Abrir menu principal

Cemitério do Morumbi

Cemitério do Morumbi
AyrtonSennaMormbiName.jpg
País
Endereço
Superfície
300.000 m²[1]
Tipo
Serviço Particular
Administração
João XXlll
Sepulturas
Entrada em serviço
1968 (50 anos)
Coordenadas
Localização no mapa de São Paulo
ver no mapa de São Paulo
Red pog.svg
Localização no mapa do Brasil
ver no mapa do Brasil
Red pog.svg
Placa sobre a sepultura de Ayrton Senna, cujo epitáfio é
"Nada pode me separar do amor de Deus".

Cemitério do Morumbi é uma famosa necrópole localizado no bairro nobre do Morumbi, na Zona Sul da cidade de São Paulo (Brasil). O cemitério foi fundado pelo deputado Laércio Corte (também existe uma rua na cidade com esse nome na qual o cemitério fica) no ano de 1968[2] e é controlado por uma empresa particular que é a entidade Religiosa João XXIII[3], e conta com uma área total de 300 mil metros quadrados.[4] Seu formato de cemitério jardim, sendo seus túmulos somente cobertos por grama e uma placa de identificação,[1] com inspiração na arquitetura americana, inovação para à época uma vez que só existiam cemitérios com construção de lápides, destaca-se pela beleza e originalidade de sua arquitetura em formato de círculos, caracterizada por suas formas geométricas desenhadas pelo gramado e pelos diferentes arranjos paisagísticos. 

O local é considerado o primeiro "Cemitério Parque da América do Sul"[5], este em datas marcantes como o dia de finados, 2 de novembro, atrai muitos visitantes. A localidade ficou internacionalmente conhecida[6], pois é onde está sepultado o corpo de Ayrton Senna [7], entre outros famosos como o humorista Ronald Golias[8], a cantora Elis Regina[9], e o ex-governador do estado de São Paulo, Orestes Quércia[10]

O endereço do cemitério é: rua Deputado Laércio Corte, 468, Morumbi - São Paulo[6]

Índice

Infra-estruturaEditar

 
Cemitério do Morumbi

O Cemitério do Morumbi possui um arquitetura e design inovador, onde dispõe de sete salas para velórios que contém ar condicionado e ar quente, salas de repouso e recepção. Além disso, há uma Capela Ecumênica, cafeteria, floricultura, seguranças que estão dispostos vinte e quatro horas por dia e estacionamento interno e externo, com acesso total as dependências para deficientes físicos.[3][11]

É mais procurado por pessoas de alto poder aquisitivo, assim sendo mais usado por pessoas de classe alta.[12]

O Cemitério conta com uma área total de 300.000  m ² todo gramado e arborizado, foi o primeiro a idealizar um projeto de Cemitério Jardim no Brasil, estilo que até então era muito utilizado em cemitérios americanos. No Brasil só existiam cemitérios estilo Mausoléu, o qual as pessoas querem fazer uma sepultura maior que a outra. O do Morumbi possui amplos estacionamentos 24 horas por dia com segurança, foi construído em um local nobre da Capital Paulista, com uma arquitetura de alto nível, é um cemitério muito requisitado por pessoas de alto poder aquisitivo, servindo a camada mais alta da população presente. Já foi o local de sepultamento de várias personalidades brasileiras, entre elas destaca-se o túmulo de Ayrton Senna, o mais visitado no dia de Finados.[3][3]

TurismoEditar

Os cemitérios são também pontos de interesse turístico, geralmente pelo atrativo histórico-artístico. A necrópole, ao invés de ser mórbida e lúgubre, é na verdade um microcosmo que pode reunir símbolos, histórias, celebridades, arquitetura e curiosidades, que podem vir a exaltar a cultura.[13]

O Cemitério do Morumbi se encaixa nesse roteiro turístico de viagem na cidade de São Paulo, pois além de ser completamente gramado e arborizado, ele também possui uma arquitetura diferenciada dos cemitérios no Brasil, que normalmente são em formato de Mausoléu; entretanto esse cemitério tem como principal característica suas lápides em formato circular, tornando o local mais amplo. Esta necrópole também se destaca no turismo pelo fato de abrigar diversas personalidades famosas, atraindo fãs e turistas em busca de seus ídolos já falecidos.[13]

CuriosidadesEditar

Pode-se destacar que o Cemitério do Morumbi é arborizado e os túmulos são localizados abaixo da terra, cobertos somente pelo gramado e por uma placa de identificação, caracteriza-se por formas geométricas, desenhadas em seus gramados.[3]

A necrópole foi construída com um extenso verde que advêm da conservação da Mata Atlântica.

