Abrir menu principal
IgrejaCatólicaEmblem of the Papacy SE.svg
Flag of Angola.svg
Angola
Catedral de Nossa Senhora dos Remédios, em Luanda, capital de Angola
Ano 2016[1]
Santo padroeiro Imaculado Coração de Maria[2][3]
Cristãos ≅23.000.000 (79,2%)
Católicos ≅12.000.000 (41,1%)
População 29.310.273
Paróquia 307
Presbíteros 443
Seminaristas 1.236
Diáconos permanentes 1
Religiosos 449
Religiosas 2.178
Presidente da Conferência dos Bispos Católicos Filomeno do Nascimento Vieira Dias
Núncio apostólico Petar Rajič
Códice AO

A Igreja Católica em Angola é parte da Igreja Católica universal, em comunhão com a liderança espiritual do Papa, em Roma, e da Santa Sé.

Índice

HistóriaEditar

Em 1506 o primeiro reino cristão ao sul do Sara foi estabelecido pelos portugueses na região para a evangelização. O fundador e primeiro rei foi Dom Afonso I Mbemba-a-Nzinga, que viveu até 1543. O reino, cuja população era composta por dois grupos étnicos, os bantus e os lusos, conseguiu, entre eventos alternativos, durar até o século XVIII.[4]

A Igreja Católica angolana recebeu a visita pastoral de São João Paulo II em 1992, e de Bento XVI em 2009.

Organização eclesiásticaEditar

 
Mapa das dioceses angolanas, estando a Arquidiocese de Luanda desatacada no ponto vermelho

A Igreja Católica está presente no território com cinco sés metropolitanas e catorze dioceses sufragâneas:

EstatísticasEditar

A Igreja Católica em Angola administra:

  • 453 escolas com 211 000 estudantes,
  • 23 hospitais e 269 ambulatórios,
  • 4 leprosarias,
  • 45 orfanatos
  • 37 consultores familiares.

Tinha até a última contagem feita pela própria instituição cerca de 8 600 000 pessoas batizadas numa população de dezasseis milhões, ou 53,7%. A confissão católica é, portanto, a maioria no país. Os bispos são 27, os sacerdotes diocesanos são 443, aos quais são adicionados 351 religiosos. Há também 2 178 religiosas. Finalmente, há 1 031 seminaristas menores e 1 236 seminaristas maiores.

Conferência episcopalEditar

Nunciatura apostólicaEditar

 Ver artigo principal: Nunciatura Apostólica em Angola

A delegação apostólica de Angola foi instituída em 25 de fevereiro de 1975 com o breve apostólico Quoniam Romano do Papa Paulo VI, e elevada a nunciatura em 8 de julho de 1997, com o breve Ad plenius confirmandas de João Paulo II.

Referências

  1. «Catholic Church in Republic of Angola». GCatholic. Consultado em 10 de novembro de 2018 
  2. «Patron Saints of places». Catholic Tradition. Consultado em 11 de novembro de 2018 
  3. «Padroeiros de Países». Boletim Padre Pelágio. Consultado em 11 de novembro de 2018 
  4. Giulio Albanese, Avvenire, 22 marzo 2009.

Ver tambémEditar