Censo demográfico do Brasil de 1890

O censo demográfico do Brasil de 1890 foi a segunda operação censitária realizada em território brasileiro e a primeira da recém-criada República do Brasil. Realizado pela Diretoria Geral de Estatística, vinculada ao Ministério da Indústria, Viação e Obras Públicas, o censo mostrou que a população brasileira era de 14.333.915 habitantes, sendo que 7.237.932 eram homens e 7.095.983 eram mulheres. São Paulo e Minas Gerais foram os estados que apresentaram o maior número de municípios, respectivamente 136 e 117. Contudo, Minas era o estado mais populoso, com 3.184.099 habitantes, e o que tinha o maior número de distritos - 744 deles -, seguido pela Bahia, que possuía 1.919.802 habitantes em 293 distritos de 110 cidades.[2][3]

II Recenseamento Geral do Brasil
Censo de 1890
Dados
Organização DGE
Data 31 de dezembro de 1890
Resultados
População 14 333 915
Aumento 44,3[1]
Estado mais populoso  Minas Gerais
(3 184 099)
Cidade mais populosa Rio de Janeiro
(522 651)
◄◄ 1872 1900 ►►

Municípios mais PopulososEditar


Referências

  1. «Tabela 1287 - População dos municípios das capitais e Percentual da população dos municípios das capitais em relação aos das unidades da federação nos Censos Demográficos». IBGE. Consultado em 8 de novembro de 2020 
  2. Brasil. Ministério da Indústria, Viação e Obras Públicas Diretoria Geral de Estatística (1898). «Synopse do recenseamento de 31 de dezembro de 1890 = précis du recensement du 31 décembre 1890». www2.senado.leg.br. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  3. «IBGE | Memória | sínteses históricas | Históricos dos Censos | censos demográficos». memoria.ibge.gov.br. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  4. «Synopse do Recenseamento» (PDF). 31 de dezembro de 1890. Consultado em 22 de julho de 2022 


  Este artigo sobre o Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.