Cecílio do Rego Almeida

Cecílio do Rego Almeida
Nascimento 31 de janeiro de 1930
Óbidos
Morte 23 de março de 2008 (78 anos)
Curitiba
Cidadania Brasil
Ocupação empresário

Cecílio do Rego Almeida (Óbidos, 31 de janeiro de 1930Curitiba, 23 de março de 2008) foi um empresário brasileiro, engenheiro civil, fundador e presidente do Conselho de Administração do Grupo CR Almeida, que reúne mais de 30 empresas e atua nas áreas de construção pesada, concessão de rodovias e logística de transporte e química e explosivos.

BiografiaEditar

Nasceu em 31 de janeiro de 1930 em Óbidos, Pará e se transferiu para o Paraná aos 7 anos de idade, com os pais e irmãos. Começou a trabalhar aos 9 anos, vendendo sementes para lavradores, laranja e palmito. Aos 14 anos prestou concurso para os Correios, onde começou a trabalhar como estafeta. Foi nos Correios, como operador da máquina Baudot, de cinco teclas, que adquiriu o hábito que levou até o fim da vida, de dedilhar à mesa durante reuniões de trabalho e conversas com os amigos.

Aos 16 anos pediu para que seu pai, Raymundo Almeida, o emancipasse. Foi quando contraiu um empréstimo junto ao Ipase no valor de 5 contos para abrir uma loja de calçados. A partir de 1949, quando começou o curso de Engenharia, passou a dar aulas de Matemática durante o dia e a trabalhar nos Correios à noite.

Grupo CR AlmeidaEditar

Em 1958, depois de trabalhar na empresa Lysimaco da Costa, a maior firma de engenharia da época, fundou a Engenharia e Construções Grupo CR Almeida Ltda, em sociedade com seu irmão, o médico Félix do Rego Almeida. Treze anos depois comprou a Lysimaco, segunda empresa a fazer parte do que hoje é o Grupo CR Almeida.

A CR Almeida nasceu construindo bueiros em beira de estradas e cresceu muito ao participar de obras públicas. Cecílio Almeida, sempre repetia um pensamento conhecido por todos os seus mais de 3 mil colaboradores diretos: "Confiando neste país, joguei e ganhei. Quem jogou na crise brasileira, perdeu. Eu joguei no desenvolvimento."

Entre as principais obras executadas pela Grupo CR Almeida estão a BR 277 (Curitiba-Paranaguá), Estrada de Ferro Central do Paraná, pavimentação das rodovias Belém-Brasília e Rio-Santos, construção da freeway Porto Alegre-Osório, construção da Usina Hidrelétrica de São Simão, a segunda maior do Brasil e, mais recentemente, a duplicação da Rodovia dos Imigrantes.

MorteEditar

Faleceu em Curitiba, Paraná, aos 78 anos de idade, após sentir-se mal pela manhã e ter sido internado na UTI do Hospital Santa Cruz.[1]

Almeida foi casado pela segunda vez com Ângela Brandão Almeida e possui seis filhos - Ricardo, Denise, Roberto, César, Guilherme e Marcelo - e 21 netos.

Notas e Referências