em Coburgo e o castelo de Greinburg, em Grein, Áustria.

Dinastias da Casa de Saxe-Coburgo-GotaEditar

Todos os ramos da Casa de Saxe-Coburgo-Gota (o ramo britânico que, depois, tornou-se o principal), o português (que, por casamento, se tornou reinante), o belga e o que converteu-se ao catolicismo romano (formando a Casa de Koháry) descendiam do duque Francisco Frederico António de Saxe-Coburgo-Saalfeld, o ramo brasileiro Saxe-Coburgo e Bragança com a união da princesa Leopoldina do Brasil e Luís Augusto de Saxe-Coburgo-Gota.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Janet Robinson e Joe Robinson, Handbook of Imperial Germany (Bloomington, Indiana: AuthorHouse, 2009), p. 87

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Casa de Saxe-Coburgo-Gota


Precedido por
Casa de Hanôver
 
Casa real e dinastia do Reino Unido

1901 - 1917
Sucedido por
Casa de Windsor
Precedido por
-
 
Casa real e dinastia da Bélgica

1831 - presente
Sucedido por
-
Precedido por
Casa de Battenberg
 
Casa real e dinastia da Bulgária

1887 - 1946
Sucedido por
-
Precedido por
Casa de Bragança
 
Casa real e dinastia de Portugal

1836 - 1910
Sucedido por
Implantação da República Portuguesa