Abrir menu principal
Ceiônio Rúfio Albino
Nacionalidade
Vexilloid of the Roman Empire.svg
Império Romano
Ocupação Oficial

Ceiônio Rúfio Albino (em latim: Ceionius Rufius Albinus) foi um senador romano do século IV que foi nomeado como cônsul.

Índice

VidaEditar

Ceiônio foi referido como filósofo e pode ter sido o autor de trabalhos acerca de lógica e geometria. Também pode ter sido o autor de uma história sobre Roma em verso.[1] Sua filha Ceiônia Albina casou-se com Valério Publícola e dessa união nasce Melânia, a Jovem, uma asceta que pertenceu as chamadas Mães do Deserto.[2] Era filho de Caio Ceiônio Rúfio Volusiano que foi cônsul romano em 311 e 314 antes de ser exilado. Em 335, Ceiônio foi nomeado cônsul posterior ao lado de Júlio Constâncio.[3] Entre 30 de dezembro de 335 e 10 de março de 337 foi prefeito urbano de Roma.[4] Em 337, o senado emitiu um decreto, honrando-o por serviços prestados com um estátua.[1]

Ver tambémEditar

Referências

BibliografiaEditar

  • Cameron, Alan (2010). The Last Pagans of Rome. Oxford: Oxford University Press. ISBN 9780199747276 
  • Martindale, J. R.; A. H. M. Jones (1971). The Prosopography of the Later Roman Empire, Vol. I AD 260-395. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press 
  • Neugebauer, O. (1953). «The Horoscope of Ceionius Rufius Albinus». Johns Hopkins University Press. The American Journal of Philology. 74 (4) 
  • Schlitz, C. (1911). «St. Melania (the Younger)». Enciclopédia Católica. Nova Iorque: Robert Appleton Company