Castlevania III: Dracula's Curse

vídeojogo de 1989
Castlevania III: Dracula's Curse
Capa do jogo na versão americana
Desenvolvedora(s) Konami
Publicadora(s) Konami
Série Castlevania
Plataforma(s) Nintendo Entertainment System
Conversões Microsoft Windows, Virtual Console
Lançamento NES:

Gênero(s) plataforma,
fantasia,
metroidvania
Modos de jogo um jogador
Castlevania:
The Adventure
Castlevania II: Belmont's Revenge

Castlevania 3: Dracula's Curse[a] é o terceiro título da série Castlevania produzido para o Nintendo Entertainment System. Ele foi publicado pela Konami no Japão em 1989 e na América do Norte em 1990.[2] Na Europa, foi distribuído pela Palcom Software, em 1992.[3] Posteriormente, foi relançado via Virtual Console.[4]

O jogo tem como protagonista o ancestral de Simon, Trevor Belmont, sendo situado 215 anos antes dos eventos ocorridos em Castlevania e Castlevania II: Simon's Quest.[b]

Uma mini-série animada original da Netflix foi baseada neste título e lançada em julho de 2017, intitulada Castlevania.

JogabilidadeEditar

Castlevania III abandona os elementos de aventura de seu antecessor e volta a utilizar o sistema de plataforma do primeiro Castlevania.[6][7] Mas, diferentemente do original, Castlevania III não segue um roteiro linear: conforme avança no jogo, o jogador pode escolher dentre até quatro personagens e, após passar da primeira fase, pode escolher vários caminhos a seguir, que levam a várias fases diferentes. Há um total de 16 fases no jogo.

HistóriaEditar

O ano é 1476,[c] Conde Dracula começa a devastar a Europa com um exército de monstros. O caçador de vampiros Trevor Belmont, atual portador do chicote sagrado Vampire Killer, é chamado de volta à Valáquia pela Igreja Católica, onde anos antes sua família foi exilada por serem temidos devido aos seus poderes sobre-humanos. Há mais três personagens que podem se unir a Trevor em sua missão: Sypha Belnades, uma jovem sacerdotisa com vários poderes mágicos e que se disfarça de homem até o final do jogo; Grant DaNasty, um ágil pirata com a habilidade de escalar paredes e teto; e Alucard, o filho de Dracula, um dampiro com habilidades de disparar bolas de fogo e se transformar em morcego. O final do jogo varia de acordo com qual personagem ajuda Trevor a destruir Dracula.

Trevor e seus companheiros cruzam todo o território da Valáquia, derrotando diversas criaturas e o próprio Conde Dracula no final. Quando este é derrotado, Alucard cai em um torpor auto-induzido, que dura 320 anos (até Castlevania: Symphony of the Night). Grant DaNasty ajuda Trevor na reconstrução de Valáquia, agora que ela está em paz. Sypha pede Trevor em casamento e os dois dão continuidade ao clã Belmont, que volta a ter o respeito que merece.

DesenvolvimentoEditar

LançamentoEditar

O jogo foi originalmente lançado para o Nintendo Entertainment System no Japão em 22 de dezembro de 1989,[1] na América do Norte em 25 de outubro de 1990,[2] e na Europa em 18 de novembro de 1992.[3]

Em 16 de novembro de 2002, a Konami lançou a série Konami Collector's Series: Castlevania & Contra, da qual Castlevania III: Dracula's Curse fez parte sendo lançado para Microsoft Windows.[8]

Anos depois, recebeu relançamentos para Virtual Console: entre 2008 e 2009 foi lançado para o Wii,[4] e em 2014 para o 3DS e Wii U[9][10]

RecepçãoEditar

A revista japonesa Famitsu o avaliou com nota 30/40.[11] Em 1997, a Electronic Gaming Monthly o considerou o 57º melhor jogo de console de todos os tempos, citando como pontos altos o controle de múltiplos personagens, as múltiplas rotas disponíveis, e excelentes visuais e música.[12]

A Nintendo Power o listou como o nono melhor jogo do NES, elogiando-o pelas melhorias sobre seus antecessores na série.[13] Tim Turi, da Game Informer, elogiou o jogo e os personagens Alucard e Grant.[14] A GamesRadar o considerou o oitavo melhor jogo de NES, afirmando que ele retornou ao estilo original da série e a elevou para novos níveis.[15] A GameZone o considerou o terceiro melhor jogo de Castlevania.[16]

Koji Igarashi, ex-produtor e desenvolvedor da série Castlevania, disse que Dracula's Curse era o seu jogo preferido da série, citando o som, a ambientação, e a maneira como o enredo é explicado através da jogabilidade como seus pontos fortes.[17] Shutaro Iida, que foi desenvolvedor de jogos da série e diretor de Castlevania: Harmony of Despair, também afirmou que este era o seu título favorito, citando o áudio do jogo como o melhor ponto, especialmente porque a versão japonesa foi lançada exclusivamente com um chip especial para o som.[17]

