Cemitério de Highgate

Cemitério de Highgate
Entrance to Highgate West Cemetery - geograph.org.uk - 1691935.jpg

Entrada oeste do Cemitério de Highgate

País
Endereço
Superfície
149 733,7 m2
Sepultamentos
170 000
Entrada em serviço
20 de maio de 1839 (182 anos)
Estatuto patrimonial
Edifício listado como Grade I (d) ()Visualizar e editar dados no Wikidata
Find a Grave
Coordenadas

O Cemitério de Highgate é um cemitério localizado na cidade de Londres, Reino Unido. Construído durante a segunda metade da década de 1830, foi consagrado pelo Bispo Charles James Blomfield em 20 de maio de 1839, tendo o primeiro enterro ocorrido em 26 de maio, seis dias depois. No total, possui aproximadamente 170 000 pessoas sepultadas.[1][2]

História e desenvolvimentoEditar

No início do século XIX, o crescimento da população de Londres e o consequente aumento da quantidade de óbitos mostraram-se como problemas. Durante a década de 1830, o Parlamento, buscando amenizar a questão, determinou a construção de sete cemitérios: Kensal Green, West Norwood, Highgate, Abney Park, Brompton, Nunhead e Tower Hamlets. Em 1836, outro ato do Parlamento criou a The London Cemetery Company, sob a direção do arquiteto Stephen Geary. Foram comprados dezessete acres de terras no lado oeste da Swain's Lane e, entre 1836 e 1839, Geary e os também arquitetos James Bunstone Bunning e David Ramsey trabalharam na construção do cemitério e de seus jardins. Em 20 de maio de 1839, uma segunda-feira, o cemitério foi consagrado pelo Bispo Charles James Blomfield, tendo sido reservados quinze acres para utilização por membros da Igreja e os outros dois para pessoas que não tinham vínculo com a Igreja Anglicana. O primeiro enterro foi o de Elizabeth Jackson, ocorrido em 26 de maio do mesmo ano.[1]

O cemitério mostrou-se um negócio lucrativo, o que fez com que em 1854 a London Cemetery Company comprasse mais vinte acres no outro lado da avenida, para ampliá-lo. Essa área adjacente, conhecida como Cemitério do Leste, foi inaugurada em 1856, tendo seu primeiro enterro ocorrido em 12 de junho de 1860. A conexão entre as duas áreas se dava por meio de um túnel abaixo da avenida.[1]

No entanto, no início do século XX os enterros e funerais mais elaborados passaram a perder importância para a população de Londres. Além disso, a manutenção das sepulturas já adquiridas também foi sendo paulatinamente abandonada pelos proprietários, o que fez com que a renda do cemitério diminuísse significativamente. Em 1956, como forma de obter recursos, a London Cemitery Company vendeu algumas áreas até que, em 1960, declarou falência e foi absolvida pela United Cemetery Company. Porém, a nova companhia também não conseguiu manter o cemitério, que acabou sendo fechado.[1]

Em 1975 foi fundada a organização The Friends of Highgate Cemetery, que obteve a propriedade da área em 1981 e vem administrando-a desde então, utilizando os fundos arrecadados com ingressos e visitas para arcar com a manutenção e restauro das estruturas.[1][2][3]

ArquiteturaEditar

Situado em um ponto alto de Londres e portanto privilegiado, a cerca de 115 metros acima do nível do mar, foi construído com a intenção de ser um cemitério para a elite londrina. Possui duas capelas, uma para membros da Igreja e outra para não-membros, localizadas ambas em um edifício único que serve também como entrada para o terreno.[1]

Uma das estruturas de destaque é a Avenida Egípcia, composta por uma entrada em forma de arco seguida por 32 abóbadas que conduzem ao Círculo do Líbano, com mais 36 abóbadas, construídas a partir da escavação do solo no local.[1]

SepultamentosEditar

 
Túmulo de Karl Marx.

Dentre as personalidades notórias enterradas no cemitério, estão:

Referências

  1. a b c d e f g Bickersteth, Justin. «History» (em inglês). Highgate Cemetery. Consultado em 6 de agosto de 2020. Cópia arquivada em 6 de agosto de 2020 
  2. a b c d e f «Frequently Asked Questions» (em inglês). Highgate Cemetery. Consultado em 9 de agosto de 2020. Cópia arquivada em 16 de fevereiro de 2013 
  3. «The Friends» (em inglês). Highgate Cemitery. Consultado em 9 de agosto de 2020. Cópia arquivada em 9 de agosto de 2020 
  4. a b c d e f g h i Johnson, Ben. «Highgate Cemetery» (em inglês). Historic UK. Consultado em 9 de agosto de 2020. Cópia arquivada em 9 de agosto de 2020 
  5. a b c d e f g h i j k l m n o p q r Bartlett, Nicola (30 de março de 2017). «Who are the other notable people buried with George Michael at London's Highgate Cemetery?» (em inglês). Mirror. Consultado em 9 de agosto de 2020. Cópia arquivada em 9 de agosto de 2020 
  6. a b c d e f g «Who's here» (em inglês). Highgate Cemitery. Consultado em 9 de agosto de 2020. Cópia arquivada em 9 de agosto de 2020 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Cemitério de Highgate