Personalidades sepultadas[14]Editar

Referências

  1. a b http://www.cemiterio.net/cemiterio-morumbi/
  2. Iha, Marcelo. «Cemitério do Morumby». www.cidadedesaopaulo.com. Consultado em 28 de abril de 2017. 
  3. a b c d e «Cemitério Morumbi - Você Precisa Saber - Cemiterio.net». Cemiterios 
  4. cmor. «Cemitério do Morumbi - SP». www.cemiteriodomorumbi.com.br. Consultado em 29 de abril de 2017. 
  5. «Cemitério Morumbi: O Primeiro Cemitério Parque da América do Sul - Blog Coroas de Flores». Blog Coroas de Flores (em inglês). 23 de setembro de 2014 
  6. a b Iha, Marcelo. «Cemitério do Morumby». www.cidadedesaopaulo.com. Consultado em 1 de maio de 2017. 
  7. «Túmulo de Ayrton Senna atrai fãs ao Cemitério do Morumby - São Paulo - Estadão». Estadão 
  8. «Folha de S.Paulo - Humor perde Golias, 76, o Bronco - 28/09/2005». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 28 de abril de 2017. 
  9. a b «Elis Regina». Wikipédia, a enciclopédia livre. 16 de abril de 2017 
  10. a b «Orestes Quércia». Wikipédia, a enciclopédia livre. 25 de abril de 2017 
  11. cmor. «Cemitério do Morumbi - SP». www.cemiteriodomorumbi.com.br. Consultado em 27 de abril de 2017. 
  12. cemitério do morrumbi- você precisa saber
  13. a b Cabanas, Ana; Ricci, Fábio (1 de janeiro de 2008). «TURISMO EM NECRÓPOLE: NOVOS CAMINHOS CULTURAIS A SEREM EXPLORADOS NO VALE DO PARAÍBA PAULISTA». Turismo - Visão e Ação. 10 (3): 378–398. ISSN 1983-7151 
  14. «Cemitérios de São Paulo reúnem túmulos de artistas e famosos». São Paulo. 2 de novembro de 2015 
  15. a b c d e «Onde estão enterradas nossas celebridades | Da Redação | VEJA SÃO PAULO». 18 de setembro de 2009 
  16. «Plínio Salgado». Wikipédia, a enciclopédia livre. 13 de abril de 2017 
  17. «Altemar Dutra». Wikipédia, a enciclopédia livre. 21 de fevereiro de 2017 
  18. «Ada Rogato». Wikipédia, a enciclopédia livre. 13 de abril de 2017 
  19. «Ayrton Senna». Wikipédia, a enciclopédia livre. 27 de abril de 2017 
  20. «Consuelo Leandro». Wikipédia, a enciclopédia livre. 28 de fevereiro de 2017 
  21. «Yara Lins». Wikipédia, a enciclopédia livre. 3 de abril de 2017 
  22. «Ronald Golias». Wikipédia, a enciclopédia livre. 19 de abril de 2017 
  23. «Clodovil Hernandes». Wikipédia, a enciclopédia livre. 15 de abril de 2017 
  24. «Marly Marley». Wikipédia, a enciclopédia livre. 25 de janeiro de 2017 
  25. «Içami Tiba». Wikipédia, a enciclopédia livre. 18 de fevereiro de 2017 
  26. «Juvenal Juvêncio». Wikipédia, a enciclopédia livre. 16 de abril de 2016 
  27. «Morre o jornalista Joelmir Beting aos 75 anos em São Paulo - Últimas Notícias - UOL TV e Famosos». UOL TV e Famosos 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Geografia de São Paulo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.