Outras mídiasEditar

Um filme Dracula's Curse esteve em desenvolvimento desde 2007 com a escritora Warren Ellis, Frederator Studios, e James Jean participando do projeto.[18] Em agosto de 2015, o produtor Adi Shankar revelou que o projeto, agora uma mini-série animada, estava finalmente em produção.[19] Intitulada apenas como Castlevania, a primeira temporada de quatro episódios estreou na Netflix em 7 de julho de 2017.[20] Pouco depois, a série foi renovada para uma segunda temporada de oito episódios, que estreou em 26 de outubro de 2018.[21] Uma terceira temporada de dez episódios foi lançada em 5 de março de 2020.[22]

Notas

  1. Conhecido no Japão como Akumajō Densetsu (悪魔城伝説? lit. "Lenda do Castelo Demoníaco")[1]
  2. O manual e a própria página oficial da Konami dizem que a história se passa 100 anos antes do nascimento de Simon Belmont, mas esta informação não se encaixa na linha do tempo da série. Esta informação também existe no final da introdução da versão japonesa, mas foi alterada na versão internacional.[5]
  3. Essa data foi escolhida por ser o mesmo ano do retorno de Vlad Tepes à sua terra natal

Referências

  1. a b c «悪魔城伝説» (em japonês). Konami. Consultado em 2 de agosto de 2020 
  2. a b c «Castlevania III: Dracula's Curse» (em inglês). Konami. Consultado em 2 de agosto de 2020 
  3. a b c «Castlevania III: Dracula's Curse» (em inglês). Konami. Consultado em 2 de agosto de 2020 
  4. a b c d «Castlevania III: Dracula's Curse» (em inglês). Nintendo. Consultado em 2 de agosto de 2020 
  5. «Castlevania's Timeline» (em inglês). Castlevania Dungeon. Consultado em 2 de agosto de 2020 
  6. «Castlevania III: Dracula's Curse Review» (em inglês). IGN. Consultado em 3 de agosto de 2020. Cópia arquivada em 3 de maio de 2019 
  7. «Castlevania III: Dracula's Curse Review (NES)» (em inglês). Nintendo Life. Consultado em 3 de agosto de 2020. Cópia arquivada em 29 de janeiro de 2020 
  8. «Konami Collector's Series: Castlevania & Contra – Release Details» (em inglês). Gamefaqs. Consultado em 3 de agosto de 2020 
  9. «Castlevania III: Dracula's Curse Releases» (em inglês). Moby Games. Consultado em 3 de agosto de 2020 
  10. «Castlevania III: Dracula's Curse – Release Details» (em inglês). Gamefaqs. Consultado em 3 de agosto de 2020 
  11. «悪魔城伝説 [ファミコン] / ファミ通.com». Famitsu (em japonês). Consultado em 24 de julho de 2018 
  12. «100 Best Games of All Time». Electronic Gaming Monthly (em inglês) 100 ed. Ziff Davis. Novembro 1997. p. 126  Nota: apesar do título, a introdução do artigo explica que a lista considera apenas jogos de console, com jogos para PC e Arcade não sendo considerados.
  13. «Nintendo Power – The 20th Anniversary Issue!». Nintendo Power (em inglês). 231 231 ed. San Francisco, California: Future US. Agosto 2008. p. 71 
  14. Turi, Tim (4 de abril de 2012). «Ranking The Castlevania Bloodline». Game Informer (em inglês). Consultado em 5 de dezembro de 2013. Cópia arquivada em 7 de maio de 2013 
  15. «Best NES Games of all time». GamesRadar (em inglês). 16 de abril de 2012. Consultado em 5 de dezembro de 2013. Cópia arquivada em 3 de agosto de 2015 
  16. Workman, Robert (27 de setembro de 2011). «Happy 25th Birthday Castlevania: The Ten Best Games in the Series». GameZone (em inglês). Consultado em 6 de dezembro de 2013. Cópia arquivada em 11 de dezembro de 2013 
  17. a b Knezevic, Kevin (23 de junho de 2017). «Symphony Of The Night Designer IGA Talks Bloodstained's Delay And His Favorite Castlevania». GameSpot (em inglês). CBS Interactive. Consultado em 25 de julho de 2017. Cópia arquivada em 17 de outubro de 2017 
  18. Justin McElroy (7 de maio de 2007). «Warren Ellis planning on three Castlevania films» (em inglês). Joystiq. Consultado em 13 de julho de 2008. Arquivado do original em 5 de outubro de 2008 
  19. Trumbore, Dave. «Super Violent 'Castlevania' Animated Series Coming from Producer Adi Shankar». Collider.com (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2015. Cópia arquivada em 26 de agosto de 2015 
  20. Williams, Mike (8 de fevereiro de 2017). «Castlevania Headed To Netflix in 2017, From Warren Ellis and Adi Shankar». US Gamer (em inglês). Consultado em 8 de fevereiro de 2017. Cópia arquivada em 11 de fevereiro de 2017 
  21. «2018 Fall TV Premiere Calendar» (em inglês). Metacritic. Consultado em 12 de outubro de 2018. Arquivado do original em 11 de outubro de 2018 
  22. Elfring, Matt (5 de março de 2020). «Here's What's New to Netflix in March 2020: Castlevania Season 3, More Movies, TV Shows, and Originals». GameSpot (em inglês). Consultado em 6 de março de 2020 

Ligações externasEditar